Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4948
Título: Três ensaios sobre a economia da corrupção
Autor(es): Campos, Francisco de Assis Oliveira
Orientador(es): Pereira, Ricardo Antonio de Castro
Coorientador(es): Castelar, Luiz Ivan de Melo
Palavras-chave: Corrupção
Bem estar
Data do documento: 2012
Citação: CAMPOS, F.de A. O. (2012)
Resumo: A presente tese consiste de três ensaios na área da economia da corrupção, sendo que o primeiro ensaio mostra os principais enfoques econômicos direcionados ao fenômeno da corrupção, principalmente quanto à relação causa-efeito, abordando as pesquisas mais referenciadas sobre a economia da corrupção. O segundo ensaio estima, por meio de um modelo econométrico, o impacto de um conjunto de variáveis sobre a probabilidade de que determinado município brasileiro seja classificado como de alta tendência à corrupção ou de baixa tendência à corrupção, a partir das irregularidades identificadas nos relatórios de fiscalização da Controladoria-Geral da União - CGU, que foram usadas para especificar a variável dependente do modelo logit. Os resultados mostraram que os municípios que apresentam tendência alta à corrupção são aqueles que recebem muitas transferências de recursos com relação ao seu orçamento, o controle social tem fraca atuação, tem baixo nível de desenvolvimento municipal, não são de baixa densidade demográfica e são vizinhos de municípios com problemas de corrupção. Por fim, o terceiro ensaio analisa a corrupção a partir de um modelo de equilíbrio geral calibrado para o Brasil, tendo como foco os agregados macroeconômicos, em especial produto e investimento, e o bem-estar para o agregado da economia. Também é examinada a possibilidade de existência de tradeoffs entre corrupção e ineficiência. Os resultados dos exercícios contrafactuais realizados mostram que quando há algum aumento da corrupção o investimento e o produto se reduzem no longo prazo, exceto quando ocorre um aumento apenas na corrupção dos investimentos das estatais. Quanto ao bem-estar, uma eliminação ou redução da ineficiência resulta em um incremento do bem-estar, exceto para o caso em que o exercício verificou os efeitos na eliminação da ineficiência e corrupção no componente consumo público, cujo resultado foi uma redução no bem-estar. Por outro lado, sempre que se simulou aumento da ineficiência, o resultado foi uma queda do bem-estar. Por fim, com relação ao possível tradeoff, os resultados encontrados nas simulações indicam que há uma redução do produto no longo prazo, em que pese o bem-estar aumentar.
Abstract: This thesis consists of three essays in the area of economics of corruption, the first of which shows the main economics approaches directed to the phenomenon of corruption, particularly regarding the cause-effect relationship, addressing the most referenced researchs on the economics of corruption. The second essay estimates through an econometric model, the impact of a set of variables on the probability of a given Brazilian municipalitie to be classified as high tendency to corruption or low tendency to corruption, from the irregularities identified in supervision reports of the Controladoria-Geral da União - CGU, which were used to specify the dependent variable of the logit model. The results showed that the municipalities that have high tendency to corruption are those that receive a lot of resource transfers with respect to their budget, they also have poor-performanced social control and low-leveled municipal development, they are not sparsely populated and they have as neighbours municipalities with corruption problems. Finally, the third essay examines corruption from a general equilibrium model calibrated to Brazil, focusing on macroeconomic aggregates, in particular output and investment, and welfare for the aggregate economy. Also examined is the possibility of tradeoffs between corruption and inefficiency. The results of the conducted counterfactual exercises show that when there is a rise in corruption, investment and product are reduced in the longterm. As for welfare, a reduction or elimination of inefficiency results in a welfare increase, except for the case where the exercise verified the effects on inefficiency and corruption elimination in government consumption component, which resulted in a welfare reduction. On the other hand, whenever the increase of inefficiency was simulated, the result was a welfare decrease. Finally, regarding the possible tradeoff, the results found in the simulations indicated a reduction of output in the long-term, although the welfare increases.
Descrição: CAMPOS, Francisco de Assis Oliveira. Três ensaios sobre a economia da corrupção. 2012. 183 f. Tese (doutorado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Fortaleza-CE, 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4948
Aparece nas coleções:CAEN - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_tese_faocampos.pdf841,21 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.