Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5550
Title in Portuguese: Estudo da atividade citotóxica e do potencial antitumoral do extrato acetônico das sementes de Annona muricata L.(AMSA), em modelos experimentais in vitro e in vivo
Title: Study of cytotoxic and antitumor potential of acetone extract of the seeds of Annona muricata L. (AMSA), in experimental models in vitro and in vivo
Author: Rios, Maria Erivanda França
Advisor(s): Moraes Filho, Manoel Odorico de
Keywords: Annona
Sarcoma 180
Issue Date: 2013
Citation: RIOS, M. E. F. Estudo da atividade citotóxica e do potencial antitumoral do extrato acetônico das sementes de Annona muricata L.(AMSA), em modelos experimentais in vitro e in vivo. 2013. 122 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2013.
Abstract in Portuguese: Annona muricata, conhecida popularmente como gravioleira, é uma planta usada amplamente na medicina popular na forma de chás e infusões para o tratamento de diversas doenças, como o câncer. O objetivo deste trabalho foi avaliar a citotoxicidade e a atividade antitumoral do extrato acetônico das sementes de Annona muricata. O presente estudo foi realizado frente a um painel de 4 linhagens de células tumorais, as células HL-60, HCT-116, SF-295 e OVCAR-8 obtiveram os valores de IC50 0,1944µg/mL, 0,1488µg/mL, 0,0601µg/mL e 0,0987 µg/mL respectivamente. Na análise frente a eritrócitos de camundongos obtivemos a IC50 de 9,23µg/mL. O estudo de toxicidade aguda foi realizado in vivo e a DL50 foi de 310,2 mg/kg. O estudo da atividade hemolítica foi feita utilizando suspensão de eritrócitos de camundongos não causando lise. O estudo da avaliação antitumoral nas doses (7,5; 15 e 30mg/kg/dia por via oral) em camundongos transplantados com Sarcoma 180 revelou atividade em todas as doses, causando uma redução de 48,41% do crescimento tumoral na maior dose. As análises do fígado e rins revelaram que houve algumas alterações no fígado, como esteatose e necrose focal sugerindo toxicidade hepática nos camundongos tratados com o extrato acetônico das sementes da Annona muricata. Essas alterações são, entretanto, consideradas de possível reversão do tecido com a descontinuidade do tratamento ou adequação da dose. As análises bioquímicas, revelaram um aumento nos níveis séricos da creatinina nas doses de 15 e 30 mg/kg/dia. Nos testes hematológicos não houve alterações nos grupos tratados com o extrato acetônico das sementes da Annona muricata. Os resultados mostraram poucas alterações dos animais nos parâmetros físicos, bioquímicos e hematológicos, mostrando que o extrato é bem tolerado e pouco tóxico.
Abstract: Annona muricata, popularly known as soursop, is a plant widely used in folk medicine as teas and infusions for the treatment of various diseases such as cancer. The aim of this study was to cytotoxicity evaluate the antitumor activity of the acetone extract of the seeds of Annona muricata. This study was conducted with a panel of four tumor cell lines, HL-60 cells, HCT-116, SF-295 and OVCAR-8 IC50 values obtained 0.1944 µg/ ml, 0.1488 µg/mL, 0.0601 µg/mL and 0.0987 µg/mL, respectively. In the analysis across from erythrocytes of mice obtained the IC50 of 9.23 µg/mL. The acute toxicity study was conducted in vivo and DL50 was 310.2 mg/kg. The study of hemolytic activity was performed using cell suspension from mice without causing lysis. The evaluation study antitumor doses (7.5, 15 and 30mg/kg/day orally) in mice transplanted with Sarcoma 180 showed activity at all doses, causing a reduction of 48.41% of tumor growth at the highest dose . Analyses of liver and kidney revealed that there were some changes in the liver, such as steatosis and focal necrosis suggesting liver toxicity in mice treated with acetone extract of the seeds of Annona muricata. These changes are, however, considered the possible reversal of the tissue with treatment discontinuation or dose adjustment. Biochemical analysis revealed an increase in serum creatinine at doses of 15 and 30 mg/kg/day. In haematological tests there were no changes in the groups treated with acetone extract of the seeds of Annona muricata. The results showed little change in physical parameters of the animal, biochemical and hematological showing that the extract is well tolerated and less toxic.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5550
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_dis_mefrios.pdf2,57 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.