Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/51423
Title in Portuguese: Desigualdade de renda salarial no Brasil no período 2001 a 2012
Author: Araujo, Jair Andrade de
Vasconcelos, Joyciane Coelho
Keywords: Desigualdade
Salário
Decomposição
Issue Date: 2017
Publisher: Revista Econômica
Citation: ARAÚJO, J. A.; VASCONCELOS, J. C. Desigualdade de renda salarial no Brasil no período 2001 a 2012. Revista Econômica, Niteroi, v. 19, n.1, p. 20-35. 2017.
Abstract in Portuguese: A alta concentração de renda é um dos principais problemas enfrentados pelo Brasil. Nesse contexto, a importância desse tema se justifica tanto por questões de equidade social quanto pelos efeitos potenciais que a distribuição da renda tem sobre o crescimento econômico, pobreza, bem-estar. Nesse sentido, este trabalho busca mostrar a relação existente entre educação, mercado de trabalho e desigualdade de renda, tendo como base os microdados da PNADs para os anos 2001, 2006 e 2012. Aplicando uma metodologia de decomposição proposto por Fields (2002) foi possível identificar os fatores que causaram a redução na desigualdade de salários no Brasil. Verificou-se que houve discriminação tanto para cor, no ano de 2001 os brancos ganhavam em média 2.51% a mais que as outras raças. Já em 2012, esse percentual aumentou, os brancos recebiam em média, 4.57% a mais que os negros, indígenas, parda, e amarela. Também houve uma discriminação para sexo, logo os homens são melhores remunerados que a mulheres, no entanto essa discriminação vem se reduzindo no período analisado. A decomposição mostra que a educação continua sendo a mais importante determinante da desigualdade de renda salarial. Logo, modificações nos níveis educacionais da população brasileiras, possuem uma importância considerável na desigualdade de renda destas, o que deve ser considerado como um fator relevante na consecução de políticas públicas.
Abstract: The high income concentration is one of the main problems faced by Brazil. In this context, the importance of this issue is justified as for social equity as for the potential effects that the income distribution has on the economic growth, poverty and wellness.In this sense, this work aims to show the relationship between education, labor market and income inequality, based on the microdata PNADs for the years 2001, 2006 and 2012. Applying a decomposition methodology proposed by Fields (2002) it was possible to identify the factors that caused the reduction in wage inequality in Brazil.It was found that there was discrimination both for color, in 2001 the whites earned an average of 2,51% more than other races. In 2012, this percentage increased, whites received an average of 4,57% more than blacks, Indians, brown and yellow. There was also discrimination for sex, then men are better paid than women, however this discrimination has been reduced during the period. The breakdown shows that education remains the most important determinant of wage income inequality. Therefore, changes in the educational levels of the Brazilian population, have considerable importance in their income inequality, which should be considered as a relevant factor in achieving public policies.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/51423
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 1517-1302
Appears in Collections:DEA - Artigos publicados em revista científica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_art_jaaraujodesigualdade.pdf407,21 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.