Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5440
Título: Análise de eficiência de gestão dos fundos de investimento em ações no Brasil
Autor(es): Padilha, Guilherme Castro
Orientador(es): Matos, Paulo Rogério Faustino
Palavras-chave: Fundos de investimento
Data do documento: 2012
Citação: PADILHA, Guilherme C. (2012)
Resumo: Este trabalho estuda os níveis de eficiência do processo produtivo dos fundos de investimento em ações no Brasil, visando acomodar as críticas de Murthi et al. (1997) e Basso e Funari (2001). Analisa-se o efeito das decisões em termos de alocação de recursos dentre rubricas de despesas especificamente operacionais ou administrativas nos níveis de ganho e de risco mensurado pela semivariância e semicurtose, a partir da Função Distância Direcional proposta por Chambers, Chung e Färe (1996, 1998). A observação do comportamento conjunto dos inputs e outputs e a construção da fronteira de produção para um painel de 59 fundos mútuos de investimento em ação, categoria Ibovespa Ativo, durante 2005 a 2009, permitem evidenciar um elevado nível de persistência em termos de eficiência, corroborando a evidência de persistência de performance reportada em Matos e Castro (2012). Os fundos sistematicamente eficientes são todos administrados por instituições financeiras privadas, possuem uma tendência de alocar proporcionalmente mais em cotas de outros fundos que os fundos ineficientes e atendem essencialmente clientes institucionais, private ou de alta renda, enquanto os fundos ineficientes são direcionados essencialmente para o público em geral. A eficiência está associada ainda a maiores níveis de retorno acumulado, exceto em 2008, menores níveis de produtos indesejáveis associados ao risco e a uma composição dos gastos tal que, o valor da razão de gastos não administrativos/gastos administrativos é aproximadamente a metade do evidenciado para os fundos sistematicamente ineficientes. Os resultados parecem robustos quando comparados aos tradicionais rankings de performance risco-retorno. Evidencia-se uma maior heterogeneidade de eficiência no turbulento ano de 2008, caracterizada por uma maior quantidade de fundos na fronteira, quase 30%, e pelos maiores níveis de ineficiência.
Abstract: This article analyzes the effect of decisions on resource allocation among items of operating expenses, administrative and otherwise, in the unilateral moments of the distribution of returns on Brazilian stock mutual funds. We follow methodologically Chambers, Chung and Fare (1996, 1998), using the Directional Distance Function (DDF) technique, which allows us to measure the behavior of the average value, and semicurtose semivariance of returns of funds, together with inputs associated with the internal allocation of resources. The boundary of "production" was constructed from the observation of the accounting entries monthly and daily returns for a panel of 59 mutual funds within the class of Ibovespa Activity during 2005 to 2009. We are able to evidence a high level of persistence in terms of efficiency, corroborating the evidence reported in Castro and Matos (2012). The more efficient funds have higher levels of cumulative return, except in 2008, lower levels of undesirable products associated with the risk and composition of operating expenses, such that the value of the ratio of non administrative expenses/ administrative expenses is approximately half of the observed for the most inefficient funds.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5440
Aparece nas coleções:CAEN - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_dissert_gcpadilha.pdf479,92 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.