Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5061
Título: Sensibilidade a antimicrobianos e sorotipos de Streptococcus pneumoniae isolados de portadores e de indivíduos com infecção sistêmica em Fortaleza, Brasil
Título em inglês: Antibiotic Resistance and Serotypes of Streptococcus pneumoniae Isolated from Carriage and individuals with Sistemic Infection in Fortaleza, Brazil
Autor(es): Laranjeira, Bruno Jaegger
Orientador(es): Carvalho , Cibele Barreto Mano de
Palavras-chave: Streptococcus pneumoniae
Portador Sadio
Resistência Microbiana a Medicamentos
Sorotipagem
Data do documento: 2010
Citação: LARANJEIRA, B. J. (2010)
Resumo: O Streptococcus (S.) pneumoniae é considerado como o principal agente causador de morbidade e mortalidade em crianças menores de cinco anos de idade. Todas as doenças pneumocócicas começam com o estabelecimento da colonização do S. pneumoniae na nasofaringe, podendo progredir para doença invasiva se as barreiras naturais forem cruzadas. Nas últimas décadas, o aumento do número de cepas de S. pneumoniae resistentes à antibióticos β-lactâmicos e a outras classes de antimicrobianos tem dificultado o tratamento da infecção pneumocócica. Atualmente cerca de 13 sorotipos de S. pneumoniae respondem por mais de 85% dos isolados invasivos. A vacina pneumocócica polissacarídica conjugada 7-valente tem sido amplamente recomendada para crianças menores de cinco anos. Os objetivos desse estudo foram determinar a prevalência de S. pneumoniae em crianças portadoras, a frequência de isolados de S. pneumoniae de indivíduos com infecção sistêmica, o perfil de sensibilidade a antimicrobianos e os sorotipos mais comuns, em Fortaleza, Brasil. Os isolados de portadores foram recuperados a partir de swabs de nasofaringe de crianças usuárias de creches, enquanto que os isolados de infecção sistêmica foram cedidos pelo LACEN-CE. Foram realizadas as Concentrações Inibitórias Mínimas (CIM) para penicilina e ceftriaxona para todos os isolados, e levofloxacina apenas para os isolados de nasofaringe. Os pontos de corte das CIM foram determinados de acordo com o CLSI (2007). As sorotipagens dos isolados sistêmicos foram realizadas pela reação de Quellung, enquanto que a genotipagem capsular dos isolados de portadores foi realizada pela técnica de multiplex PCR. De 215 crianças usuárias de creches, foram isolados S. pneumoniae em 152 (71%). As CIM de 137 isolados de portadores mostraram uma taxa resistência de 71% para penicilina e de 21% para ceftriaxona. Não houve resistência nos testes com levofloxacina. Comparado a um estudo similar, realizado há 10 anos, em Fortaleza, nossos resultados apresentaram um aumento significativo nas taxas de resistência à penicilina e ceftriaxona. De 26 isolados de nasofaringe que apresentaram resistência plena, apenas, seis isolados (23%) tiveram a genotipagem capsular identificada por multiplex PCR. A incidência de isolados invasivos neste estudo por ano, foi de, aproximadamente, 1 caso/100.000 hab. Dos 52 isolados, 42% apresentaram resistência à penicilina e 13,5% à ceftriaxona. Os sorotipos mais comuns dos isolados sistêmicos foram 19F (12%), 14, 3, 6A (8% cada), 4, 18C e 9V (6% cada), com cobertura estimada, tanto para vacina pneumocócica conjugada 7-valente quanto para a 10-valente, de 31,8%.
Abstract: Streptococcus (S.) pneumoniae is considered the principal causative agent of morbidity and mortality in children younger than five years of age. All pneumococcal diseases are initiated by establishing a S. pneumoniae colonization in nasopharynx, the disease progressing to systemic disease if natural barrier are crossed. During the last decades, the increasing amount of resistant S. pneumoniae strains to beta-lactams and other classes of antimicrobials has modified the treatment of pneumococcal infection. At present, nearly 13 serotypes respond for more than 85% of invasive isolates. The 7-valent polysaccharide-conjugated pneumococcal vaccine has been widely recommended for use in children younger than five years. The aims of this study were to determine the S. pneumoniae carrier in children, the frequence of serotypes from systemic infection patients, the susceptibility profile to antimicrobials in Fortaleza, Brazil. Carrier state isolates were recovered from nasopharyngeal swabs from children attending day-care center facilities, while the isolates from systemic infection fournished by LACEN-CE. Minimal Inhibitory Concentrations (MIC) to penicillin and ceftriaxone were assessed for all isolates, and levofloxacin MIC only from nasopharyngeal isolates. MIC cut-offs were determined according to CLSI standards (2007). Serotyping of systemic isolates was performed by Quellung reaction, while capsular genotyping of carrier isolates was performed by multiplex PCR assay. OF 215 children attending day-care centers, 152 S. pneumoniae isolates were identified (71%). Penicillin MIC showed 71% of resistance, and for ceftriaxone, 21% of resistance. No resistance was found for levofloxacin MIC testing. When compared to a 10-year old similar study in Fortaleza, our results have shown a significant increase of penicillin and ceftriaxone resistance rates. Of 26 isolates tested, only six nasopharyngeal isolates (23%) were positively genotyped by multiplex PCR. The incidence of invasive isolates was 1/100,000 inhab. per year. Of 52 systemic isolates serotyped, 42% were penicillin-resistant, and 13.5% were ceftriaxone-resistant. Systemic serotypes identified were 19F, 3, 6A, 4, 18C and 9V, with a estimated coverage by the 7-valent and 10-v pneumococcal polysaccharide conjugated vaccines of 31.8%.
Descrição: LARANJEIRA, Bruno Jaegger. Sensibilidade a antimicrobianos e sorotipos de Streptococcus pneumoniae isolados de portadores e de indivíduos com infecção sistêmica em Fortaleza, Brasil. 2010. 91 f. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Médica) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5061
Aparece nas coleções:DMC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_bjlaranjeira.pdf2,24 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.