Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43147
Title in Portuguese: A criação de um perfil do estudando recém-ingresso do Curso de Pedagogia da UFC como base para o desenvolvimento de atividades voltadas à diminuição da evasão
Author: Pimentel, Giselle Maria Teixeira
Silva, Maírla Angelo da
Bezerra, José Arimatéa Barros
Keywords: Evasão
Recém-ingressos
Pedagogia
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal do Ceará
Citation: PIMENTEL, Giselle Maria Teixeira; SILVA, Maírla Angela da; BEZERRA, José Arimatéa Barros. A criação de um perfil do estudando recém-ingresso do Curso de Pedagogia da UFC como base para o desenvolvimento de atividades voltadas à diminuição da evasão. Revista Encontros Universitários da UFC, Fortaleza, v.1, n. 1, 2016. (Encontro de Monitoria de Projetos da Graduação, 6).
Abstract in Portuguese: É recorrente que, ao ingressarem na faculdade, os jovens se deparem com uma realidade muito diferente da qual viviam no ensino médio. Essa realidade pode desmotivar o suficiente alguns alunos, levando-os a abandonar o curso. Considerando o nível considerável de evasão de alunos do curso de Pedagogia, ficou explícita a relevância a de elaborar um perfil desses estudantes que sirva como uma referência para o desenvolvimento de atividades específicas para esse público-alvo que ajudem a reduzir os impactos dessa realidade que os mesmos terão que encarar e, como resultado tornar o curso mais atrativo, lúdico e motivador. Assim, o projeto tem como objetivo elaborar um perfil dos estudantes recém-ingressos que servirá como base para a elaboração de atividades voltadas à diminuição da evasão nos cursos presenciais de Pedagogia. Metodologia: Aplicação de questionários com os alunos dos primeiros semestres diurno e noturno, questionando aspectos socioeconômicos e expectativas quanto ao curso. Resultados: Reunimos um total de 56 questionários, sendo 28 do diurno e 28 do noturno. Ao analisarmos as respostas, ficaram evidentes as diferenças e semelhanças entre os dois turnos. A idade média dos alunos do diurno fica entre 16 a 20 anos, enquanto que no noturno, esse número sobre para entre 21 e 25. Esses últimos também trabalham mais. Ao final do semestre, coletamos também os dados de reprovações por nota, falta e trancamentos realizados nessas turmas ao passarem para o segundo semestre. Visualizamos que as taxas do noturno foram maiores que a do diurno. Deste modo, fica evidente a necessidade de atividades que envolvam mais os estudantes no mundo acadêmico e que diminuam os impactos da mudança da realidade do ensino médio para a universidade, de forma a reduzir a evasão tão presente nesses cursos.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43147
metadata.dc.type: Resumo
Appears in Collections:EMPG - Resumo de trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_resumo_eve_gmtpimentel.pdf49,62 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.