Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/54245
Title in Portuguese: Análise multinível da divulgação de ações de responsabilidade social empresarial relativas à equidade de gênero
Author: Rodrigues Júnior, Manuel Salgueiro
Advisor(s): Oliveira, Marcelle Colares
Keywords: Responsabilidade social da empresa
Equidade de Gênero
Issue Date: 12-Mar-2020
Citation: RODRIGUES JÚNIOR, M. S. Análise multinível da divulgação de ações de responsabilidade social empresarial relativas à equidade de gênero. 2020. 134 f. Tese (Doutorado em Administração e Controladoria) – Programa de Pós-Graduação em Administração e Controladoria, Faculdade de Economia, Administração, Atuária E Contabilidade, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2020.
Abstract in Portuguese: A equidade de gênero é tema frequente nas discussões da sociedade e relevante, estando presente na Declaração Universal dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas e em levantamentos periódicos para dimensionar lacunas de gênero. Além disso, a Global Reporting Initiative orienta a divulgação sobre gênero, tratando este tema como parte das práticas de Responsabilidade Social Empresarial (RSE). Entretanto, poucas pesquisas abordam este recorte e o investigam observando variáveis relacionadas à regulamentação e aspectos políticos do país, ao modelo de gestão e à presença de mulheres nos conselhos de administração. Não foram encontrados trabalhos que realizassem uma análise multinível para práticas de RSE relativas à equidade de gênero. Sendo assim, o objetivo desta pesquisa é analisar a influência das características do país (nível macro), do setor (nível médio) e da empresa (nível micro) na divulgação de ações de RSE relativas à equidade de gênero em uma amostra global de empresas. Foram colhidas informações sobre ações de RSE relativas à equidade de gênero de 3.726 empresas nos anos de 2008 a 2017 na base de dados da Thomson Reuters. O tratamento estatístico englobou a regressão de dados em painel para cada nível e a análise multinível com base no Modelo Hierárquico Linear. Os resultados revelam que a divulgação sobre ações de RSE relativas à equidade de gênero decresceu. As variáveis que mais influenciaram essa divulgação foram as características da empresa, explicando aproximadamente 40% das variações do fenômeno. As características do país contribuíram com 14% e o setor, com 2%. Porém, existem peculiaridades regionais que devem ser consideradas. Nas empresas da América do Norte, por exemplo, a análise multinível não aumentou substancialmente a capacidade de compreensão do fenômeno. Dentre as variáveis do nível país, o enforcement, a pressão sindical, a participação popular e o desenvolvimento econômico tiveram impacto positivo sobre a divulgação da equidade de gênero. O financiamento junto ao mercado de capitais teve impacto negativo e não houve significância estatística da efetividade do governo, da qualidade do sistema educacional e do distanciamento do poder. Apesar da baixa influência do setor, constatou-se que os setores de negócios Energy e Telecommunications Services influenciam positivamente a divulgação sobre equidade de gênero. Dentre as características da firma, a representação sindical, o compromisso com organizações supranacionais, o porte e a adoção das diretrizes da GRI tiveram impacto positivo sobre o fenômeno. Foi constatada influência negativa da presença feminina no Conselho de Administração e do Retorno sobre Ativo. Entretanto, a Margem Líquida não se mostrou uma boa preditora do fenômeno. Porém, reforça-se que as peculiaridades locais devem ser consideradas, pois, na América do Norte, por exemplo, a presença feminina no Conselho de Administração tem impacto positivo nessa divulgação. Dentre as contribuições dessa pesquisa pode-se citar a inovação em estudar o recorte divulgação de ações de RSE relativas a gênero e a utilização de análise multinível para investigar o fenômeno. O principal resultado desta pesquisa foi constatar que é preferível considerar as características das empresas (nível micro) quando se pretende explicar a divulgação da equidade de gênero.
Abstract: Gender equity is a frequent theme in society's discussions and is relevant, being present in the Universal Declaration of Human Rights of the United Nations and in periodic surveys to dimension gender gaps. In addition, the Global Reporting Initiative guides the disclosure of gender, addressing this issue as part of Corporate Social Responsibility (CSR) practices. However, few studies address this issue and investigate it by observing variables related to the country's regulation and political aspects, the management model and the presence of women on the boards of directors. We did not find any studies that carried out a multilevel analysis for CSR practices related to gender equity. Therefore, the objective of this research is to analyze the influence of the characteristics of the country (macro level), the sector (medium level) and the company (micro level) in the disclosure of CSR actions related to gender equity in a global sample of companies . We collected information on CSR actions related to gender equity from 3,726 companies in the years 2008 to 2017 in the Thomson Reuters database. The statistical treatment included panel data regression for each level and multilevel analysis based on the Linear Hierarchical Model. The results reveal that the disclosure about CSR actions related to gender equity has decreased. The variables that most influenced this disclosure were the characteristics of the company, explaining approximately 40% of the variations in the phenomenon. The country's characteristics contributed with 14% and the sector, with 2%. However, the regional peculiarities must be considered. In North American companies, for example, multilevel analysis has not substantially increased the ability to understand the phenomenon. Among the country level variables, enforcement, union pressure, popular participation and economic development had a positive impact on the disclosure of gender equity. Financing through the capital market had a negative impact and there was no statistical significance of the government's effectiveness, the quality of the educational system and the power distance. Despite the low influence of the sector, we found that the Energy and Telecommunications Services business sectors positively influence gender equity disclosure. Among the firm's characteristics, union representation, commitment to supranational organizations, the size and adoption of GRI guidelines had a positive impact on the phenomenon. There was a negative influence of the female presence on the Board of Directors and the Return on Assets. However, the Net Margin was not a good predictor of the phenomenon. However, we emphasize that local peculiarities must be considered, because, in North America, for example, the female presence on the Board of Directors has a positive impact on this disclosure. Among the contributions of this research, we can mention the innovation in studying the disclosure of CSR actions related to gender and the use of multilevel analysis to investigate the phenomenon. The main result of this research was to note that it is preferable to consider the characteristics of companies (micro level) when it is intended to explain the disclosure of gender equity.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/54245
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPAC - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_tese_msrodriguesjunior.pdf1,3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.