Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/57880
Title in Portuguese: Efeitos do vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) em biomarcadores vasculares e lesão podocitária: estudo transversal com pacientes HIV não tratados
Author: Tôrres, Paulo Pacelli Bezerra Filizola
Advisor(s): Silva Junior, Geraldo Bezerra
Keywords: HIV
Carga Viral
Biomarcadores
Endotélio
Rim
Issue Date: 26-Mar-2021
Citation: TÔRRES, P. P. B. F. Efeitos do vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) em biomarcadores vasculares e lesão podocitária: estudo transversal com pacientes HIV não tratados. 2021. 73 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2021.
Abstract in Portuguese: Introdução: A infecção pelo HIV está relacionada a diversos tipos de doenças renais, incluindo os efeitos diretos do HIV. O diagnóstico precoce e diferencial de lesão renal pode evitar prognóstico ruim associados à doença renal. Objetivos: Este estudo tem como objetivo avaliar os impactos da carga viral elevada no sistema endotelial e nas células podocitárias de pacientes HIV não tratados. População e Métodos: Foi realizado estudo transversal no período de agosto de 2018 a julho de 2020, no ambulatório de infectologia de dois hospitais públicos da cidade de Fortaleza/Ce, onde foi colhido amostras de sangue e urina, bem como, aplicação de questionários específicos, em pacientes recém diagnosticados com HIV, sem doença renal prévia e que ainda não iniciaram tratamento antirretroviral. Parâmetros laboratoriais de rotina foram coletados, como carga viral, contagem de CD4 e outros dados laboratoriais. A função renal foi avaliada usando creatinina sérica e taxa de filtração glomerular estimada. A nefrina urinária e os biomarcadores vasculares (VCAM-1, angiopoietina-2 e sindecano-1) foram quantificados por ensaios ELISA. Os pacientes HIV não tratados foram divididos em três grupos de acordo com os quartis de carga viral. Resultados: O grupo de pacientes HIV não tratados com quartil mais alto de carga viral apresentou presença mais frequente de nefrinúria do que outros quartis (75 vs 11%, p <0,001). VCAM-1 e angiopoietina-2 foram maiores no grupo de carga viral mais alta. Na análise de correlações, o sindecano-1 e a angiopoietina-2 foram correlacionados com o aumento da carga viral. Além disso, a angiopoietina-2 foi correlacionada com a diminuição da contagem de CD4. Conclusão: os pacientes HIV não tratados com carga viral elevada apresentaram disfunção da barreira de filtração glomerular, mesmo em função renal clínica normal. A disfunção vascular foi associada à carga viral elevada e pode contribuir indiretamente para a progressão da disfunção glomerular. Os resultados apresentados reforçam a importância de iniciar o tratamento antirretroviral o mais rápido possível para evitar complicações clínicas, como a doença renal.
Abstract: HIV infection is related with diverse kinds of kidney disease, including HIV direct effects. Early and differential diagnosis of kidney damage may avoid poor outcomes associated with kidney disease. This study aims to evaluate impacts of elevated viral load in endothelial system and podocyte cells of untreated HIV patients. Methods: Untreated HIV patients without previous kidney disease were included. Routine laboratory parameters were collected, such as viral load, CD4 count and other laboratory data. Kidney function was evaluated using serum creatinine and estimated glomerular filtration rate. Urinary nephrin, and vascular biomarkers (VCAM-1, angiopoietin-2 and syndecan-1) were quantified by ELISA assays. Untreated HIV patients were divided into three groups according to quartiles of viral load. Results: Untreated HIV patients group with higher viral load quartile had more frequent presence of nephrinuria than other quartiles (75 vs 11%, p<0,001). VCAM-1 and angiopoietin-2 were higher in higher viral load group. In correlations analysis, syndecan-1 and angiopoietin-2 were correlated with increased viral load. Also, angiopoietin-2 was correlated with decreased CD4 count. Conclusion: untreated HIV patients with elevated viral load had glomerular filtration barrier dysfunction even in clinical normal kidney function. Vascular dysfunction was associated with elevated viral load and may contribute indirectly for a glomerular dysfunction progression. It present results reinforces the importance to initiate antiretroviral treatment as soon as possible to avoid clinical complications such as kidney disease.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/57880
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DFAR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2021_dis_ppbftorres.pdf1,66 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.