Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/58768
Title in Portuguese: Potencialidades das esquinas urbanas para o microplanejamento das cidades
Author: Castro, Danielle Maranhão de
Advisor(s): Farias Filho, José Almir
Keywords: Esquinas urbanas
Espaço público
Microplanejamento urbano
Caminhabilidade
Fortaleza-CE.
Issue Date: May-2021
Publisher: UFC
Citation: CASTRO, D. M. de. Potencialidades das esquinas urbanas para o microplanejamento das cidades. 2021. 205 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo e Design) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2021.
Abstract in Portuguese: A dinâmica roda-viva que conecta pessoas e construções é o que tonifica e dá razão ao espaço urbano. Observa-se que esses movimentos e energias tendem a acontecer de forma mais intensa nas interseções entre as vias e especialmente nas esquinas, esses pontos nodais cuja espacialidade aglutina os cidadãos, dando densidade a uma rede de fluxos e relações interpessoais cotidianas. Devido às inúmeras tensões geradas pela intensificação da mobilidade, as interseções viárias urbanas têm sido objeto de estudo e intervenção projetual. Todavia, cabe notar que as esquinas, enquanto parte da espacialidade intraurbana, permanecem quase inexploradas quanto a suas potencialidades relativas à caminhabilidade e à sociabilidade. Como uma contribuição a esta temática, o presente trabalho examina o papel das esquinas para o microplanejamento dos espaços públicos urbanos, entendendo que elas são componentes essenciais para a construção de cidades mais humanizadas e saudáveis. Dessa forma, busca-se aqui identificar e descrever as tipologias de esquinas da cidade de Fortaleza, compreender de que forma e em que medida os indivíduos se relacionam com esses espaços e, por fim, identificar critérios que caracterizam sua qualidade como micro-espaços públicos. Nesta perspectiva, a metodologia de pesquisa adotada é de natureza quali-quantitativa e se utiliza do iCam como ferramenta de avaliação para a caminhabilidade, além de instrumentos de observação direta e indireta para a avaliação comportamental e qualidade para a sociabilidade. Para tal, baseou-se no conjunto de 18 tipologias de quadra proposto pelo Plano Fortaleza 2040. Os resultados alcançados apontam a existência de pelo menos nove padrões representativos de esquinas com base no uso e ocupação do solo. Da mesma forma, indicam a baixa qualidade das esquinas da capital cearense para a caminhabilidade. Com relação à sociabilidade, constatou-se maior potencialidade de interação nas esquinas comerciais e de uso misto, em detrimento das esquinas de uso residencial multifamiliar. Por outro lado, as esquinas de uso residencial unifamiliar possuem resultados divergentes, cabendo analisar outros critérios sobre o bairro em que estão inseridas. Por fim, pode-se destacar que os critérios de qualidade de espaços públicos, ainda que possam ser aplicados em esquinas, devem considerar a possibilidades de novos indicadores a fim de valorizar as particularidades e potencialidades deste ponto nodal.
Abstract: The dynamic wheel that connects people and buildings is what tones and gives reason to the urban space. It is observed that these movements and energies tend to happen intensely in the intersections between the roads and especially in the corners, those nodal points whose spatiality brings together the citizens, giving density to a network of flows and daily interpersonal relationships. Due to the tensions generated by the intensification of mobility, urban road intersections have been the object of study and project interventions. However, street corners, as part of intra-urban spatiality, remain almost unexplored in terms of their potential for walkability and sociability. As a contribution to this theme, the present work investigates the role of street corners for the microplanning of urban public spaces, understanding that they are essential components for the construction of more humanized and healthier cities. Thus, it seeks to identify and describe the corner typologies in the city of Fortaleza, to understand how and the extent to which individuals relate to these spaces and, finally, to identify criteria that characterize their quality as public micro-spaces. In this perspective, the methodology adopted has a quali-quantitative nature and uses iCam as an assessment tool for walkability, in addition to instruments of direct and indirect observation for behavioral assessment and quality for sociability. To this end, this study was based on the set of 18 types of city blocks proposed by the Fortaleza 2040 Plan. The results achieved point to the existence of at least nine corner patterns based on land use and occupation. Likewise, it indicates the low quality of the corners in the capital of Ceará for walkability. With regards to sociability, there was a greater potential for interaction in commercial and mixed use street corners, in opposition to multi-family residential street corners. On the other hand, the single-family residential corners have divergent results, it is necessary to analyze other criteria about the neighborhood in which they are inserted. Finally, it can be highlighted that the quality criteria of public spaces, even if they are known on street corners, must consider the possibilities of new indicators in order to value the particularities and potential of this nodal point.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/58768
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DAU - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2021_diss_dmcastro.pdf9,41 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.