Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46585
Title in Portuguese: Avaliação do potencial anticárie de lectinas vegetais
Author: Teixeira, Edson Holanda
Advisor(s): Cavada, Benildo Sousa
Keywords: Lectinas
Cárie dental
Bactérias
Biofilmes
Issue Date: 2005
Citation: TEIXEIRA, Edson Holanda. Avaliação do potencial anticárie de lectinas vegetais. 2005. 106 f. Tese (Doutorado em Bioquímica) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2005.
Abstract in Portuguese: Nas últimas décadas, temos acompanhado um avanço muito grande em relação à etiologia e à prevenção da cárie dentária, mas, mesmo assim, dados epidemiológicos têm demonstrado que esta continua sendo, dentro da odontologia, a doença de maior prevalência. Um dos fatores etiológicos mais importantes da cárie são os microorganismos de origem bacteriana que formam um biofilme patogênico que se adere à superfície dental, de modo a produzir ácidos que levam a desmineralização do esmalte dental .Os microrganismos não se depositam ou aderem diretamente à superfície do esmalte dental, mas se ligam a uma fina camada acelular composta por proteínas salivares e outras macromoléculas que recobrem as superfícies dentárias, denominada película adquirida. As bactérias interagem com a película adquirida através de uma série de mecanismos específicos, dentre eles a interação do tipo lectina. Lectinas são proteínas de origem não imune, possuindo pelo menos um domínio não catalítico de ligação a carboidrato e capazes de ligar-se a mono ou oligossacarídeos específicos. A adesão bacteriana envolve as adesinas localizadas na superfície bacteriana e os receptores na película .0 objetivo dessa tese foi avaliar possível potencial idade anticariogênica das lectinas de sementes de Cana valia brasiliensis, Dioclea violacea, Lonchocarpus sericeus e Vatairea macrocarpa, e das lectinas isoladas das algas vermelhas Bryothamnion seaforthii e Bryothamnion triquetrum. Os resultados demostram que as lectinas são capazes de interagir com a película adquirida e que as lectinas de algas interagem mais fortemente do que as outras lectinas estudadas. No estudo de inibição da adesão bacteriana a película "in vitro" verificamos que as lectinas estudadas são efetivas contra as seguintes cepas: Streptococcus mutans, S.sobrinus, S.sanguis, S.oralis e S.mitis. As lectinas de sementes de Canavalia ensiformis, C.brasiliensis, Dioclea violacea, Lonchocarpus sericeus e Vatairea macrocarpa foram ,também, eficientes em inviabilizar unidades formadoras de colônias de S.mutans após um contato prévio a incubação. Os dados encontrados apontam para um grande potencial anticárie dessas molélulas sendo possível sua utilização destas tanto como ferramentas de estudo na caracterização glicídica de película adquirida, quanto na profilaxia, visto que existem dois mecanismos de ação potencialmente eficazes: a inibição da adesão bacteriana a PAE e o efeito antibacteriano. Finalmente, o presente estudo indica a necessidade de estudos com aprofundamento em cada uma das lectinas, assim como a utilização de modelos de biofilmes mais fidedignos, experimentação "in vivo", testes de citotoxidade de lectinas e protocolos em humanos para que se possa pensar na inserção de uma ou mais lectinas em um produto importante na prevenção da cárie e da doença periodontal.
Abstract: During the past few deeades has been established a great advanee related to the etiology and dental earie prevention. However, epidemiologie data have demonstrated that it continues to be the most prevalent disease among ali others in odontology. One important etiologie faetor for this disease is the formation of a pathogenie baeteria biofilm that adheres to the dental surfaee, produeing aeids that lead to dental enamel demineralization. These baeteria not adhere direetly to dental enamel surface , but bind to a thin non eellular layer composed by saliva proteins and other maeromoleeules that reeover dental surfaee, this layer is named aequired pelliele. Bactéria interaet with this layer through several speeifie meehanisms and the leetinie interaetion is one of them. Leetins are proteins from non-immune origin that have at least one non-eatalitie domain whieh binds reversibly to speeifie carbohydrates. Sacterial adherenee involves adhesins loeated in the baeteria surfaee and pelliele reeeptors. This thesis aimed to evaluate the possible anti cariogenie potential of leetins extraeted from Cana valia brasiliensis, Dioclea violacea, Lonchocarpus seríceus and Vaitarea macrocarpa seeds and from red marine algae Bryothamnion seaforthii and Bryothamnion triquetrum. The results show that leetins are able to interaet with the aequired pelliele and that algae leetins are the ones among ali tested whieh have the stronger interaetion. In the baeteria adhesion inhibition assay its been verified that the leetins tested are effeetive against the following strains: Streptococcus mutans, S.sobrinus, S.sanguis, S.oralis and S.mitis. Leetins from Cana valia ensiformis, C.brasiliensis, Dioclea violacea, Lonchocarpus sericeus and Vatairea macrocarpa seeds were also able to make the S.mutans eolony forming units not viable, after having a previous eontaet before the ineubation. The results found point out to a great anti earies potential of these moleeules, giving subsides to a possible use as tools in earbohydrate eharaeterization of the aequired pellicle and in prophylaxis, sinee they aet through two meehanisms potentially effeetive: inhibiting baeteria adherenee to the aequired pellicle and antibaeterial effeet. At last, the present work indieates that further studies are needed with emphasis in whieh one of the leetins; these studies should use other biofilm models (that may retraet beUer the mouth environment), "in vivo" experimentation, leetins eytotoxieity assays and the development of a protoeol for human use. These assays are fundamental to allow the use of one or more of these proteins in produets that prevent earies and periodontal disease.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46585
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:DBBM - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2005_tese_ehteixeira.pdf57,72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.