Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/42611
Title in Portuguese: Efeito do uso contínuo de um protocolo de polimento mecânico na estabilidade de cor, rugosidade de superfície, microdureza e massa de uma resina acrílica para base de prótese dentária
Author: Melo, Ciro Benevides Falcão
Advisor(s): Régis, Rômulo Rocha
Keywords: Cor
Dureza
Prótese Dentária
Polimento Dentário
Propriedades de Superfície
Issue Date: 30-May-2019
Citation: MELO, C. B. F. Efeito do uso contínuo de um protocolo de polimento mecânico na estabilidade de cor, rugosidade de superfície, microdureza e massa de uma resina acrílica para base de prótese dentária. 2019. 68 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2019.
Abstract in Portuguese: A resina acrílica, material mais amplamente utilizado em próteses dentárias, pode sofrer mudanças em propriedades como estabilidade de cor, rugosidade de superfície, dureza, resistência flexural, dentre outras, pela ação de inúmeros fatores extrínsecos como a escovação mecânica, o contato com produtos químicos comumente utilizados para higienização das próteses, pigmentos provenientes da alimentação, hábitos como tabagismo ou etilismo, bem como fatores intrínsecos, como presença de monômeros residuais. A realização de um polimento de superfície satisfatório poderia controlar essas alterações, conferindo lisura adequada ao material, maior conforto ao paciente, menor acúmulo de biofilme microbiano, aumentando a longevidade dos aparelhos protéticos. Objetivo: Avaliar in vitro o efeito de um protocolo de polimento mecânico contínuo na estabilidade de cor, rugosidade de superfície, microdureza e massa de uma resina acrílica para base de prótese dentária submetida à escovação mecânica, imersão em solução de hipoclorito de sódio (NaOCl) 1% e em café. Métodos: Cem espécimes quadrados (10×10×3,5 mm) foram divididos em 4 grupos de acordo com o líquido de imersão (CF - café; água destilada no tempo de imersão do café; HIP - NaOCl 1%; água destilada no tempo de imersão do NaOCl 1%) e 1 grupo de escovação mecânica (ESC; 71.200 ciclos em máquina de escovação simulada). Em seguida, cada grupo foi dividido em dois subgrupos (n=10 por grupo): somente exposição às condições propostas ou associação com polimento mecânico (pasta de polimento à base de óxido de alumínio e roda de feltro acoplada a motor elétrico, 300rpm) em intervalos quinzenais simulados. A rugosidade de superfície (Ra) foi avaliada com um rugosímetro portátil; a alteração de cor com um espectrofotômetro portátil para cálculo de diferença colorimétrica pelo sistema CIEDE 2000 (ΔE00); microdureza através de um microdurômetroKnoop, e massa por pesagem em balança analítica de precisão. Todos os espécimes foram avaliados antes das exposições (T0) e após intervalos simulados de 12 (T1) e 24 meses (T2) de exposição às condições experimentais propostas. Os dados obtidos foram comparados pelo teste ANOVA-2-way seguido do pós-teste de Bonferroni, considerando um nível de significância de 95%. Resultados: O protocolo de polimento testado influenciou de forma significativa a rugosidade de superfície (CF e HIP: P<0.0001; ESC: P<0.001) e a estabilidade de cor (CF: P=0.003; ESC: P=0.008) da resina acrílica. Aumento significativo da rugosidade foi observado nos grupos ESC e HIP em T2, e a associação do polimento levou à redução significativa dessa propriedade já em T1, assim como no grupo CF. As imersões promoveram aumento significativo na massa dos espécimes na ordem de 0,7 a 1%, bem como redução na microdureza. Quando o polimento foi associado, uma perda significativa de massa nesses grupos foi observada, em torno de 1%, bem como a microdureza do grupo ESC foi reduzida. Os maiores valores de ΔE00 foram observados nos grupos ESC e CF, acima do limite de perceptibilidade clínica (>1,30), ultrapassando o nível de aceitabilidade clínica para CF (ΔE00>2,25), após 24 meses. O polimento reduziu os valores de ΔE00 nesses grupos, tornando-os comparáveis aos encontrados após imersão em água destilada. A mudança de cor em HIP não foi influenciada pelo polimento. Conclusão: O protocolo de polimento mecânico contínuo testado reduziu os efeitos deletérios da escovação mecânica e contato com as soluções de NaOCl 1% e café, reduzindo a rugosidade de superfície, o manchamento causado pelo café, e a alteração de cor gerada pela escovação, sem afetar a microdureza e massa de forma clinicamente relevante.
