Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5225
Título: Caracterização fenotípica e genotípica de cepas de Chromobacterium violaceum isolados no estado do Ceará
Autor(es): Mendes, Rafael de Carvalho
Orientador(es): Grangeiro , Thalles Barbosa
Palavras-chave: Técnicas de Genotipagem
Chromobacterium
Data do documento: 2010
Citação: MENDES, R. C. (2010)
Resumo: Chromobacterium violaceum é classificada como uma β-proteobactéria, saprófita, comumente encontrada em solo de regiões de clima tropical e subtropical, produz vários metabólitos de grande interesse biotecnológico, dentre eles, a violaceína. Este trabalho consiste numa caracterização fenotípica e genotípica de cinco cepas de Chromobacterium violaceum isolados nos Municípios de Tejussuóca e Banabuiú, ambas, no Estado do Ceará. A caracterização genotípica consistiu de sequenciamento da região rDNA 16S e análises RFLP do gene recA. Para a caracterização fenotípica, foram realizados testes bioquímicos e susceptibilidade a antibióticos, a óleos essenciais de Lippia alba, bem como seus constituintes majoritários. Com o sequenciamento, as cepas isoladas no estado do Ceará são espécies de Chromobacterium violaceum. Por ser um gene conservado, o recA é utilizado como marcador molecular, fornecendo mais informações na especificidade dos genoma bacterianos. Pela a análise por RFLP, as cepas 1425, 1323, 2221 e a ATCC 12472 apresentaram três fragmentos digeridos pela enzima, enquanto que as cepas 1221 e 1222 apresentaram dois fragmentos, indicando sequências nucleotídicas diferentes para este gene conservado. As cincos cepas apresentaram características fenotípicas iguais a Chromobacterium violaceum ATCC 12472, todas demonstraram ser resistentes a uma grande variedade de antibióticos β-lactâmicos e mais susceptíveis as fluorquinolonas. Este é o primeiro trabalho na literatura científica que trata da ação antimicrobiana dos óleos essenciais da Lippia alba sobre a Chromobacterium violaceum, e pelos resultados obtidos, os óleos essenciais exerceram ação bactericida sobre todas as cepas, sugerindo ser uma possível alternativa de tratamento nos casos de doença provocada pela Chromobacterium violaceum, que na maioria dos casos é confundida pela classe médica com a melioidose provocada pela Burkholderia pseudomallei.
Descrição: Rafael de Carvalho Mendes. Caracterização fenotípica e genotípica de cepas de Chromobacterium violaceum isolados no estado do Ceará. 2010. 70 f. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Médica) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5225
Aparece nas coleções:DMC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_rcmendes.pdf1,2 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.