Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43844
Title in Portuguese: Produção de compósitos de Hidroxiapatita-Alumina utilizado como sistema para liberação de Ampicilina
Title: Production of Hydroxyapatite-Alumina composites used as a system for the release of Ampicillin
Author: Teixeira, Joelane Maria de Carvalho
Advisor(s): Nogueira, Ricardo Emílio Ferreira Quevedo
Co-advisor(s): Albuquerque, José Silvio Veras
Keywords: Ciência dos materiais
Durapatita
Resinas compostas
Bioceramics
Hydroxyapatite
Composite
Drug
Issue Date: 13-Nov-2018
Citation: TEIXEIRA, J. M. de C. Produção de compósitos de Hidroxiapatita-Alumina utilizado como sistema para liberação de Ampicilina. 2018. 123 f. Tese (Doutorado em Engenharia e Ciência de Materiais)-Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: As cerâmicas de fosfato de cálcio têm merecido lugar de destaque entre as denominadas biocerâmicas por não apresentarem toxicidade local ou sistêmica, ausência de respostas a corpo estranho ou inflamações e aparente habilidade em interagir com o tecido hospedeiro. Dentre este grupo destaca-se a Hidroxiapatita (HA), que é um dos biomateriais a base de fosfato de cálcio mais investigados na pesquisa acadêmica, devido à sua semelhança com a fase inorgânica dos ossos e por apresentar propriedades osteocondutivas. Entre outras aplicações, a hidroxiapatita pode ser utilizada para liberar substâncias ativas no corpo humano, como antibióticos. De todos os biomateriais que possam ser combinados com a hidroxiapatita para melhorar as suas propriedades mecânicas, a Alumina é um material cerâmico que se caracteriza pela sua excelente biocompatibilidade e dureza. O objetivo deste trabalho foi a obtenção de Compósitos Hidroxiapatita/Alumina em diferentes proporções para determinar através de suas caracterizações qual o compósito que apresenta propriedades semelhante ao osso esponjoso para ser utilizado como sistema de liberação de ampicilina. As amostras obtidas foram caracterizadas por Difração de Raios X (DRX), Espectroscopia de Infravermelho (IV), Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) e determinação do tamanho médio de partículas (BET). Também foi realizado o ensaio de citotoxicidade seguindo as normas ISO 10993-5 e ISSO 10993-12. Os compósitos foram caracterizados por DRX, MEV, determinação do Potencial Hidrogeniônico (pH), porosidade aparente e resistência à compressão diametral. Após a caracterização dos compósitos foi utilizado a amostra Hap/15%Al2O3 para incorporação e liberação e ampicilina. O estudo mostrou perfis de liberação diferenciados. Esses resultados podem ser interessantes, pois permite que esse dispositivo de liberação possa ser destinado a diferentes aplicações clínicas que necessitam de tempos distintos para tratamento.
Abstract: Calcium phosphate ceramics have deserved prominence among so-called bioceramics because they lack local or systemic toxicity, absence of foreign body responses or inflammations, and apparent ability to interact with the host tissue. Among this group, the most important is hydroxyapatite (HA), which is one of the calcium phosphate-based biomaterials most investigated in academic research, due to its similarity to the inorganic phase of bones and to have osteoconductive properties. Among other applications, hydroxyapatite can be used to release active substances into the human body, such as antibiotics. Of all the biomaterials that can be combined with hydroxyapatite to improve its mechanical properties, Alumina is a ceramic material characterized by its biocompatibility and hardness. The objective of this work was to obtain Hydroxyapatite / Alumina Composites in different proportions to determine through their characterizations the composite that presents properties similar to the spongy bone to be used as an ampicillin release system. The sintered and sintered powders were characterized by X-ray Diffraction (XRD), Infrared Spectroscopy (IR), Scanning Electron Microscopy (SEM) and the determination of mean particle size (BET). The cytotoxicity assay was also carried out in accordance with ISO 10993-5 and ISO 10993-12. The Composites were characterized by X-ray Diffraction (XRD), Scanning Electron Microscopy (SEM), Determination of Hydrogenion Potential (pH), Apparent Porosity and Resistance to Diametral Compression. After characterization of the composites, the HA-15 sample was used for incorporation and release and ampicillin. The study showed differentiated release profiles. These results may be of interest because it allows this release device to be intended for different clinical applications requiring different treatment times.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43844
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:DEMM - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tese_jmcteixeira.pdf2,42 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.