Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5060
Título: Perfil de isolamento microbiano em cães com otite média e externa associadas
Título em inglês: Profile of microorganisms isolated from dogs with associated media and extern otitis
Autor(es): Oliveira, Lis Christina
Cunha, A.M.S.
Brilhante, Raimunda Sâmia N.
Carvalho, Cibele Barreto M.
Palavras-chave: Anti-Infecciosos
Doenças do Cão
Data do documento: Nov-2006
Editor: Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia
Citação: OLIVEIRA, L.C. ; BRILHANTE, R.S.N. ; CUNHA, A.M.S. ; CARVALHO, C.B.M. (2006)
Resumo: Comparou-se o perfil de isolamento microbiano de amostras coletadas de cães com otite média (OM) e externa (OE) associadas. Sessenta e quatro cães com otite média e externa foram avaliados durante 10 meses. Amostras dos condutos auditivos externos foram coletadas com auxílio de swabs estéreis e aquelas do ouvido médio pela técnica cirúrgica da osteotomia da bula timpânica. Os microrganismos foram cultivados e identificados de acordo com os métodos previamente descritos, e a susceptibilidade a antimicrobianos avaliada pelo método de difusão em ágar estabelecido pelo National Committee for Clinical Laboratory Standards. Bactérias anaeróbias estritas não foram isoladas em qualquer amostra. Todas as amostras de OE mostraram crescimento bacteriano e/ou fúngico. Na OM, a positividade nas culturas foi de 48%. Os microrganismos mais isolados na OE foram: Bacillus sp. (26,9%), M. pachydermatis (22,2%) e S. intermedius (21,7%); na OM foram: S. intermedius (32,5%), S. aureus subsp. aureus (22,5%) e bacilos Gram-negativos não fermentadores (10,0%). Observou-se alguma diferença no perfil de isolamento entre os quadros de OM e OE em 96,7% dos animais. Verificou-se elevada resistência de cepas de S. intermedius à penicilina G, ampicilina, eritromicina, tetraciclina e clindamicina.
Abstract: The isolation pattern of samples collected from dogs with both media (OM) and extern otitis (OE) was compared. Sixty-four dogs suffering from those conditions were studied over a 10-month period. Samples from the external ear were collected with sterile swabs while those from the middle ear were collected by osteotomy of the tympanic bulla. The microorganisms were cultured and identified according to methods previously described and to the susceptibility of antimicrobials according to the National Committee for Clinical Laboratory Standards agar diffusion test. Anaerobic bacteria were not isolated in any sample. All samples from OE showed bacterial and/or fungal growth. Concerning media otitis, this percentage was 48%. The most common microorganisms isolated from OE were Bacillus sp. (26.9%), M. pachydermatis (22.2%) and S. intermedius (21.7%) and those from OM were S. intermedius (32.5%), S. aureus subsp. aureus (22.5%) and non-fermentative Gram-negative rods (10.0%). Some difference was observed in the isolation pattern between media and extern otitis in 96.7% of the animals. High resistance rates of S. intermedius strains to penicillin G, ampicillin, erythromycin, tetracycline and clindamycin were found.
Descrição: OLIVEIRA, L.C. ; BRILHANTE, R.S.N. ; CUNHA, A.M.S. ; CARVALHO, C.B.M. Perfil de isolamento microbiano em cães com otite média e externa associadas. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec., Belo Horizonte, v.58, n.6, p.1009-1017, 2006.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5060
ISSN: 0102-0935
Aparece nas coleções:DMC - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006_art_lcoliveira1.pdf182,42 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.