Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46889
Title in Portuguese: Valores normais da junção esofagogástrica em repouso e durante manobras inspiratórias padronizadas pela manometria de alta resolução
Title: Normal values of the esophagogastric junction at rest and during inspiratory maneuvers standardized by high resolution manometry
Author: Figueiredo, Alessandra Maia Furtado
Advisor(s): Souza, Miguel Angelo Nobre
Keywords: Diafragma
Manometria
Junção Esofagogástrica
Issue Date: 26-Apr-2018
Citation: FIGUEIREDO, A. M. F. Valores normais da junção esofagogástrica em repouso e durante manobras inspiratórias padronizadas pela manometria de alta resolução. 2018. 100 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médico-Cirúrgicas) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza 2018.
Abstract in Portuguese: A competência da JEG depende da integridade e interação de requisitos importantes, como: esfíncter esofágico inferior intrínseco, compressão extrínseca do EEI pelo diafragma crural, localização intra-abdominal do EEI, complacência da JEG, integridade do ligamento frenoesofágico e manutenção do ângulo de His. Mudanças na contração da crura diafragmática geram incrementos da pressão da junção esofagástrica. Durante a inspiração profunda há aumento da pressão, que varia de 50 a 150 mmHg. Objetivos: Avaliar a função motora na JEG durante a respiração de repouso e durante as manobras inspiratórias padronizadas de Manobra de Respiração profunda controlada por tempo (RCT) e Manobra Threshold em voluntários saudáveis pela Manometria Esofágica de Alta Resolução (MAR). Método: A amostra foi formada por 31 voluntários saudáveis, assintomáticos que realizaram a MAR para mensuração dos parâmetros relacionados com a contribuição do diafragma crural na pressão da JEG além das variáveis da motilidade da JEG e EEI de acordo com a Classificação de Chicago versão 3.0. Resultados: a média de idade dos voluntários foi 34,14 ±11,19 anos. Os resultados foram apresentados por gênero e faixa etária. O peso médio foi 69,75 ± 14,33 Kg. A média do IMC dos 31 voluntários foi 25,71 ±4,45 Kgcm2 com mediana 25,9 Kgcm2. A média da Pimáx e mediana foram -99,66 ± 29,35 cmH2O e -97,05 cmH2O. As variáveis Atividade da JEG e CI-JEG aumentaram à medida que existiu incremento de carga inspiratória, houve exceção para esse aumento quando a carga foi limitada para TH48. A Pimáx não se correlacionou com as variáveis CI-JEG, AT-JEG e Pmáx na JEG. O deslocamento axial (DS) correlacionou-se com a manobra TH12. A média da Pressão integral de relaxamento (IRP) foi 9,91± 5,37mmHg. A DL média encontrada no estudo foi 6,83 ± 1,22s. Conclusão: A Pimáx, apesar de ser uma medida fácil de ser reproduzida, no presente estudo não se correlacionou com as variáveis: deslocamento axial (DS), Pressão máxima na JEG, CI-JEG e AT-JEG. O deslocamento axial correlacionou-se com a Atividade da JEG durante Manobra TH12 cmH2O. Em indivíduos saudáveis, o diafragma crural demonstrou resistir a incrementos de cargas inspiratórias. Palavras-chave: Diafragma. Manometria. Junção Esofagogástrica.
Abstract: The competence of JEG depends on the integrity and interaction of important requirements, such as: intrinsic lower esophageal sphincter, extrinsic compression of the LES by the crural diaphragm, intra-abdominal localization of the LES, JEG compliance, brainstem esophageal ligament integrity and His. Changes in the contraction of the diaphragmatic crème generate increases in the pressure of the esophagastric junction. During deep inspiration there is increased pressure, which ranges from 50 to 150 mmHg. Objectives: To evaluate JEG motor function during resting breathing and during standard inspiratory maneuvers of Time Controlled Deep Respiration Maneuver (TCDRM) and Threshold Maneuver in healthy volunteers by High Resolution Esophageal Manometry (HRM). Method: The sample consisted of 31 healthy asymptomatic volunteers who performed HRM for the measurement of the parameters related to the contribution of the crural diaphragm to the JEG pressure in addition to the JEG and IES motility variables according to the Chicago Classification version 3.0. Results: the mean age of the volunteers was 34.14 ± 11.19 years. The results were presented by gender and age group. The mean weight was 69.75 ± 14.33 kg. The mean BMI of the 31 volunteers was 25.71 ± 4.45 Kgcm2 with a median of 25.9 Kgcm2. The median and median Pimax were -99.66 ± 29.35 cmH2O and -97.05 cmH2O. The variables JEG Activity and CI-JEG increased as there was an increase in inspiratory load, there was an exception for this increase when the load was limited to TH48. Pimax did not correlate with the CI-JEG, AT-JEG and Pmax variables in JEG. The axial displacement (DS) correlated with the TH12 maneuver. The mean Integral Relaxation Pressure (IRP) was 9.91 ± 5.37 mmHg. The mean DL found in the study was 6.83 ± 1.22s. Conclusion: Pimáx, despite being an easy measure to reproduce, did not correlate with the following variables: axial displacement (DS), maximum pressure in JEG, CI-JEG and AT-JEG. Axial displacement correlated with JEG Activity during TH12 cmH2O Maneuver. In healthy subjects, the crural diaphragm has been shown to resist inspiratory loading increments. Keywords: Diaphragm. Manometry. Esophagogastric junction.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46889
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DCIR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_amffigueiredo.pdf4,42 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.