Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/50675
Title in Portuguese: Diferenciais de rendimentos entre atividades agrícolas e não agrícolas no meio rural nordestino
Title: Differentials of income between activities agricultural and non agricultural in the rural environment northeast
Author: Cruz, Marcos Paulo Mesquita da
Silva, Vitor Hugo Miro Couto
Campos, Robério Telmo
Oliveira, Celina Santos de
Bezerra, Arley Rodrigues
Keywords: Atividades Não Agrícolas e Agrícolas
Rendimentos
Nordeste
Meio Rural e Desenvolvimento
Issue Date: 2019
Citation: CRUZ, M. P. M. da ; SILVA, V. H. M. C. ; CAMPOS, R. T. ; OLIVEIRA, C. S. ; BEZERRA, A. R. Diferenciais de rendimentos entre atividades agrícolas e não agrícolas no meio rural nordestino. Revista de Desenvolvimento Econômico RDE, Salvador, ano. 21, v. 2, p. 201-231, ago. 2019.
Abstract in Portuguese: O meio rural brasileiro passou por diversas transformações que atualmente colaboram para as novas maneiras de produção e modernização do trabalho no campo. A questão indagada no presente trabalho é se esses novos hábitos laborais contribuem tanto para a geração de rendimentos como para a sustentação de famílias rurais, proporcionando a ampliação de perspectivas econômicas e sociais. Em resposta a esse problema, objetiva-se estimar os diferenciais de rendimentos entre as atividades agrícolas e não agrícolas no meio rural nordestino brasileiro. Os dados utilizados são provenientes da PNAD (2015) e os modelos usados foram Blinder-Oaxaca e RIF Regression. Constata-se que as atividades não agrícolas geram rendimentos maiores quando comparadas com as agrícolas. De todas as variáveis utilizadas na amostra, a escolaridade é a que explica melhor o fato de as atividades não agrícolas auferirem rendimentos superiores ao das agrícolas, sendo os Estados de Alagoas, Ceará e Piauí os que mais contribuem para a concentração de renda na Região. Por fim, comprova-se a importância das atividades não agrícolas para o desenvolvimento do meio rural nordestino brasileiro
Abstract: The Brazilian rural environment underwent several transformations that currently collaborate for the new ways of production and modernization of work in the field. The question asked in the present study is whether these new labor habits contribute both to income generation and to the support of rural families, providing a broader economic and social perspective. In response to this problem, the aim is to estimate income differentials between agricultural and non-agricultural activities in the Brazilian Northeast. The data used come from the PNAD (2015) and the models used were Blinder-Oaxaca and RIF Regression. It can be seen that non-agricultural activities generate higher yields when compared to agricultural ones. Of all the variables used in the sample, schooling is the one that best explains the fact that nonagricultural activities earn higher incomes than agricultural ones, with the states of Alagoas, Ceará and Piauí contributing the most to income concentration in the Region. Finally, we prove the importance of non-agricultural activities for the development of rural Brazilian northeastern
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/50675
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 1516-1684
Appears in Collections:DEA - Artigos publicados em revista científica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_art_rtcampos.pdf894,71 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.