Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/57842
Title in Portuguese: Avaliação de parâmetros clínicos (dor, edema e trismo) e qualidade de vida em cirurgias de terceiros molares mandibulares sob diferentes estratégias de analgesia preemptiva: revisão sistemática e ensaio clínico randomizado
Author: Cetira Filho, Edson Luiz
Advisor(s): Costa, Fábio Wildson Gurgel
Keywords: Dente Serotino
Analgesia
Anti-Inflamatórios não Esteroides
Terapia com Luz de Baixa Intensidade
Qualidade de Vida
Ensaio Clínico
Issue Date: 6-Apr-2021
Citation: CETIRA FILHO. E. L. Avaliação de parâmetros clínicos (dor, edema e trismo) e qualidade de vida em cirurgias de terceiros molares mandibulares sob diferentes estratégias de analgesia preemptiva: revisão sistemática e ensaio clínico randomizado. 2021. 118 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2021.
Abstract in Portuguese: Nos últimos anos, ensaios clínicos envolvendo diferentes protocolos de analgesia preemptiva (AP) em cirurgias para a remoção de terceiros molares inferiores têm sido publicados, sendo escassos estudos que avaliaram estratégias farmacológicas associadas ou não à fotobiomodulação com laserterapia de baixa intensidade (LBI). Portanto, esta dissertação possui dois capítulos que objetivaram, respectivamente: 1) realizar uma revisão sistemática com meta-análise de estudos primários para investigar a eficácia da AP com anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs) sobre eventos inflamatórios (dor, edema e trismo) pós-operatórios em cirurgias de terceiros molares mandibulares; 2) avaliar parâmetros clínicos e qualidade de vida em pacientes submetidos a remoção cirúrgica de terceiros molares mandibulares sob diferentes estratégias de AP. No capítulo 1, uma revisão sistemática cadastrada na plataforma PROSPERO sob o número CRD42019128579 foi realizada de acordo com as recomendações do guia PRISMA. De um total de 2.903 artigos, 31 (n = 2.184 pacientes) foram selecionados. Todos os estudos apresentaram baixo risco de viés, mas exibiram alta heterogeneidade metodológica. A AP na remoção de terceiros molares reduziu os escores de dor, especialmente nas primeiras seis horas (n = 151, p <0,001, IC95% = -2,81 a -0,97). Em resumo, a maioria dos AINEs apresentou bons resultados para o controle de eventos inflamatórios, com redução dos escores dor e redução do consumo médio de medicação de resgate. Porém, estudos clínicos mais homogêneos e bem delineados são necessários para determinar uma possível associação entre os AINEs e a eficácia do tratamento para eventos inflamatórios. No capítulo 2, foi realizado um ensaio clínico de boca-dividida, randomizado, bifatorial, triplo cego, controlado, com voluntários que necessitaram da remoção bilateral dos terceiros molares mandibulares. Quarenta indivíduos foram randomizados e alocados a receber, 1 hora antes da cirurgia, nimesulida 100mg ou placebo, com subgrupos de LBI. Foram avaliados desfechos clínicos (dor, edema e trismo) e impacto sobre a qualidade de vida (OHIP-14). Os picos de dor ocorreram 6 horas após a cirurgia no grupo placebo e após 8 horas no grupo nimesulida. No grupo placebo, o emprego do LBI proporcionou escores médios de dor significantemente menores do que o subgrupo sem LBI após 4 horas (p=0,009) e 6 horas (p=0,048) da exodontia. No grupo nimesulida a análise multifatorial demonstrou que esse AINE, independente do uso ou não de LBI (p=0,065), reduziu significativamente os escores médios de dor após 4 horas (p=0,045). Quanto ao edema, a medida Ang-Ceo mostrou um menor valor após sete dias (p=0,037) e um menor 11 efeito cumulativo (p=0,036) no grupo placebo associado ao uso do LBI. Além disso, análise estatística multifatorial evidenciou um efeito direto do LBI (p=0,047) na redução da média de escores de insatisfação global da qualidade de vida independente da associação com nimesulida (p=0,519) após sete dias. Concluiu-se que o uso preemptivo de nimesulida retardou apenas o pico de dor. O LBI reduziu edema e trismo, e contribuiu em uma melhor avaliação da qualidade de vida. O benefício da associação de ambas as estratégias não foi superior ao uso isolado de LBI.
Abstract: In the last years, clinical trials involving different preemptive analgesia (PA) protocols in surgeries for the removal of lower third molars have mainly investigated clinical parameters, with few studies evaluating pharmacological strategies associated or not with photobiomodulation with low intensity laser therapy (LLT). Therefore, this dissertation has two chapters that aimed, respectively: 1) to carry out a systematic review with meta-analysis of primary studies to investigate the effectiveness of PA with non-steroidal anti-inflammatory drugs (NSAID) on inflammatory events (pain, edema, and trismus) postoperative in mandibular third molar surgeries; 2) to evaluate clinical parameters and quality of life in patients undergoing surgical removal of mandibular third molars under different PA strategies. In chapter 1, a systematic review registered on the PROSPERO platform under the number CRD42019128579 was carried out according to the recommendations of the PRISMA guide. Of a total of 2,903 articles, 31 (n = 2,184 patients) were selected. All studies had a low risk of bias but showed high methodological heterogeneity. The PA in the removal of third molars reduced pain scores, especially in the first six hours (n = 151, p <0.001, 95% CI = -2.81 to -0.97). In summary, most NSAIDs show good results for the control of inflammatory events, with reduced pain scores and reduced mean consumption of rescue medication. However, more homogeneous and well-designed clinical studies are needed to determine a possible association between NSAIDs and the effectiveness of treatment for inflammatory events. In chapter 2, a randomized, bifactorial, triple-blind, controlled, randomized, split-mouth clinical trial was conducted with volunteers who required bilateral removal of the third mandibular molars. Forty individuals were randomized and allocated to receive, 1 hour before surgery, 100mg nimesulide or placebo, with LLT subgroups. Clinical outcomes (pain, edema, and trismus) and impact on the quality of life (OHIP-14) were evaluated. The pain peaks occurred 6 hours after surgery in the placebo group and after 8 hours in the nimesulide group. In the placebo group, the use of LLT provided mean pain scores significantly lower than the subgroup without LLT after 4 hours (p = 0.009) and 6 hours (p = 0.048) of extraction. In the nimesulide group, the multifactorial analysis demonstrated that this NSAID, regardless of the use or not of LLT (p = 0.065), significantly reduced the mean pain scores after 4 hours (p = 0.045). As for edema, the Ang-Ceo measure showed a lower value after seven days (p = 0.037) and a lesser cumulative effect (p = 0.036) in the placebo group associated with the use of LLT. In 13 addition, a multifactorial statistical analysis showed a direct effect of the LLT (p = 0.047) on the reduction of the mean scores of global dissatisfactions with quality of life regardless of the association with nimesulide (p = 0.519) after seven days. It was concluded that the preemptive use of nimesulide only delayed the peak of pain. The LLT reduced edema and trismus, and contributed to a better assessment of quality of life. The benefit of the association of both strategies was not superior to the isolated use of LLT.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/57842
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DCOD - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2021_dis_elcetirafilho.pdf3,18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.