Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/56140
Title in Portuguese: As desigualdades socioespaciais na acessibilidade ao trabalho em Fortaleza sob distintas métricas.
Author: Pinto, Davi Garcia Lopes
Loureiro, Carlos Felipe Grangeiro
Sousa, Francelino Franco Leite de Matos
Keywords: Transporte - Planejamento
Acessibilidade
Transporte urbano
Planejamento Urbano
Issue Date: 2020
Citation: PINTO, Davi Garcia Lopes ; LOUREIRO, Carlos Felipe Grangeiro; SOUSA, Francelino Franco Leite de Matos. As desigualdades socioespaciais na acessibilidade ao trabalho em Fortaleza sob distintas métricas. In: CONGRESSO DE PESQUISA E ENSINO EM TRANSPORTES. 34º., 100% Digital, 16 a 21 nov. 2020. Anais [...], [s.l]: Editora: Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes, 2020.p.2191-2203.
Abstract in Portuguese: Representar as desigualdades socioespaciais no acesso às oportunidades de trabalho envolve desafios em incorporar a complexidade dos elementos dos subsistemas de uso do solo e transportes envolvidos nesse fenômeno. Diante disso, o objetivo principal deste artigo é comparar representações dessa problemática em Fortaleza a partir da utilização de diferentes métricas de acessibilidade. Essa comparação foi feita considerando quatro tipos de indicadores: tempo médio de viagem às oportunidades, indicador de oportunidades cumulativas, tempo de equilíbrio emprego-população e logsum. As quatro representações obtidas foram comparadas quanto ao padrão espacial da acessibilidade, à distribuição dos níveis de acessibilidade entre os indivíduos, e aos valores de acessibilidade média e de sua variabilidade por região. Pelos resultados, três dos quatro indicadores apresentaram padrões semelhantes quanto aos aspectos analisados. Já o indicador de tempo de equilíbrio, ao incorporar a competitividade em sua formulação, representou distintos padrões, tanto espacialmente, quanto entre os indivíduos e entre as regiões.
Abstract: Representing socio-spatial inequalities in the access to jobs opportunities involves challenges in incorporating the complexity of the land-use and transport subsystems’ elements involved in this phenomenon. Therefore, the main objective of this paper is to compare representations of this problematic context in Fortaleza through the use of different metrics of accessibility. Such a comparison considered four types of indicators: average travel time to opportunities, cumulative opportunities measure, balancing time and logsum. The four resulting representations were compared in respect to the spatial pattern of accessibility, to the distribution of accessibility levels among individuals, and the average values and their variability by region. The results indicated that three of the four indicators represented similar patterns regarding the analyzed aspects. The balancing time indicator, however, by incorporating competitivity in its formulation, represented distinct patterns, spatially as well as among individuals and regions.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/56140
metadata.dc.type: Artigo de Evento
ISBN: 978-65-89319-00-9
Appears in Collections:DET - Trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_eve_dglpinto.pdf3,91 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.