Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/48689
Title in Portuguese: Validação e reprodutibilidade do questionário WHODAS 2.0 (Brasil) para pacientes hemato-oncológicos: dados preliminares
Title: Validation of WHODAS 2.0 questionary (Brazil) for hemato-oncologic pacients: partial data
Author: Mota, Gabrielle Rodrigues Freire
Viana, Soraya Maria do Nascimento Rebouças
Mont’Alverne, Daniela Gardano Bucharles
Advisor(s): Mont’Alverne, Daniela Gardano Bucharles
Co-advisor(s): Viana, Soraya Maria do Nascimento Rebouças
Keywords: Qualidade de Vida
WHODAS 2.0
Issue Date: 2-Dec-2019
Citation: MOTA, G. R. F. ; VIANA, S. M. N. R. ; MONT’ALVERNE, D. G. B. Validação e reprodutibilidade do questionário WHODAS 2.0 (Brasil) para pacientes hemato-oncológicos: dados preliminares. 2019. Artigo (Graduação em Fisioterapia) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceara., Fortaleza, 2019.
Abstract in Portuguese: Objetivo: Validar a versão do WHODAS 2.0 para pacientes hemato-oncológicos. Materiais e Métodos: Estudo de validação realizado no período de julho à outubro de 2019 com indivíduos portadores de doenças hemato-oncológicas do Ambulatório de Pré-Transplante de medula óssea do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (HEMOCE). Foram aplicados os questionários do WHODAS 2.0, SF-36 e o teste do Time Up and Go (TUG). O questionário WHODAS 2.0 foi reaplicado após 1 semana. Para comparar os dois momentos da avaliação do WHODAS 2.0 foi aplicado o teste t, para as correlações foi utilizado o teste de Spearman. Resultados: Foram avaliados 11 indivíduos, sendo a maioria mulheres (n=7), portadores de Mieloma Múltiplo (n=7), com média de idade de 49,3 ± 11,1 anos. Não foi evidenciado nenhuma diferença estatística quando comparado a primeira com a segunda avaliação em nenhum dos domínios no WHODAS 2.0 (p>0,05). Os aspectos relações interpessoais (15,90 ± 16,44) e autocuidado (17,27 ± 16,18) foram os que apresentaram menor disfunção e os aspectos de atividades de trabalho (57,79 ± 31,37) e atividades de vida (51,89 ± 27,91) os que apresentaram maiores disfunções. Houve forte relação da idade com o questionário WHODAS 2.0, com o TUG e com os aspectos funcionais do SF-36. Conclusão: Os dados parciais do estudo mostraram a confiabilidade e eficiência do instrumento WHODAS 2.0 para avaliar funcionalidade e disfunções presentes no perfil de pacientes hemato-oncológicos, necessitando porém, de um número amostral maior para indicar validação do questionário para esse grupo de indivíduos.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/48689
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:FISIOTERAPIA - Artigos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_art_grfmota.pdf236,97 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.