Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5308
Título: Efeito protetor de CXCL10 em camundongos BALB/C infectados com Leishmania braziliensis
Título em inglês: Protective effect of CXCL10 in BALB/c mice infected with Leishmania braziliensis
Autor(es): Guerra, Priscila Valera
Orientador(es): Teixeira, Maria Jania
Palavras-chave: Leishmania braziliensis
Camundongos
Quimiocina CXCL10
Data do documento: 2013
Citação: GUERRA, P. V. (2013)
Resumo: Leishmania braziliensis é o agente etiológico mais comum da leishmaniose cutânea no Brasil. Camundongos BALB/c são os mais susceptíveis à infecção por L. braziliensis, embora desenvolvam lesões pequenas e não ulceradas. As lesões em BALB/c infectados com L. braziliensis são acompanhadas pela expressão de um amplo espectro de quimiocinas, entre elas CXCL10, que é capaz de atrair a ativar células NK e Th1 com produção de IFN-γ. O objetivo deste trabalho foi avaliar se a quimiocina CXCL10, administrada nos estágios iniciais da infecção, poderia alterar o curso da doença, dimunindo o tempo de cura. Para isso, camundongos BALB/c (n=24) foram infectados com L. braziliensis e divididos em dois grupos: um grupo (n=12) recebeu CXCL10 (100 ng/5µL) e o outro (n=12) PBS (5µL), nos dias 1, 3, 5 e 7 dias de infecção. Alguns parâmetros foram avaliados: a espessura das lesões a cada três dias; a carga parasitária na pata e no linfonodo de drenagem, a concentração de NO, IFN-γ, IL-12p40, TNF-α, IL-4, IL-10 e TGF-β, 15 e 30 dias após a infecção; e análise histopatológica das lesões. Os animais que receberam CXCL10 apresentaram uma redução no tempo de duração da doença, uma vez que as lesões começaram a regredir mais precocemente (12 dias), enquanto que nos animais controle (PBS) a doença evoluiu por mais tempo (15 dias). CXCL10 induziu diferenças estatisticamente significativas na carga parasitária do linfonodo de drenagem nos dois pontos avaliados, quando comparado com o controle (15 dias: p=0,0353; 30 dias: p=0,0292). Nos animais que receberam CXCL10, não foi observada mudança no número de parasitos no sítio de inoculação, mesmo com redução da espessura da lesão, mostrando que não houve correlação entre o tamanho da lesão e a carga parasitária. Não houve diferença na concentração de NO entre os grupos, no 15º dia de infecção, e esta concentração manteve-se igual no grupo que recebeu CXCL10 no 30º dia, embora tenha sido menor do que a observada no grupo controle. CXCL10 também induziu concentrações mais elevadas de IFN-γ e IL-12 e mais reduzidas de IL-4, IL-10, TGF-β 30 dias pós-infecção, quando comparados aos animais controle. A análise histopatológica das patas mostrou uma inflamação muito leve em ambos os grupos, com diferença apenas quanto à ausência de neutrófilos nas lesões dos animais que receberam CXCL10. Em conjunto, os dados mostraram que CXCL10 apresentou um efeito protetor na infecção por L. braziliensis em camundongos BALB/c, com redução no tempo de evolução da doença, associada a maior concentração de IFN-γ e menor de IL-4 e IL-10.
Abstract: Leishmania braziliensis is the more common etiologic agent of the cutaneous leishmaniasis in Brazil. BALB/c mice are more susceptible to L. braziliensis infection, although develop small and not ulcerated lesions. The lesions in BALB/c mice infected by L. braziliensis are accompanied by expression of a broad chemokines spectrum, including CXCL10, which is able to attract and activate NK and Th1 cells with IFN-γ production. The aim of this study was to evaluate whether the chemokine CXCL10, administered in early stages of infection could influence the course of disease, leading to a faster and more effective time of healing. Groups of BALB/c mice (n=24) were infected by L. braziliensis and divided into two groups: one group (n=12) received CXCL10 (100 ng/5μL) and the other (n=12) received PBS (5μL), at 1, 3, 5 and 7 days postinfection. Some parameters were evaluated: thickness of the lesions every three days; parasite burden in both the footpad and the draining lymph node, NO concentration, cytokines production (IFN-γ, IL-12p40, TNF-α, IL-4, IL-10 and TGF-β), at 15 and 30 days after infection; and histopathological analysis of lesions. Animals receiving CXCL10 showed reduced disease duration, since the lesions started to regress earlier (12 days), whereas the control animals developed the disease for longer (15 days). CXCL10 induced statistically significant differences in parasite load in the draining lymph nodes compared with control in both times evaluated (15 days: p=0.0353; 30 days: p=0.0292). In the animals receiving CXCL10 was not observed change in the number of parasites in the site of inoculation, even with reduced thickness of the lesion, showing no correlation between lesion size and parasite load. There was no difference in NO concentration between groups with 15 days of infection, and this concentration remained the same in the group receiving CXCL10 at day 30, although it was lower than that observed in the control group. CXCL10 also induced higher levels of IFN-γ and IL-12, and reduced IL-4, IL-10, and TGF-β at 30 days postinfection, when compared to control animals. Histopathology analyses of lesions after 15 days postinfection showed a very mild inflammation in both groups, differing only for the presence of neutrophils, which were practically not observed in lesions of animals receiving CXCL10. Taken together, the data from this study showed CXCL10 chemokine presented a protective effect on L. braziliensis infection in BALB/c mice, with a reduction in the progression of the disease, associated with a higher concentration of IFN-γ and lesser of IL-4 and IL-10.
Descrição: GUERRA, Priscila Valera. Efeito protetor de CXCL10 em infecção experimental por Leishmania braziliensis. 2013. 68 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5308
Aparece nas coleções:DPML - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_dis_pvguerra.pdf1,04 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.