Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5854
Título: Digressões avaliativas nas fábulas de Millôr Fernandes: uma questão de estilo
Autor(es): Sampaio, Maria Helena Mendonça
Orientador(es): Moura, Ana Célia Clementino
Palavras-chave: Linguistica
Fábula
Gênero
Digressão
Estilo
Fable
Genre Textuel
Digression
Style
Fernandes, Millôr, 1924 - Análise do Discurso
Análise do Discurso Narrativo
Fábulas - Análise do Discurso
Gêneros Literários
Construção de Sentido
Semiótica e Literatura
Data do documento: 2006
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: Sampaio, M. H. M.; Moura, A. C. C. (2006)
Resumo: A análise da projeção do narrador, por meio de digressões avaliativas, objetiva-se a identificar, em fábulas bastante peculiares, as estratégias de discursivização bem como os procedimentos típicos dessas fábulas na produção de sentido, que se entende constituir uma nova ordem discursiva sem descaracterizar o gênero. As intervenções, feitas por um novo tipo de narrador, na medida em que se posiciona particularmente em comparação ao narrador da fábula tradicional, atualizam o discurso fabular, uma vez que o texto como processo semiótico vai construindo sentido. As fábulas serão compreendidas como processo em que se pretende descobrir o seu funcionamento semiótico, construído em condições específicas de produção. Para proceder-se a essa análise, consideram-se as relações entre linguagem, gênero e discurso, símbolos de práticas sociais, os quais emergem de uma relação intersubjetiva, dialógica e social; a inserção do gênero fábula na tradição oral como também a sua composição e caracterização; faz-se um estudo da fábula milloriana, que se constrói com o estilo, elemento constitutivo do próprio gênero discursivo. Assim, conduz-se por uma lingüística discursiva encarregada da língua na comunicação viva, para se elaborar um estudo a partir do qual se possa depreender que o sentido construído em um texto, por um dado discurso, deriva do sistema lingüístico em uso – componente pragmático fundamental à investigação a que se procede –, das suas possibilidades à elaboração de significados compartilhados por sujeitos que se alternam na composição de um enunciado, que é entendido, portanto, como produto vinculado a uma ação intersubjetiva e por ela definido
Descrição: SAMPAIO, Maria Helena Mendonça. Digressões avaliativas nas fábulas de Millôr Fernandes: uma questão de estilo. 2006. 93 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Fortaleza-CE, 2006.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5854
Aparece nas coleções:PPGL - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006_dis_mhsampaio.pdf576,19 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.