Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46059
Title in Portuguese: Validação do immunoblot para detecção do h. pylori e avaliação da resposta humoral à infecção em uma comunidade urbana de Fortaleza
Title: Immunoblot validation for h detection. pylori and evaluation of humoral response to infection in an urban fortress community
Author: Oliveira, Francisco Josemar Alves
Advisor(s): Campelo, Lúcia Libanez Bessa
Keywords: Helicobacter pylori
Western Blotting
Issue Date: 31-May-2012
Citation: OLIVEIRA, F. J. A. Validação do immunoblot para detecção do h. pylori e avaliação da resposta humoral à infecção em uma comunidade urbana de Fortaleza. 2012. 67 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médico-Cirúrgicas) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012.
Abstract in Portuguese: A infecção por H. pylori se apresenta como uma das infecções mais prevalentes no mundo, infectando cerca de metade da população mundial, e está relacionada diretamente com as principais afecções gástricas. Sabe-se que a infecção é adquirida ainda na infância e tem longo curso de duração. O Immunoblot é um método imunoenzimático, não invasivo, que se mostra como uma ferramenta importante para estudar a resposta humoral contra patógenos, inclusive o H. pylori, essa técnica é muito relevante em estudos epidemiológicos. O objetivo deste estudo foi validar a técnica de Immunoblot, para detecção de anticorpos contra os antígenos do H. pylori, utilizando como padrão ouro o Teste Respiratório (TRU-13C) e o PCR, e avaliar o perfil da resposta humoral em indivíduos residentes na comunidade Parque Universitário. Os antígenos foram extraídos de cepas isoladas e purificadas a partir de biópsias gástricas de pacientes dispépticos. O Immunoblot foi validado com soro de 46 indivíduos, que tinham realizado previamente TRU-13C e PCR para os genes ureA, vacA e cagA. A sensibilidade foi de 100,0%, Especificidade de 83,3%, Valor Preditivo Positivo de 97,6%, Valor Preditivo Negativo de 100%, Likelihood ratio positivo: 6,00, Likelihood ratio negativo: 0,00. Após o método ser validado, foi verificado a imunoreatividade ao H. pylori em 108 indivíduos, onde foi encontrada uma soroprevalência de 87,0%. Esta população apresentou 78,7% de soropositividade para a proteína VacA e 33,3% para a CagA. O Immunoblot mostrou-se uma excelente técnica para identificar infecções prévias ou ativas do H. pylori, por apresentar alta sensibilidade e especificidade. A soropositividade para a VacA foi alta e para a CagA foi moderada, revelando assim o perfil de expressão destas citotoxinas pelas cepas circulantes na população estudada. Palavras-chave: H. pylori; Immunoblot; Proteínas VacA e CagA.
Abstract: Infection by H. pylori is presented as one of the most prevalent infections in the world, infecting nearly half the world population, and is directly related to the major gastric disorder. It is known that infection is acquired in infancy and have long duration course. The Immunoblotting is an enzyme immunoassay, noninvasive, which shows itself as an important tool to study the humoral immune response against pathogens, including H. pylori. This technique is very important in epidemiological studies. The aim of this study was to validate the Immunoblotting technique for detection of antibodies against the antigens of H. pylori, using the gold standard with 13C-urea breath test (13C-UBT) and PCR. And to evaluate the profile of the humoral immune response in individuals living in the community University Park. The antigens were extracted and purified from strains isolated from gastric biopsies of dyspeptic patients. The immunoblotting was validated with sera from 46 individuals who had previously conducted 13C-UBT and PCR for genes ureA, vacA and cagA. The sensitivity was 100.0%, specificity 83.3%, Positive Predictive Value 97.6%, Negative Predictive Value of 100%, Positive Likelihood ratio: 6.00, negative Likelihood ratio: 0.00. After the validated method was verified immunoreactivity to H. pylori in 108 patients, which found a prevalence of 87.0%. This population showed a 78.7% positive for VacA protein and 33.3% for CagA. The Immunoblotting was shown to be an excellent technique to identify active or previous infection of H. pylori, due to its high sensitivity and specificity. Seropositivity was high for VacA and the CagA was moderate, thus revealing the expression profile of these cytotoxins by strains circulating in the population studied. Keywords: H.pylori; Immunoblot; VacA and CagA protein.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46059
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DCIR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_dis_fjaoliveira.pdf3,32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.