Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/53198
Title in Portuguese: Avaliação histomorfométrica de alvéolos dentários humanos pós-extração tratados com fibrina autóloga, fosfato de cálcio bifásico ou sua associação
Title: Histomorphometric evaluation of post-extraction human dental handles treated with autological fibrine, biphasic calcium phosphate or its association
Author: Ponte, José Sandro
Advisor(s): Silva, Igor Iuco Castro da
Co-advisor(s): Melo, Marcelo Miranda de
Keywords: Fibrina
Fosfatos de cálcio
Materiais biocompatíveis
Enxerto de Osso Alveolar
Regeneração Óssea
Issue Date: 31-Mar-2020
Citation: PONTE, J. S. Avaliação histomorfométrica de alvéolos dentários humanos pós-extração tratados com fibrina autóloga, fosfato de cálcio bifásico ou sua associação. 2020. 86 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) – Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia, Campus de Sobral, Universidade Federal do Ceará, 2020.
Abstract in Portuguese: A manutenção do rebordo ósseo alveolar é prerrogativa para o sucesso da terapia com implantes, seguindo este aspecto a utilização de biomateriais (enxertos e membranas) em técnicas de regeneração óssea guiada são indicadas como um padrão reconhecido para reconstruções ósseas. Os biomaterias evoluíram com o passar dos anos, nesta vertente, um concentrado plaquetário, a fibrina rica em plaquetas (PRF) desponta como um biomaterial autólogo, com poder cicatricial e de reparo tecidual. Sua aplicação isolada ou em sinergismo com outro biomaterial poderia gerar resultados promissores no reparo alveolar. O objetivo deste trabalho foi analisar histomorfometricamente alvéolos dentários humanos pós-extração tratados com fibrina autóloga, fosfato de cálcio bifásico ou uma associação de ambos. Foram selecionados dezesseis leitos cirúrgicos em quinze pacientes voluntários, normossistêmicos, entre vinte e quarenta e cinco anos, recrutados na clínica odontológica da UFC Sobral, com indicação de enxerto pós-exodontia de pré-molares superiores para manutenção de rebordo alveolar e posterior implante. Todos foram submetidos a exames radiográficos e tomográficos para diagnóstico da condição óssea antes da cirurgia de enxerto e antes do implante. A conduta cirúrgica foi dividida em duas etapas, com intervalo de oito meses, a primeira para remoção do elemento dentário e enxertia do biomaterial, a segunda objetivando a coleta óssea e a inserção do implante. Ao final de oito meses, cinco participantes não seguiram com a pesquisa. Na segunda etapa cirúrgica obtivemos onze amostras de dez pacientes, que foram divididos em três grupos. Cada grupo de pacientes recebeu um tipo de tratamento por alvéolo dentário: preenchimento com fibrina autóloga na forma de plug recoberto por membrana de fibrina (G1), fibrina associada a enxerto aloplástico a base de hidroxiapatita e beta fosfato tricálcio recobertos por membrana de colágeno (G2) ou enxerto aloplástico a base de beta fosfato tricálcio recoberto por membrana de colágeno (controle). A avaliação histomorfométrica de cada amostra foi baseada em três microtomias e dez campos histológicos por microtomia, sendo analisada a média e o desvio padrão de osso neoformado, tecido conjuntivo, biomaterial remanescente e outras estruturas. Os dados paramétricos foram analisados por ANOVA e pós-testes de Tukey e significância estatística de 5% (p<0,05) e seguiram avaliação de normalidade com o teste de Jarque-Bera (JB). Houve maior média de osso neoformado em G1 (68,83% 4,95) em comparação a G2 (35,69% 7,86) e controle (16,28% 13,90). O controle teve maior presença de tecido conjuntivo (61,56 % 11,85), seguido do G2 (32,67% 13,69) e G1 (13,95% 3,48). Houve maior presença de biomaterial em G2 (15,75% 11,63), mas sem diferença estatística para o grupo controle (8,43% 3,10). O parâmetro outras estruturas, seguiu sem diferenças estatísticas, G1 (17,21% 5,53), G2 (15,88 % 7,06) e controle (13,73 % 4,78). O bom padrão de regeneração óssea obtido com uso de fibrina isolada sugere a eficácia e a efetividade desta modalidade terapêutica, estimulando o uso clínico deste concentrado plaquetário no consultório odontológico.
Abstract: The maintenance of the alveolar bone ridge is prerogative for the success of implant therapy, following this aspect the use of biomaterials (grafts and membranes) in guided bone regeneration techniques are indicated as a recognized standard for bone reconstructions. Biomaterials have evolved over the years, in this aspect, a platelet concentrate, platelet-rich fibrin (PRF) emerges as an autologous biomaterial, with healing and tissue repair power. Its application alone or in synergism with another biomaterial could generate promising results in alveolar repair. The aim of this work was to histomorphometrically analyze human dental alveoli after extraction treated with autologous fibrin, biphasic calcium phosphate or an association of both. Sixteen surgical beds were selected in fifteen voluntary, normosystemic patients, between twenty and forty-five years old, recruited at the dental clinic of UFC Sobral, with indication of post-extraction graft of upper premolars for maintenance of the alveolar ridge and subsequent implantation. All underwent radiographic and tomographic exams to diagnose bone condition before graft surgery and before implantation. The surgical procedure was divided into two stages, with an interval of eight months, the first for removing the dental element and grafting the biomaterial, the second aiming at bone collection and implant insertion. After eight months, five participants did not continue with the survey. In the second surgical step, we obtained eleven samples from ten patients, which were divided into three groups. Each group of patients received a type of treatment by dental socket: filling with autologous fibrin in the form of a plug covered by a fibrin membrane (G1), fibrin associated with an alloplastic graft based on hydroxyapatite and beta tricalcium phosphate covered by a collagen membrane (G2) or alloplastic graft based on beta tricalcium phosphate covered by collagen membrane (control). The histomorphometric evaluation of each sample was based on three microtomies and ten histological fields per microtomy, analyzing the mean and standard deviation of newly formed bone, connective tissue, remaining biomaterial and other structures. Parametric data were analyzed by ANOVA and Tukey's post-tests and statistical significance of 5% (p <0.05) and followed normality assessment with the Jarque-Bera (JB) test. There was a higher mean of neoformed bone in G1 (68.83% 4.95) compared to G2 (35.69% 7.86) and control (16.28% 13.90). The control had a greater presence of connective tissue (61.56% 11.85), followed by G2 (32.67% 13.69) and G1 (13.95% 3.48). There was a greater presence of biomaterial in G2 (15.75% 11.63), but without statistical difference for the control group (8.43% 3.10). The other structures parameter followed without statistical differences, G1 (17.21% 5.53), G2 (15.88% 7.06) and control (13.73% 4.78). The good bone regeneration pattern obtained with the use of isolated fibrin suggests the efficacy and effectiveness of this therapeutic modality, stimulating the clinical use of this platelet concentrate in the dental office.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/53198
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGB - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_dis_jsponte.pdfPONTE, J. S. Avaliação histomorfométrica de alvéolos dentários humanos pós-extração tratados com fibrina autóloga, fosfato de cálcio bifásico ou sua associação. 2020. 86 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) – Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia, Campus de Sobral, Universidade Federal do Ceará, 2020.4,06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.