Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/58619
Title in Portuguese: Competências socioemocionais na formação e na prática docente: percepções de professoras da educação infantil
Author: Rabelo, Jeriane da Silva
Advisor(s): Albuquerque, Luiz Botelho
Co-advisor(s): Gaspar, Maria Filomena Ribeiro da Fonseca
Keywords: Competências socioemocionais
Educação Infantil
Formação docente
Currículo escolar
Neurociência afetiva
Issue Date: 2021
Citation: RABELO, Jeriane da Silva. Competências socioemocionais na formação e na prática docente: percepções de professoras da educação infantil. Orientador: Luiz Botelho Albuquerque. 2021. 178 f. Tese (Doutorado em Educação) - Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Faculdade de Educação, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2021.
Abstract in Portuguese: A literatura científica sobre os contributos das competências socioemocionais no campo educacional tem mostrado resultados promissores através de propostas eficazes para melhorar o ambiente escolar e favorecer o equilíbrio entre a dimensão cognitivista racional e emocional das crianças. Nesse sentido, é importante identificar quais saberes e práticas podem ser trilhadas para que a educação socioemocional se torne norteadora das experiências na Educação Infantil – EI. A pesquisa buscou compreender a relevância das competências socioemocionais docentes na formação docente, prática pedagógica e na relação com a criança, a partir do olhar de professoras da EI. Os estudos que fundamentaram este trabalho foram feitos à luz de: Vygotsky (1991); Wallon (1995; 2007); Salovey e Sluyter (1999); Saltini (1997); Lefebvre (2001; Gardner (2005); Mora (2004); Sawaia (2006); Santos (2008); Campos (2010); Damásio (2011); Howard-Jone (2015). A investigação foi realizada por meio de: i) análise bibliométrica sobre a temática pesquisada nos últimos dez anos e ii) pesquisa de natureza qualitativa, na forma de um estudo de caso com uma amostra composta por dezoito professoras da EI. O instrumento utilizado foi a entrevista semiestruturada. A análise dos dados ocorreu através da descrição estatística e da análise de conteúdo das respostas das entrevistadas com o suporte do software Iramuteq. A partir do estudo (i), percebeu-se que, no Brasil, os fatores emocionais são ignorados na maioria dos trabalhos científicos analisados, negligenciando a história de vida dos sujeitos, de modo especial, das professoras da EI. No estudo (ii), foi possível constatar que a identificação e regulação das emoções são etapas cruciais para o desenvolvimento da competência socioemocional, além disso, a qualidade das emoções das docentes estava interligada, principalmente, aos fatores ambientais da escola. Assim, espera-se contribuir, principalmente, para o aprofundamento da compreensão dos elementos emocionais envolvidos na aprendizagem, na formação e nas práticas educativas na Educação Infantil e, consequentemente, na qualidade da aprendizagem integral da criança. Nesse aspecto, os saberes e as práticas docentes têm um papel importante na relação entre neurociência – educação – emoção e formação de professores.
Abstract: The scientific literature on the contributions of socio-emotional competences in the educational field has shown promising results through effective proposals to improve the school environment and favor the balance between the rational and emotional cognitive dimension of children. In this sense, it is important to identify what knowledge and practices can be traced so that socioemotional education becomes the guide for experiences in Early Childhood Education - EI. The research sought to understand the relevance of teaching socio-emotional competences in teacher training, pedagogical practice and in the relationship with the child, from the perspective of EI teachers. The studies that supported this work were made in the light of: Vygotsky (1991); Wallon (1995; 2007); Salovey and Sluyter (1999); Saltini (1997); Lefebvre (2001; Gardner (2005); Mora (2004); Sawaia (2006); Santos (2008); Campos (2010); Damásio (2011); Howard-Jone (2015). The investigation was carried out by means of: i) bibliometric analysis on the theme researched in the last ten years and ii) qualitative research, in the form of a case study with a sample composed of eighteen teachers from EI. The instrument used was the semi-structured interview. Data analysis occurred through the statistical description and content analysis of the respondents' answers with the support of the Iramuteq software. From the study (i), it was noticed that, in Brazil, emotional factors are ignored in most of the scientific studies analyzed, neglecting the life history of the subjects, in particular, of the EI teachers. In study (ii), it was found that the identification and regulation of emotions are crucial steps for the development of socio-emotional competence, in addition, the quality of the teachers' emotions was interconnected, mainly, with the school's environmental factors. Thus, it is expected to contribute, mainly, to the deepening of the understanding of the emotional elements involved in learning, training and educational practices in Early Childhood Education and, consequently, in the quality of the child's integral learning. In this respect, teaching knowledge and practices play an important role in the relationship between neuroscience - education - emotion and teacher training.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/58619
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2021_tese_jsrabelo.pdf3,85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.