Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43788
Title in Portuguese: Avaliar a reprodutibilidade de método cromatográfico para o isolamento de ácido anacárdico presente no líquido da castanha de caju (LCC)
Author: Costa, Renata Ferreira
Advisor(s): Ricardo, Nágila Maria Pontes Silva
Co-advisor(s): Brito, Edy Sousa de
Keywords: Líquido da castanha de caju (LCC)
Ácido anacárdico
Cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE)
Issue Date: 2019
Citation: COSTA, Renata Ferreira. Avaliar a reprodutibilidade de método cromatográfico para o isolamento de ácido anacárdico presente no líquido da castanha de caju (LCC). 2019. 37 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Química Bacharelado) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2019.
Abstract in Portuguese: O caju é um fruto pertencente à família Anacardiácea, é composto pelo pedúnculo, parte da polpa do fruto (pseudofruto) e a castanha que é o fruto verdadeiro. A casca da castanha de caju é matéria-prima para obtenção do líquido da casca da castanha (LCC), uma substância viscosa de coloração marrom escuro, com importantes aplicações na indústria química e farmacêutica. O LCC é rico em compostos fenólicos de cadeia longa e insaturada, tais como, cardol, cardanol, metil-cardol e os ácidos anacárdicos. Os ácidos anacárdicos são compostos fenólicos, apresentam caráter lipídico resultado de sua cadeia lateral alifática. É considerado um fitoquímico de interesse devido a sua ampla atividade biológica, que compreendem atividades microbicidas, inseticidas e moluscicidas. Estudos recentes mostram resultados positivos da utilização dos ácidos anacárdicos (AcAn) em tratamentos e prevenção de doenças. Por isso, fazem-se necessários estudos para desenvolver métodos capazes de isolar esses compostos no LCC. O presente trabalho tem como objetivos avaliar a reprodutibilidade de método cromatográfico para isolar, identificar e avaliar a produtividade dos AcAn presentes no LCC . Amostras de LCC natural foram solubilizadas em metanol e injetadas em um cromatógrafo líquido de alta eficiência (CLAE-UV/VIS) monitorado a um comprimento de onda de 280 nm, equipado com uma coluna C18 em escala preparativa, utilizando como fase móvel metanol, H2O e ácido acético, em modo isocrático. A produtividade foi de 0,6791, 0,4416 e 1,325 g.h-1por g de adsorvente para os ácidos anacárdicos (15:1), (15:2) e (15:3), respectivamente. O método cromatográfico utilizado foi adequado para isolamento dos ácidos anacárdicos presentes no LCC. O isolamento dos padrões analíticos foi obtido com alta produtividade e baixo consumo de solvente.
Abstract: The cashew is a fruit belonging to the family Anacardiácea, consists of the peduncle part of the pulp of the fruit (pseudofruit) and the chestnut which is the true fruit. Cashew nut shell is a raw material for obtaining chestnut husk liquid (CNSL), a dark brown viscous substance with important applications in the chemical and pharmaceutical industry. CNSL is rich in long chain and unsaturated phenolic compounds, such as cardol, cardanol, methyl-cardol and anacardic acids. Anacardic acids are phenolic compounds, presenting lipid character resulting from their aliphatic side chain. It is considered a phytochemical of interest due to its wide biological activity, which include microbicidal activities, insecticides and molluscicides. Recent studies show positive results of the use of anacardic acids (AnAc) in treatments and prevention of diseases. Therefore, studies are needed to develop methods capable of isolating these compounds in the CNSL. The present work aims to evaluate the reproducibility of chromatographic method to isolate, identify and evaluate the productivity of AnAc present in the CNSL. Samples of natural CNSL were solubilized in methanol and injected into a High Performance Liquid Chromatography (HPLC-UV / VIS) monitored at a wavelength of 280 nm, equipped with a preparative scale C18 column using as the mobile phase methanol, H2O and acetic acid in isocratic mode. The productivity was 0.6791, 0.4416 and 1.325 g.h-1 by each g of adsorbent for the anacardic acids (15:1), (15:2) and (15:3), respectively. The chromatographic method used was adequate for the isolation of the anacardic acids present in the CNSL. The isolation of the analytical standards was obtained with high productivity and low solvent consumption.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43788
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:QUÍMICA - BACHARELADO - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_tcc_rfcosta.pdf1,18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.