Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43563
Title in Portuguese: Percepção dos discentes de Ciências Contábeis sobre a segurança privada e os fatores determinantes de seu custo
Author: Nascimento, Ítalo Carlos Soares do
Advisor(s): Silva, Maria Naiula Monteiro da
Keywords: Custo
Segurança privada
Criminalidade
Insegurança - Mossoró-RN
Issue Date: 2019
Publisher: PPAC/FEAAC/UFC
Citation: NASCIMENTO, Ítalo Carlos Soares do. Percepção dos discentes de Ciências Contábeis sobre a segurança privada e os fatores determinantes de seu custo. 2019. 100f. Dissertação (Mestrado em Administração e Controladoria) - Faculdade de Economia, Administração, Atuária, Contabilidade, Secretariado Executivo e Finanças, Universidade Federal do Ceará, 2019.
Abstract in Portuguese: No Brasil e em outros países da América Latina, o setor de segurança privada se expandiu significativamente em um contexto de crescimento do crime, da violência e, consequentemente, da sensação de insegurança generalizada, onde o Estado não conseguiu fornecer à população a segurança por ela demandada (CUBAS, 2005; ZANETIC, 2009). Além disso, outros fatores também influenciaram essa expansão, concebendo o incentivo econômico e o espaço legal para esse tipo de serviço privado de segurança, tal como o contexto de transformação da paisagem urbana no período, com a proliferação dos chamados espaços semipúblicos, dos edifícios empresariais e edifícios de instituições públicas (BAYLEY; SHEARING, 2001; OCQUETEAU, 1997; ZANETIC, 2009; 2013). Nesse contexto, o custo com segurança privada passou a crescer consideravelmente, apresentando relevantes valores tanto para as pessoas físicas como para as jurídicas. Entretanto, apesar de representarem dispêndios significativos ao Estado, à iniciativa privada e à população em geral, ainda tem sido um tema pouco explorado pelos estudiosos brasileiros. Destarte, com o presente estudo, pretende-se analisar a percepção dos discentes do curso de Ciências Contábeis das universidades públicas de Mossoró-RN sobre a segurança privada e os fatores determinantes de seu custo. A pesquisa se enquadra como descritiva e exploratória quanto aos seus objetivos, e como quantitativa, no que tange à abordagem do problema. Quanto aos procedimentos, enquadra-se como levantamento do tipo survey transversal, tendo como instrumento de coleta um questionário adaptado de Steden e Nalla (2010) e de Moreira (2013). Os dados foram analisados através da estatística descritiva e da análise fatorial exploratória. Com os resultados, constatou-se que os discentes não possuem uma visão clara sobre o trabalho desenvolvido pelo agente de segurança privada (ASP), principal profissional deste setor. Além disso, verificou-se que os discentes consideram que a instalação de equipamentos de segurança lhe proporciona segurança, principalmente no que diz respeito à propriedade privada, tais como suas residências. Os resultados alcançados também permitem concluir que, de forma geral, os discentes consideram que a segurança privada pode ser considerada uma medida de combate ao crime, sob os preceitos das técnicas da Teoria da Prevenção Situacional do Crime (PSC), que tem como principal objetivo desencorajar a prática do crime, ou seja, a prevenção e não a sua punição. Averiguou-se que os serviços mais utilizados pelos discentes no tocante a segurança privada, incorridos pelos discentes, foram: seguro de veículos; vigilância, rondas e patrulhas; introdução de barreiras físicas (fechaduras, grades, cofres, materiais reforçados etc.); e equipamentos de vigilância (cerca elétrica e sistemas de alarmes). Dentre os fatores determinantes do custo com segurança privada, os mais influentes foram: “Crescimento do crime e da sensação de insegurança” e “Ineficiência do Estado na promoção da segurança pública”. Sob a perspectiva teórica, vale salientar que os achados da presente pesquisa confirmam os prognósticos da Teoria da PSC.
Abstract: In Brazil and other Latin American countries, the private security sector expanded significantly in a context of increased crime, violence and, consequently, a sense of widespread insecurity, where the state was unable to provide the population with security (CUBAS, 2005; ZANETIC, 2009). In addition, other factors have also influenced this expansion, conceiving the economic incentive and legal space for this type of private security service, such as the context of transformation of the urban landscape in the period, with the proliferation of so-called semi-public spaces, and buildings of public institutions (BAYLEY; SHEARING, 2001; OCQUETEAU, 1997; ZANETIC, 2009; In this context, the cost with private security started to grow considerably, presenting significant values both for individuals and for legal entities. However, although they represent significant expenditures to the State, private initiative and the population in general, it has still been a subject rarely explored by Brazilian scholars. Therefore, the present study intends to analyze the perception of the students of the course of Accounting Sciences of the public universities of Mossoró-RN on private security and the determinants of their cost. The research is classified as descriptive and exploratory in terms of its objectives, and as quantitative, regarding the approach of the problem. As for the procedures, it is classified as a cross-sectional survey, using a questionnaire adapted from Steden and Nalla (2010) and Moreira (2013). Data were analyzed through descriptive statistics and exploratory factorial analysis. With the results, it was verified that the students do not have a clear vision about the work developed by the private security agent (ASP), the main professional in this sector. In addition, it was found that the students consider that the installation of security equipment provides security, especially with regard to private property, such as their homes. The results obtained also allow us to conclude that, in general, the students consider that private security can be considered a measure to combat crime, under the precepts of Crime Situational Prevention Theory (PSC) techniques, whose main objective is discourage the practice of crime, that is, prevention, not punishment. It was verified that the services most used by the students regarding private security, incurred by the students, were: vehicle insurance; surveillance, patrols and patrols; introduction of physical barriers (locks, grids, safes, reinforced materials, etc.); and surveillance equipment (electric fence and alarm systems). Among the determinants of private security costs, the most influential were: "Growth of crime and feelings of insecurity" and "Inefficiency of the State in the promotion of public safety." From the theoretical perspective, it is worth noting that the findings of this research confirm the prognostics of the PSC Theory.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43563
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPAC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_dis_icsnascimento.pdf1,25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.