Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46557
Title in Portuguese: Estratégias para o aprimoramento competitivo de minifábricas processadoras de castanha de caju: um estudo de caso
Author: Pires, Otavio Augusto Lima
Advisor(s): Mera, Ruben Dario Mayorga
Co-advisor(s): Pessoa, Pedro Felizardo Adeodato de Paula
Keywords: Agroindústria
Castanha de caju
Competitividade
Issue Date: 2004
Citation: PIRES, O. A. L. Estratégias para o aprimoramento competitivo de minifábricas processadoras de castanha de caju: um estudo de caso. 2004. 85 f. Dissertação (Mestrado em Economia Rural) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2004.
Abstract in Portuguese: As minifábricas processadoras de castanha de caju constituem excelente alternativa para geração de emprego e renda no meio rural, mediante a agregação de valor às castanhas de caju produzidas pelos produtores rurais. Estudiosos do assunto minifábrica afirmam que existem, implantadas no Nordeste Brasileiro, 150 minifábricas, com capacidade instalada de aproximadamente 24.000 toneladas de castanha de caju, capazes de gerar 3.000 empregos diretos. Embora as minifábricas processadorass de castanha de caju representem um importante avanço tecnológico no agronegócio caju no Nordeste do Brasil, estima-se que apenas 50% das minifábricas implantadas estão em funcionamento. Pesquisadores da EMBRAPA – Agroindústria Tropical e empresários envolvidos com o negócio minifábrica supõem que estes empreendimentos estão parados em razão principalmente, de dois fatores: o primeiro é atribuído à deficiência no planejamento e na gestão do investimento permanente e circulante, enquanto o segundo consiste na desarticulação dos elos da cadeia produtiva da amêndoa de castanha de caju. Diante deste contexto, o presente estudo objetivou identificar estratégias capazes de elevar a competitividade de minifábricas processadoras de castanha de caju, mediante uma maior articulação entre minifábricas e fornecedores de materia-prima e um melhor planejamento e gestão dos seus investimentos. Para a realização deste estudo, foram selecionados duas empresas indicadas por pesquisadores da Área de Negócios tecnológicos da EMBRAPA – Agroindústria Tropical. Estas empresas são utilizadas atualmente como unidades demonstrativas do sistema alternativo de processamento de castanha de caju, denominado minifábrica. Podem ser destacadas basicamente duas formas de articulação entre minifábricas processadores de castanha de caju e seus fornecedores de matéria-prima: uma tradicional e outra inovadora. Estas duas formas sem diferenciam pelos preços e prazos praticados na compra de matéria-prima. Na forma inovadora, as minifábricas compram castanha de caju a prazo por um preço diferenciado (preço de mercado + 20%), ou seja, o pagamento da castanha é realizada após a comercialização da amêndoa de castanha de caju (ACC). Na forma tradicional, pagam o preço de mercado à vista. Uma das minifábricas selecionadas para este estudo já adota a forma de articulação inovadora e também se diferencia da forma tradicional pela utilização de mão-de-obra temporária na maioria das etapas do seu processo produtivo. Com a contratação de mão-de-obra temporária, a participação do custo fixo no seu custo total é bastante reduzida, viabilizando o seu funcionamento durante 06 (seis) meses ao ano, época que corresponde à safra de castanha de caju. Estas estratégias possibilitaram à minifábrica reduzir de forma considerável o seu investimento com estoque de matéria-prima. Na minifábrica que se articula de forma tradicional com seus fornecedores e não utiliza mão-de-obra temporária em seu processo produtivo, a participação do custo fixo no seu custo total é bastante expressiva. Esta estrutura de custo total inviabiliza o seu funcionamento apenas durante a safra da castanha de caju. Assim, é necessária a formação de grande volume de estoque de matéria-prima para o seu funcionamento na entressafra da castanha de caju. Com base no cálculo do retorno sobre o investimento (RSI) das duas minifábricas, conclui-se que a mais rentável é aquela que adota uma forma inovadora de articulação com seus fornecedores de castanha de caju. Com relação ao planejamento e a gestão do investimento permanente e circulante, pode-se afirmar que, mesmo sendo considerados empreendimentos bem-sucedidos, as minifábricas analisadas obtiveram ganhos significativos de rentabilidade com o redimensionamento dos seus investimentos permanente em máquinas e equipamentos. Com base nos resultados obtidos, pode-se concluir que melhorias no processo de articulação entre minifábricas e produtores de castanha de caju, associadas a um melhor planejamento e gestão dos seus investimentos , são de extrema importância para o aprimoramento da competitividade das minifábricas processadoras de castanha de caju implantadas no Nordeste do Brasil.
Abstract: The mini-factories processing cashew nuts constitute na excellent alternative for generating employment and incomes, trough the aggregation of value to the cashew nuts produced by rural producers. Scholars of the them have steted 150 mini-factories have been implanted in the Northeast of Brazil, with installed capacity for 24.000 tons of cashew nuts, able to beget 3.000 direct jobs. Although those mini-factories represent an important technological advance in cashew business in the Brazilian Northeast, it is estimated that only 50% of the mini-factories are operating. Researchers from EMBRAPA – Tropical Agroindustry ans also undertakers envolved in the mini-factory business supose that the investaments have stuck mostly due to these two factors: first one is the deficiency in planning and managing the permanent and circulation investment; in second comes the disarticulation of the links in the cashew nuts productive chain. Befor this context, the presenting writing focused the identification of strategies able to increase competitivity of mini-factories and row material providers, besides a better planning and management of their invesdtment. For the accomplishment of this study, two corporations were selected as indicated by researchers of the Technological Business Área of EMBRAPA – Tropical Agroindustry. Both corporations are nowadays used as demonstrative of the cashew nuts making-up alternative system, named mini-factory. Two ways of articulation between the mini-factories producing cashew nuts and their row material suppliers can be detached, one of them traditional and the other one innovating. The difference is settled by prices and time practiced in the purchase. In the innovating modality, the mini-factories purchase cashew nuts on time and by a distinguished, price, which is market-price plus 20%, só that payment takes place after the trading of the nuts. In the traditional modality, the market-price is paid on demand. One of the mini-factories watched by this study adopts the innovating form of articulation and it also works differenrly from the traditional way by making use of terminal worlmanship in most stages of the productive process. By hiring terminal workmanship, it induces the participation of fixed cost at the prime cost to become rather low, making feasible its operation 6 months a year, which corresponds to the cashew nut harvest. Such strategies make possible for the mini-factory to considerally reduces its investment on stockpile. In the mini-factory traditionally articulated with the suppliers and that does not use terminal workmanship in the productive process, the participation of fixed cost at the prime cost is pretty expressive. This prime cost structure makes impracticable its operation exclusively during the harvest. Therefore, its working along the mid-harvest demands a great volume of stockpile. Based o the calculation of the return over the investment of both mini-factories, the study concludes that the most profitable modality is the innovating one, articulated with the row material providers. With regard to the planning and management of the permanent and circulating investment, even considering the analised mini-factories as succeeded enterprises, they have obtained significant gains of profitabilitu by following a new dimension for their permanent investments in machinery and equipments. In front of the result, the betterments in the process of articulation between mini-factories and cashew nit providers, associated to a better planning and managemenet of the investments, can be pointed as items of extreme important to the improvement of competitivity of the mini-factories processing cashew nuts in the Northeast of Brazil.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46557
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DEA - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2004_dis_oalpires.pdf17,11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.