Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/57816
Title in Portuguese: Impacto do tempo de resposta elevado do motorista na fluidez do tráfego em interseções semaforizadas
Author: Fontes, Diego Barbosa
Advisor(s): Castro Neto, Manoel Mendonça de
Keywords: Tempo de resposta
Distração
Tempo de reação
Headway de descarga
PTV Vissim
Software de simulação de tráfego
Issue Date: 2020
Citation: FONTES, Diego Barbosa. Impacto do tempo de resposta elevado do motorista na fluidez do tráfego em interseções semaforizadas. 2020. 93 f. Dissertação (Mestrado Engenharia de Transportes) – Universidade Federal do Ceará, Centro de Tecnologia, Programa de Pós- Graduação em Engenharia de Transportes, Fortaleza, 2020
Abstract in Portuguese: As interseções semaforizadas são os grandes gargalos da infraestrutura viária, são nelas os maiores índices de congestionamento e acidentes, devido às restrições de capacidade e aos conflitos de movimento de tráfego, e um dos fatores para a restrição de capacidade é o Tempo de Resposta dos motoristas, principalmente quando estes são submetidos a algum tipo de distração, ocasionando Tempos de Resposta elevados, os quais impactam negativamente no fluxo viário, aumentando o atraso, o tempo de reação, e os headways de saturação. Embora existam alguns estudos que investiguem o Tempo de Resposta dos motoristas, há lacunas na modelagem desse fenômeno em interseções semaforizadas, e como ele é de difícil observação em campo, se faz necessário a utilização de uma ferramenta de microssimulação, para que se possa analisar diversos cenários e seus impactos. Este estudo tem como objetivo geral modelar e analisar os impactos de tempo de resposta (TR) elevado dos condutores no desempenho do tráfego e na capacidade de interseções semaforizadas. O método empregado consistiu na coleta de dados, modelagem estatística do TR, implementação do TR no VISSIM, comparação entre cenários com o TR elevado e a análise do seu impacto nas medidas de desempenho e capacidade. As análises estatísticas apontaram que o TR médio do 1º veículo da fila é maior que o das demais posições e que a distribuição Log-Normal foi a que melhor representou os dados de TR. Por meio da API do VISSIM, as distribuições do TR dos motoristas obtidas foram incorporadas no simulador, sendo uma para a 1ª posição e outra para as demais posições. O modelo implementado forneceu estimativas de atraso e fila média significativamente maiores que as obtidas no modelo default, e uma menor capacidade, constatando a importância da correta modelagem dessa variável na estimação do desempenho do tráfego. No que condiz à influência do TR elevado nas medidas de desempenho e na capacidade, observou-se que os maiores impactos relacionados ao atraso foram ocasionados quando o TR elevado ocorreu nas posições mais próximas da faixa de retenção, em relação ao tamanho de fila média, não existiu diferenças significativas entre as posições em que o TR elevado ocorreu, porém, existiu um efeito significativo quando comparado ao modelo sem o TR elevado programado, no qual apresentou tamanho de filas média menor aos cenários simulados. Em relação à capacidade, os cenários que tiveram TR elevados em todos ciclos apresentaram capacidades inferiores às do modelo sem o TR elevado programado, contudo, não existiu diferenças significativas quando a posição do TR elevado foi analisada.
Abstract: Signalized intersections are the major bottlenecks of road infrastructure, they are the highest rates of congestion and accidents, due to capacity restrictions and traffic movement conflicts, and one of the factors for capacity restriction is the driver's response time. Especially when these are occurring to some type of distraction, causing high Response Times, which negatively impact the road flow, increase the delay, reaction time, and saturation headways. Although there are some studies that investigate the Response Time of drivers, there are gaps in the modeling of this phenomenon at signalized intersections, and as it is difficult to observe in the field, it is necessary to use a micro-simulation tool, so that it can be analyzed several scenarios and their impacts. This study has the general objective of modeling and analyzing the impacts of high response time (TR) of drivers on traffic performance and on the capacity of traffic light intersections. The method consists of data collection, statistical modeling of the TR, implementation of the TR in VISSIM, comparison between scenarios with high TR and the analysis of its impact on performance and capacity measures. Statistical analyzes showed that the average TR of the 1st vehicle in the queue is higher than that of the other positions and that the Log-Normal distribution was the one that best represents the TR data. Through the VISSIM API, the drivers' TR distributions were incorporated into the simulator, one for the 1st position and one for the other positions. The implemented model provided a delay and average queue higher than the standard in the model, and a lower capacity, confirming the importance of the correct modeling of this variable in the estimation of traffic performance. Regarding the influence of the high TR on performance measures and capacity, it was observed that the greatest impacts related to the delay were caused when the high TR occurred in the positions closest to the retention range, in relation to the average row size, there were no significant differences between the positions in which the high TR occurred, however, there was a significant effect when compared to the model without the programmed high TR, in which the average row size was smaller than the simulated scenarios. Regarding capacity, the scenarios that had high TR in all cycles showed lower capacities than the model without the programmed high TR, however, there were no significant differences when the position of the high TR was analyzed.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/57816
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DET - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_dis_dbfontes.pdf2,06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.