Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/56781
Title in Portuguese: Caracterização das diferenças no padrão de mobilidade de mulheres e homens em grandes cidades brasileiras
Author: Macêdo, Bianca
Pinto, Davi Garcia Lopes
Siqueira, Matheus Fontenelle
Lopes, André Soares
Loureiro, Carlos Felipe Grangeiro
Keywords: Dinâmica Populacional
Relações de Gênero
Mulheres - Condições sociais
Divisão do Trabalho
Mulheres - Emprego
Mulher e Trabalho
Issue Date: 2019
Citation: MACEDO, Bianca; PINTO, Davi Garcia Lopes; SIQUEIRA, Matheus Fontenelle; LOPES, André Soares; LOUREIRO,Carlos Felipe Grangeiro. Caracterização das diferenças no padrão de mobilidade de mulheres e homens em grandes cidades brasileiras. In: CONGRESSO DE PESQUISA E ENSINO EM TRANSPORTE DA ANPET, 32º, 04 a 07 nov. 2019, Balneário Camboriú (SC). Anais [...] Balneário Camboriú (SC) , 2019. p. 618-630.
Abstract in Portuguese: Estudos têm apontado para a existência de distintos padrões de mobilidade entre mulheres e homens, ocasionados, principalmente, pela divisão sexual do trabalho. Nesse contexto, o objetivo principal deste artigo é a caracterização dessas diferenças para a realidade brasileira. Para isso, inicialmente foram levantadas hipóteses acerca dessas desigualdades e da relação entre elas e a divisão sexual do trabalho. Em seguida, foram selecionadas três capitais representativas de regiões distintas do país para a realização da análise. Para cada hipótese levantada, foram definidos indicadores, que foram calculados a partir de dados das pesquisas domiciliares mais recentes de cada cidade. A partir disso, foi feita uma comparação dos resultados obtidos para cada capital e uma análise da evolução temporal dessa problemática em São Paulo, entre 2007 e 2017. Os resultados obtidos corroboraram, em grande parte, com as hipóteses levantadas, mostrando que de fato há diferenças no modo como mulheres e homens se deslocam no meio urbano.
Abstract: Studies have pointed out to discrepancies between men’s and women’s patterns of mobility, mainly caused by the sexual division of labor. In this context, the objective of this article is a characterization of these differences for the Brazilian scenario. In order to do this, first some hypothesis about these inequalities and their relation with the sexual division of labor were established. Then, three cities representative of the distinct regions of the country were selected to the study. For every hypothesis, it was chosen an indicator, which was calculated using data from the most recent travel surveys from each city. Finally, a comparison between the results of each city and a temporal analysis of the problem in São Paulo between 2007 and 2017 were undertaken. The results confirmed many of the hypothesis, showing that there are indeed differences in the way women and men move around the urban environment.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/56781
metadata.dc.type: Artigo de Evento
Appears in Collections:DET - Trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_eve_bmacedo.pdf4,55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.