Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4884
Title in Portuguese: Diagnóstico espacial da mobilidade e da acessibilidade dos usuários do sistema integrado de transporte de Fortaleza
Title: Spatial diagnosis on user mobility and accessibility in Fortaleza's integrated transit system
Author: Henrique, Camila Soares
Advisor(s): Loureiro, Carlos Felipe Grangeiro
Keywords: Transportes
Transporte público
Issue Date: Sep-2004
Citation: HENRIQUE, C. S. Diagnóstico espacial da mobilidade e da acessibilidade dos usuários do sistema integrado de transporte de Fortaleza. 2004. 165 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Transportes)–Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2004.
Abstract in Portuguese: O Sistema Integrado de Transporte de Fortaleza (SIT-FOR), assim como os demais sistemas urbanos de transporte público por ônibus do país, vem passando por uma crise com significativa perda de seus passageiros aolongo dos últimos anos. Mesmo diante da forte concorrênciade modais alternativos,esta quedana demanda está basicamente associada a problemas diretamente relacionados com a mobilidade da população, principalmente a derenda mais baixa, que não tem mais o mesmo acesso aos ônibus municipais e metropolitanos, seja pelosconstantesaumentos de tarifa, em contraposiçãoà reduçãodo seu poder aquisitivo, como também em função das configurações espaciais dos sistemas de atividades e de transportes. Diante desta problemática, esta pesquisa apresenta uma metodologia dediagnósticoda mobilidade e acessibilidade dos usuários do transporte público que tem como objetivo identificaro padrão de distribuiçãoespacial dessas variáveis, assim como de variáveis sócio-econômicas e de uso dosolo, candidatas a explicarem o fenômeno da autocorrelação espacial detectada na quantidade de deslocamentos realizados diariamente neste sistema. A aplicação desta metodologia para o caso do SIT-FOR, utilizando o ferramental de análise espacial exploratória em áreas no nível de zonas de tráfego, permitiu caracterizar deforma eficaz o comportamento espacial da mobilidade e da acessibilidade dos seus usuários cativos. Mesmo com as limitações impostas pelo uso de uma matriz O/D agregada, pode-se concluir que a análise espacial das variáveis consideradas indicou uma forte correlação entre a renda desses usuários e a sua intensidade de utilização do sistema, bem como evidenciou o efeito negativo sobre a mobilidade quando os usuários residem em áreas com serviço de transporte deficiente. Recomenda-se a consideração destas edeoutras variáveis sócio-econômicas, de transportes e de uso do solo, no desenvolvimento de modelos confirmatórios de estatísticaespacial como forma de entender melhor e intervir positivamente no fenômeno da mobilidade urbana.
Abstract: Fortaleza’s Integrated Public TransitSystem (SIT-FOR), as well as other urban public transit systems inthe country, is going through a period of crisis with significant losses of its passengers in the latest years. Even facing strong competition from alternative modes, this drop in the demand isbasically associated with problems directly related to the population’s mobility, mainly the ones with the lowest incomes, who do not have the same level of accessibility to thecity and metropolitan bus systems, either due toconstantfare increases, in contrast to thereduction ofits purchasing power, and also because of the spatial configuration of the activity and transport systems. Considering such a problematic context,this research presents a methodology for diagnosing the public transit users’ mobility and accessibility spatial patterns, as well as thespatial distribution ofsocial-economic and landuse variables, candidates toexplain the phenomenon of spatial autocorrelation in the total amount of daily trips loading the system. The use of sucha methodology for analyzing the SIT-FOR, by applying exploratory spatial analysis tools in the traffic zone levels, allowed to efficiently characterize the spatial behavior of captive users’ mobility and accessibility patterns. Even dealing with the limitations of an aggregate O/D matrix, it could be concluded that the spatial analysis of the considered variables indicated a strong correlation between the users’ income and their level of system’s usage, as well asit was clearly detected thenegative effect upon mobility of users living in areas with poor transport services. It is recommended the consideration of these and other social-economic, transport and land use variables inthe development of spatial statistics confirmatory models as a means of better understanding and positively acting in the phenomenon of urban mobility.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4884
Appears in Collections:DET - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2004_dis_cshenrique.pdf2,26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.