Abstract: The acrylic resin, the most widely used material in dental prosthesis, can suffer changes in properties such as color stability, surface roughness, hardness, flexural strength, among others, by the action of several extrinsic factors such as mechanical toothbrushing, contact with chemical agents commonly used for cleaning prosthesis, pigments from food, habits like smoking or alcoholism, as well as intrinsic factors such as the presence of residual monomers. Achieving a satisfactory surface polishing could to control these changes, providing a suitable smoothness for the material, greater patient comfort, lower microbial biofilm accumulation, thus increasing the longevity of prosthetic devices. Objective: This in vitro study evaluated the effect of a continuous mechanical polishing protocol on color stainability, surface roughness, microhardness and mass of an acrylic resin denture base submitted to mechanical toothbrushing, immersion in sodium hypochlorite (NaOCl) 1%, and in coffee. Methods: One hundred square specimens (10 × 10 × 3.5 mm) were divided into 4 groups according to the immersion liquid: (CF - coffee; distilled water in the same immersion period of CF group; HYP - 1% NaOCl; distilled water in the same immersion period of HYP group), and 1 group of mechanical toothbrushing (TB; 71,200 cycles in a brushing simulation machine). Then each group was divided into 2 subgroups (n = 10 per group): exposure to proposed conditions alone or association with mechanical polishing (aluminum oxide polishing paste and a felt wheel coupled to an electric motor, 3000 rpm) in biweekly simulated regime. The surface roughness was evaluated with a portable roughness tester; the color stainability by means of CIEDE 2000 color difference system (ΔE00) with a portable spectrophotometer; microhardness with Knoop microhardness tester, and mass changes in a precision analytical balance. All specimens were evaluated before the exhibitions (T0) and after simulated intervals of 12 (T1) and 24 months (T2) of exposure to the experimental conditions. The data obtained were compared by 2-way ANOVA followed by the Bonferroni post test, considering a significance level of 95%. Results: The polishing protocol significantly influenced the surface roughness (CF and HIP: P<0.0001; ESC: P<0.001) and color stainability (CF: P=0.003; ESC: P=0.008). Significant increase of surface roughness was observed in TB and HYP groups in T2, and the association of the continuous polishing led to a significant reduction of this property in T1, as well as in the CF group. The immersions promoted a significant increase in specimens mass of around 0.7 to 1%, as well as reduction in microhardness. When the polishing was associated, a significant mass loss was observed for these groups (around 1%). The microhardness of TB group also reduced. Higher values of ΔE00 was observed in TB and CF groups, above the clinical perceptibility threshold (>1.30), exceeding the clinical acceptability threshold for CF group (ΔE00>2.25), after 24 months. The polishing reduced the ΔE00 values in these groups, making them comparable to those found after immersion in distilled water. The color change in HYP group was not influenced by the tested polishing. Conclusion: The tested mechanical polishing protocol was able to reduce the damaging effects of mechanical toothbrushing and immersions in 1% NaOCl and coffee solutions, increasing the smoothness of the material, reducing staining caused by immersion in coffee and the color change cause by toothbrushing, without affecting in a clinically relevant manner the microhardness and mass.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/42611
Appears in Collections:DCOD - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_dis_cbfmelo.pdf734,6 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.