Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/57480
Title in Portuguese: Precariedade e luta por reconhecimento nas metamorfoses de crianças e jovens em situação de rua: as narrativas de Teseu, Aquiles e Jasão
Title: Precarity and the fight for recognition of metamorphoses of children and young adults in street situation: the narratives of Teseu, Aquiles and Jasão
Author: Silva, Maria da Conceição Gomes da
Advisor(s): Lima, Aluísio Ferreira de
Keywords: Psicologia social
Identidade
Situação de rua
Crianças
Jovens
Issue Date: 2021
Citation: SILVA, Maria da Conceição Gomes da. Precariedade e luta por reconhecimento nas metamorfoses de crianças e jovens em situação de rua: as narrativas de Teseu, Aquiles e Jasão. Orientador: Aluísio Ferreira de Lima. 2021. 98 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Programa de Pós-graduação em Psicologia, Centro de Humanidades, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2021.
Abstract in Portuguese: A existência de crianças e jovens em situação de rua, denunciam de forma contundente o tratamento dado a infância e juventude pobres do Brasil. Levados muito cedo a utilizar a rua como espaço de sobrevivência e sociabilidade, a essas pessoas são atribuídas, geralmente, identidades estigmatizadas como perigosas e marginais. Entende-se que estas condições são forjadas em categorizações sociais que lhes reservam um lugar de segregados e excluídos, vidas legadas ao abandono e à exceção. Neste sentido, este trabalho, a partir das narrativas de três jovens que experienciaram a situação de rua na infância e na adolescência, visou compreender como se processaram as metamorfoses de suas identidades e suas lutas por reconhecimento diante da precariedade de suas existências. As narrativas dos jovens apontam que há uma enorme invencibilidade na substância humana, que mesmo nas condições mais adversas, seguem lutando. É este o pressuposto básico da compreensão da identidade humana como metamorfose, que mesmo repondo identidades estigmatizadas, mesmo apresentando formas incompreensíveis àqueles olhos que se recusam a lhes perceber a humanidade, seguem sobrevivendo. Concluímos que as identificações como marginais, perigosos e violentos atribuídas às crianças e jovens em situação de rua, são construções sociais que visam desqualificar e tornar descartáveis as vidas cuja insistência em continuar vivendo tensionam o próprio sistema que lhes dão origem, nem que sigam golpeando às cegas. Por fim espera-se que este trabalho ofereça possibilidade a outras investigações, outras visões de mundo, para que se possa vislumbrar a implantação de políticas públicas efetivas que possibilitem fragmentos de emancipação e permitam processos de autodeterminação aos indivíduos das classes invisibilizadas e subalternas.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/57480
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGP - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2021_dis_mcgsilva.pdf871,52 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.