Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5545
Título: Estudo da correlação dos níveis séricos de citocinas (IL-1β, IL-6, IL-18BP, IL-33 E TNF-α) e da atividade da mieloperoxidase com o grau de obstrução coronariana em pacientes com hipótese diagnóstica de doença isquêmica do miocárdio
Título em inglês: Correlation of serum cytokines (IL-1β, IL-6, IL-18BP, IL-33 and TNF-α) and myeloperoxidase activity with the degree of coronary obstruction in patients with a diagnosis of ischemic myocardial disease
Autor(es): Lima, Antônio Augusto Guimarães
Orientador(es): Ribeiro , Ronaldo de Albuquerque
Palavras-chave: Peroxidase
Citocinas
Aterosclerose
Data do documento: 2012
Citação: LIMA, A. A. G. (2012)
Resumo: Aterosclerose é uma doença complexa multifatorial caracterizada pelo acúmulo de células inflamatórias, lipoproteínas e tecido fibroso na parede das grandes e médias artérias. A imunidade inata e adaptativa, com a presença dos leucócitos, principalmente, monócitos e linfócitos, têm uma participação importante nesse processo. Esta participação poderá acontecer pela sinalização com as citocinas e com a liberação da enzima mieloperoxidase (MPO) pelos grânulos citoplasmáticos. Os fatores de risco cardiovasculares (CV) clássicos têm uma função importante na prevenção, porém, a maioria dos pacientes com eventos CV têm um ou nenhum fator de risco. Portanto novos marcadores biológicos são necessários para definir diagnóstico e prognóstico. Esse estudo selecionou pacientes com a hipótese diagnóstica de angina estável (AE) ou síndrome coronariana aguda (SCA), submetidos à coronariografia e avaliados pelo escore de Gensini (EG). Realizados a atividade da MPO, dosagens séricas do Fator de necrose tumoral alfa (TNF-α), interleucinas (1β, 6, 18bp e 33) (IL-1β, IL-6, IL-18bp e IL-33, respectivamente). Em 2 anos realizado revisão de prontuários ou entrevistas por telefone em 93 pacientes desta amostra. Utilizado na análise as variáveis: carga aterosclerótica (aterosclerose em carótidas ou coronárias ou em membros inferiores); quadro clínico em 2 anos (assintomático ou dor torácica ou morte); apresentação clínica (AE ou SCA); eventos cardiovasculares (stent, cirurgia de revascularização miocárdica (CRM), dor torácica ou morte). Os resultados das associações das citocinas e MPO com as variáveis apresentadas demonstraram que a IL-6 relacionou-se em análise univariada com presença de carga aterosclerótica (p<0,014); níveis séricos elevados da IL-18bp associou-se em pacientes com SCA, tanto na análise uni e multivariada (p<0,001 e p<0,045 respectivamente); a IL-1β apresentou correlação negativa com o grau do EG na análise univariada e multivariada (p<0,042 e <0,002 respectivamente); em uma análise univariada o EG associou-se com pacientes que apresentaram dor torácica ou óbito, submetidos à CRM, com eventos CV e com SCA (p<0,001 em todos). Na análise multivariada os pacientes com EG mais elevados submeteram-se mais frequentemente a CRM e apresentaram mais dor torácica ou óbito (p<0,001 em todos). A atividade da MPO não apresentou correlação ou associação com as diversas variáveis analisadas. Pacientes portadores de Diabetes mellitus e em uso de estatinas apresentaram EG mais elevados (p<0,001 nos dois). Como conclusão, pacientes com obstruções coronarianas importante foram preditores de eventos cardiovasculares e mais frequentemente foram submetidos à CRM. A IL-1β correlacionou-se negativamente com o EG e pacientes com algum sítio de aterosclerose apresentaram IL-6 elevados. A IL-18bp orrelacionou-se com níveis séricos elevados em pacientes com SCA.
Abstract: Atherosclerosis is a complex multifactorial disease characterized by accumulation of inflammatory cells, lipoproteins, and fibrous tissue in the walls of large and medium arteries. The innate and adaptive immunity, with the presence of leukocytes, mainly monocytes and lymphocytes, have an important role in this process. This participation can take place by signaling with cytokines and the release of the enzyme myeloperoxidase (MPO) by the cytoplasmic granules. Cardiovascular risk factors classically play an important role in prevention, however, the majority of patients with CV events have one or no risk factor. Therefore new biomarkers are needed to define diagnosis and prognosis. This study selected patients with a diagnosis of stable angina (SA) or acute coronary syndrome (ACS) undergoing coronary angiography and evaluated by the Gensini score (GS). Performed serum activity MPO, serum tumor necrosis factor alpha (TNF-α), interleukins (1β, 6, 18bp and 33) (IL-1β, IL-6, IL-18bp, and IL-33, respectively). In two years carried out a review of medical records or telephone interviews in 93 patients in this sample. Used to analyze the variables: atherosclerotic burden (carotid, coronary or lower limb atherosclerosis); the clinical picture in two years (asymptomatic or chest pain or death); clinical presentation (SA or ACS); cardiovascular events (stent, CABG, chest pain or death). The results combinations of cytokines and myeloperoxidase, with the variables presented demonstrate that IL-6 related in univariate analysis with the presence of atherosclerotic load (p <0.014), elevated serum levels of IL-18bp in patients with ACS both in univariate and multivariate analysis (p <0.001 and p <0.045 respectively), IL-1β was negatively correlated with the degree of GS in univariate and multivariate analysis (p <0.042 and <0.002 respectively); in a univariate analysis associated with the GS on patients who had chest pain or death, undergoing CABG, with CV events and ACS (p <0.001 for all). In multivariate analysis, patients with higher GS underwent CABG more often and had more chest pain or death (p <0.001 for all). The MPO activity showed no correlation or association with different variables. Patients with diabetes mellitus and in use of statin had higher GS (p <0.001 for both). In conclusion, patients with coronary stenosis were important predictors of cardiovascular events and more often underwent CABG. The IL-1β correlated negatively with GS and patients with at least one of the sites previously mentioned atheroclerosis had IL-6 levels elevated. IL-18bp correlated with elevated serum levels in patients with ACS.
Descrição: LIMA, Antônio Augusto Guimarães. Estudo da correlação entre níveis séricos de citocinas (IL-1B , IL-6, IL-18BP, IL-33 e TNF-a) e da mieloperoxidade com o grau de obstrução coronariano em pacientes com hipótese diagnóstica de doença isquêmica do miocárdio. 2012. 126 f. Tese (Doutorado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5545
Aparece nas coleções:DFIFA - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_tese_aaglima.pdf2,89 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.