Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5387
Título: Avaliação do programa de controle de infecção hospitalar em hospitais no município de Teresina-PI
Título em inglês: Program evaluation of hospital infection control in hospitals in the municipality of Teresina-PI
Autor(es): Lima, Lucimá Alves Pereira
Orientador(es): Macêdo , Danielle Silveira
Palavras-chave: Infecção Hospitalar
Serviços de Saúde
Vigilância Epidemiológica
Data do documento: 2011
Citação: LIMA, L. A. P. (2011)
Resumo: O controle de infecção hospitalar (IH) ao longo dos anos evoluiu e evidenciou-se como um fenômeno que não se restringe apenas ao meio hospitalar, mas, também, a todos os estabelecimentos da área de saúde, nos quais se desenvolvem ações consideradas de risco para o aparecimento das infecções. Para que o controle de IH seja realizado de forma sistemática, por todos os que participam direta ou indiretamente do processo, e atenda às necessidades de cada serviço, a existência de um Programa de Controle de IH (PCIH) tem o papel de organização desta sistemática, e pode funcionar como importante ferramenta da qualidade, pois permite o planejamento e a execução das ações de controle de IH. Avaliar o desempenho do Programa de Controle de Infecção Hospitalar nos hospitais no município de Teresina, com base nos indicadores validados nacionalmente.Trata-se de um estudo epidemiológico descritivo, avaliativo do tipo estudo de caso múltiplo, realizado em 10 hospitais que aceitaram participar formalmente deste estudo. As varáveis estudadas dizem respeito à Estrutura e Processo de trabalho. Com relação à estrutura foram avaliados o espaço físico, os recursos materiais, humanos e regulamentação. Quanto ao processo foram avaliadas as práticas operacionais que envolvem as atividades de vigilância epidemiológica, além de ensino e pesquisa. A coleta de dados foi realizada com formulário com questões fechadas, avaliação documental e entrevistas. A população do estudo foi constituída por enfermeiros membros das CCIHs de cada hospital. Na avaliação no grau de adequação de funcionamento das CCIHs dos hospitais estudados, foi estabelecido sistema de escores, classificando-os em muito adequado, adequado, inadequado e muito inadequado. Os resultados mostraram que dois hospitais se destacaram, onde um apresentou pontuação final muito adequado e o outro muito inadequado, sendo que este último não tem CCIH atuante. Observou-se que em relação à estrutura física e material seis CCIHs apresentaram aspectos muito adequados, duas inadequadas e um muito inadequado. Quanto aos recursos humanos, duas CCIHs com pontuação muito adequada por atender na íntegra a portaria, seis inadequadas e uma adequada. No tocante às práticas operacionais, o tipo II, apenas um hospital apresentou pontuação muito adequada (100%), enquanto três apresentaram percentuais entre 74 – 86,9%, sendo considerado nesse quesito como adequados. Quanto às práticas operacionais III que correspondem ao ensino e pesquisa, observa-se que apenas dois obtiveram pontuação muito adequados, dois também apresentaram pontuação adequado e os outros foram considerados como inadequados e muito inadequados. Portanto, os dados obtidos apontam a necessidade do interesse e apoio por parte dos gestores, da organização dos profissionais de saúde envolvidos em mudar o referencial em direção à competência profissional, fazendo investimentos em conhecimento cientifico, no desenvolvimento em habilidades técnicas, esteja ele representando a organização ou a equipe.
Abstract: The control of hospital infection (HI) was, over the years, evolving and showing like a phenomenon that is not restricted to the hospital, but also to all health care establishments, which develop actions considered risk for the onset of infection. For the control of hospital infection to be carried out systematically by all who participate directly or indirectly in the process, and to meet the needs of each service, the existence of a Control Program of HI (CPHI) has the role of organizing this systematic and can act as an important tool of quality, because it allows the planning and execution of control actions in terms of HI. To evaluate the performance of the Program for Infection Control in hospitals in the city of Teresina, based on indicators validated nationally. It’s about a multiple case, descriptive, evaluative epidemiological study, conducted in 10 hospitals agreed formally to participate in this study. The variables studied relate to the structure and process. With regard to the structure were evaluated physical space, material, human resources and regulations. On the process, were evaluated operational practices that involve the activities of epidemiological surveillance as well as teaching and research. Data collection was performed with form closed questions, documents evaluation and interviews. The study population consisted of nurse members of HICCs of each hospital. In assessing the operation adequacy degree of the HICCs in the studied hospitals, was established scoring system, classifying them into very adequate, adequate, inadequate and very inadequate. The results showed that two hospitals stood out, where one presented a very adequate final score and the other, very inadequate. The latter has no active HICC. It was observed that in relation to the physical structure and material, six HICCs had very appropriate feature, two inadequate and one, very inadequate. As for human resources two HICCs scored very adequate for meeting the legal requirements in full, six inadequate and one adequate. With regard to operational practices, the type II, only one hospital had very adequate score (100%), while five had percentages between 69 - 84%, being considered as adequate in this regard. As for the operational practices III, that correspond to teaching and research, we note that only two scored very adequate, also two had appropriate scores and the others were considered inadequate and very inadequate. Therefore, the data obtained indicate the need for interest and support from managers, the organization of health professionals involved in changing the direction in reference to professional competence, making investments in scientific knowledge, development of technical skills, being it representing the organization or team.
Descrição: LIMA, Lucimá Alves Pereira. Avaliação do programa de controle de infecção hospitalar em hospitais no município de Teresina-PI. 2011. 101 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5387
Aparece nas coleções:DFIFA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_dis_laplima.pdf476,28 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.