Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5046
Título: Quitosana/Alginato epoxilado com corantes imobilizados como potencial fase estacionária para purificação de IgG do soro humano
Título em inglês: Chitosan/alginate epoxilated with dyes immobilized as a potential stationary phase for IgG purification from human serum
Autor(es): Gondim, Diego Romão
Orientador(es): Silva Junior, Ivanildo José da
Coorientador(es): Adriano, Wellington Sabino
Palavras-chave: Engenharia química
Imunoglobulinas
Cromatografia
Data do documento: 27-Jul-2012
Citação: GONDIM, D. R. (2012)
Resumo: As imunoglobulinas são proteínas do soro humano que despertam maior interesse em sua utilização devido às inúmeras funções diagnósticas e terapêuticas. Pesquisas nessa área contemplam assuntos de âmbito técnico científico, beneficiando setores carentes no nosso país no quesito da saúde humana. Nesse contexto, o presente trabalho teve por finalidade avaliar o potencial da matriz quitosana/alginato epoxilado (QAE) com corantes reativos imobilizados, na purificação de IgG humana utilizando a técnica por cromatografia de afinidade. Os corantes Cibacron Blue F3GA, Reativo Verde 5 (Procion HE-4G) e o Reativo Azul 4 (Procion Blue MX-R) foram imobilizados nas partículas de quitosana/alginato epoxilada e não foi observado desprendimentos desses corantes nos ensaios cromatográficos. A matriz de QAE com e sem corantes imobilizados foram caracterizados por Espectroscopia de Infravermelho por Transformada de Fourier (FTIR) visando verificar os grupos específicos dos corantes na superfície da matriz. Foi investigado a influência do tipo de tampão e pH na adsorção de IgG de alta pureza. Os materiais apresentaram elevada capacidade de adsorção para diferentes sistemas tamponantes: MOPS (ácido morfolinopropanosulfônico), HEPES (ácido N-2-hidroxietilpiperazino-N’-2-etanosulfônico), MES (4 – ácido morfolinoetanosulfônico) e FS (Fosfato de Sódio). As isotermas de adsorção foram obtidas em sistemas em batelada e os dados experimentais foram bem correlacionados pelos modelos de Langmuir e Langmuir-Freundlich. O adsorvente quitosana/alginato epoxilado com corante Reativo Azul 4 imobilizado apresentou quantidade máxima de adsorção de IgG superior a 180 mg/g, superando os outros materiais. Os três adsorventes apresentaram constantes de dissociação (KD e KDLF) entre 10-5 e 10-6 mol/L. Os ensaios cromatográficos foram realizados com IgG de alta pureza e soro humano diluído 10 vezes e realizaram-se balanços de massas, análises de eletroforeses e quantificação de proteínas totais pelo método de Bradford. Nos ensaios em leito fixo com soro humano necessitou-se de 15,0 mL de soro diluído para a saturação do leito e as amostras coletadas das frações cromatográficas indicaram a purificação de IgG do soro humano através da eletroforese. Entre os três ligantes pseudobiespecíficos (corantes) estudados no presente trabalho, o corante Cibacron Blue F3GA apresentou maior potencial para purificar IgG do soro humano em todos os três tampões analisados, devido a maior seletividade deste por IgG comparado aos demais corantes imobilizados.
Abstract: As imunoglobulinas são proteínas do soro humano que despertam maior interesse em sua utilização devido às inúmeras funções diagnósticas e terapêuticas. Pesquisas nessa área contemplam assuntos de âmbito técnico científico, beneficiando setores carentes no nosso país no quesito da saúde humana. Nesse contexto, o presente trabalho teve por finalidade avaliar o potencial da matriz quitosana/alginato epoxilado (QAE) com corantes reativos imobilizados, na purificação de IgG humana utilizando a técnica por cromatografia de afinidade. Os corantes Cibacron Blue F3GA, Reativo Verde 5 (Procion HE-4G) e o Reativo Azul 4 (Procion Blue MX-R) foram imobilizados nas partículas de quitosana/alginato epoxilada e não foi observado desprendimentos desses corantes nos ensaios cromatográficos. A matriz de QAE com e sem corantes imobilizados foram caracterizados por Espectroscopia de Infravermelho por Transformada de Fourier (FTIR) visando verificar os grupos específicos dos corantes na superfície da matriz. Foi investigado a influência do tipo de tampão e pH na adsorção de IgG de alta pureza. Os materiais apresentaram elevada capacidade de adsorção para diferentes sistemas tamponantes: MOPS (ácido morfolinopropanosulfônico), HEPES (ácido N-2-hidroxietilpiperazino-N’-2-etanosulfônico), MES (4 – ácido morfolinoetanosulfônico) e FS (Fosfato de Sódio). As isotermas de adsorção foram obtidas em sistemas em batelada e os dados experimentais foram bem correlacionados pelos modelos de Langmuir e Langmuir-Freundlich. O adsorvente quitosana/alginato epoxilado com corante Reativo Azul 4 imobilizado apresentou quantidade máxima de adsorção de IgG superior a 180 mg/g, superando os outros materiais. Os três adsorventes apresentaram constantes de dissociação (KD e KDLF) entre 10-5 e 10-6 mol/L. Os ensaios cromatográficos foram realizados com IgG de alta pureza e soro humano diluído 10 vezes e realizaram-se balanços de massas, análises de eletroforeses e quantificação de proteínas totais pelo método de Bradford. Nos ensaios em leito fixo com soro humano necessitou-se de 15,0 mL de soro diluído para a saturação do leito e as amostras coletadas das frações cromatográficas indicaram a purificação de IgG do soro humano através da eletroforese. Entre os três ligantes pseudobiespecíficos (corantes) estudados no presente trabalho, o corante Cibacron Blue F3GA apresentou maior potencial para purificar IgG do soro humano em todos os três tampões analisados, devido a maior seletividade deste por IgG comparado aos demais corantes imobilizados.
Descrição: GONDIM, D. R. Quitosana/Alginato epoxilado com corantes imobilizados como potencial fase estacionária para purificação de IgG do soro humano. 2012. 100 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5046
Aparece nas coleções:DEQ - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_dis_drgondim.pdf1,15 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.