Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5905
Título: Constituição de autoria em narrativas de viajantes: entre o sujeito e a designação.
Título em inglês: The building of authorship in travelers' stories: between the subject and the designation
Autor(es): Freitas, Maria Leidiane Tavares
Orientador(es): Vasconcelos, Sandra Maia Farias
Palavras-chave: Linguistica
Singularidade
Designação
Narrativa
Autoria
Análise do Discurso Narrativo
Memory
Singularity
Designation
Story
Authorship
Memória
Linguística
Autoria
Data do documento: 2010
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: Freitas, M. L. T.; Vasconcelos, S. M. F. (2010)
Resumo: Esta pesquisa objetiva analisar a constituição da autoria em narrativas de viajantes que estiveram no Brasil entre os séculos XVI a XIX. Entendendo a autoria como o trabalho que o sujeito empreende discursivamente, ao agenciar determinados recursos expressivos de modo a singularizar-se no interior de um determinado domínio – a partir das possibilidades que a formação discursiva oferece, demarcando um espaço de ação a despeito das coerções sócio-históricas a que está submetido (POSSENTI, 2002; BAPTISTA, 2005; RIBEIRO, 2006) –, foram eleitas, para a análise da autoria em narrativas de viajantes, três categorias que permitiram a operacionalização da pesquisa, quais sejam: a estrutura narrativa, as marcas linguísticas reveladoras do trabalho autoral e a memória discursiva. O percurso metodológico apresenta os critérios adotados para a seleção, organização e constituição do corpus, que culminou no estabelecimento de uma diacronia de narrativas, composta por um texto relativo a cada século do recorte temporal feito. A seguir, a exposição dos resultados demonstra que a autoria em narrativas de viajantes é constituída quando os narradores agenciam recursos linguísticos que evidenciam estruturas individuais e institucionais simultaneamente, pois, ao mesmo tempo em que identificam o narrador como autor do texto escrito, marcam uma autoria colateral e mediata na qual incide a presença da autoridade designadora. Tais recursos convergem para a produção de uma narrativa que se caracteriza, sobretudo, pelas expansões catalíticas e indiciárias (BARTHES, 2006), que, dada a posição histórico-ideológica dos sujeitos, resultam em descrições de caráter fortemente avaliativo. Por fim, a autoria nessas narrativas também se configura na construção de uma memória diacrônica sobre o Brasil, que faz recurso a discursos anteriormente produzidos, apresentando um processo de ressignificação, traduzido em gestos que individualizam o trabalho do sujeito na linguagem
Abstract: In this research we aim to analyze the building of authorship as a category in travelers’ stories whom have been to Brazil between XVI and XIX centuries. Being authorship an effort the subject does discursively, organizing such expressive resources in the way to singularize himself in a certain domain – from the possibilities that discursive formation offers, by delimiting an action space despite social, historical coercions in which he is submitted (POSSENTI, 2002; BAPTISTA, 2005; RIBEIRO, 2006) –, there has been chosen for authorship analysis in travelers stories tree categories which allowed the research, namely: the story structure, the linguistics marcs that revealed the authorship work and the discursive memory. The methodological path shows the criterions we used to selection, organization and constitution of a timeline for the stories, composed by one text related to each century from the time profile we did. Next, the results point that authorship in travelers stories is built when the narrator works with linguistic resources which evidence individual and institutional structures simultaneously, for they identify the storyteller as the written text author and they define a collateral and mediate authorship in which the presence of the designator authorship focus. Those resources converge to the production of a story that is characterized, mainly, for the expansions catalytic and indexing (BARTHES, 2006), which, being defined the subject’s historical-ideological status, result in strongly evaluative character descriptions. Ultimately, the authorship in these stories is also configured in the construction of a diachronic memory about Brazil, which serves to discourses previously produced, showing a re-signification process, translated in gestures that individualize the work of the language subject
Descrição: FREITAS, Maria Leidiane Tavares. Constituição de autoria em narrativas de viajantes: entre o sujeito e a designação. 2010. 104 f. Dissertação (Mestrado em Linguistica) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Fortaleza-CE, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5905
Aparece nas coleções:PPGL - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_mltfreitas.pdf1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.