Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4417
Title in Portuguese: Estado, política e emancipação humana em Marx
Title: State, politics and emancipation of mankind in Marx
Author: Silva, Antonio Valricélio Linhares da
Arrais Neto, Enéas de Araújo
Macário, Epitácio
Keywords: Estado
Política
Emancipação humana
State
Politics
Emancipation of Mankind
Issue Date: 2012
Publisher: http://www.revistalabor.ufc.br
Citation: SILVA, Antonio Valricélio Linhares da; ARRAIS NETO, Enéas de Araújo; MACÁRIO, Epitácio. Estado, política e emancipação humana em Marx. Revista LABOR, Fortaleza, v.1, n. 7, 2012, p.159-169.
Abstract in Portuguese: Neste breve ensaio faremos uma incursão sobre dois importantes escritos de Marx, Sobre a questão judaica (MARX, 2010) e Glosas críticas marginais ao artigo “O rei da Prússia e a Reforma Social”. De um Prussiano (1995). Fazendo uma síntese destes escritos, abordaremos a relação entre a natureza do Estado e da política, seus limites e a questão da emancipação humana. Assim, compreender a emancipação humana, isto é, a efetivação da liberdade real do homem, sua afirmação existencial concreta enquanto ser genérico, um ser que cria a cultura e a si mesmo conscientemente, portanto livre da alienação, é um desafio atual, não só porquesua antítese permanece, mas também porque ainda é mal entendida quanto às origens de sua negação e a forma de superação radical dos males que se sobrepõem a ela. Consideramos, portanto, a partir da leitura das referidas obras, em particular quanto à relação entre a natureza do Estado e da política, em contraponto a emancipação humana, que Marx não apresenta como alternativa ao Estado burguês, por exemplo, outro tipo de Estado ou um Estado sob outra direção, mas afirma a necessidade da superação do próprio Estado moderno, tendo em vista o fato de este corresponder à própria negação da universalidade real do homem.
Abstract: In this brief assay we will make an incursion over two important writings of Marx, On the Jewish Question (MARX, 2010) and Critical Notes on the Article "The King of Prussia and Social Reform. By a Prussian (1995). Making a synthesis of these writings, we will approach relation among State and politics nature, its limits and the issue of emancipation of mankind. Thus, comprehending emancipation of mankind, namely, effectivation of real freedom of mankind, its concrete, existential affirmation while generic being, an one that creates culture and himself consciously, so free of alienation, is a current challenge, not just because its antithesis remains, but also because it’s misunderstood yet regarding its negation’s origins and the way of radical overcoming evils that overlap it. We consider, so, from the reading of referred works, particularly to relation among State and politics nature, in counterpoint to human emancipation, that Marx doesn’t present like alternative to bourgeois State, for example, another kind of State or an one under other direction, but claims the need of overcoming by modern State itself, due to the fact that this corresponding to own negation of real man’s universality.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4417
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 19835000
Appears in Collections:PPGEB - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_Art_AVLSilva.pdf280,21 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.