Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5913
Título: A modalidade deôntica na aula de inglês ministrada em português
Título em inglês: The deontic modality in the English class taught in Portuguese
Autor(es): Lopes, Maria Fabiola Vasconcelos
Orientador(es): Nogueira, Márcia Teixeira
Palavras-chave: Teoria e Analise Linguistica
Funcionalismo
Modalidade Deontica
EFL
Functionalism
Deontic Modality
EFL
Língua Portuguesa – Modalidade
Língua inglesa – Estudo e Ensino – Falantes de Português
Comportamento verbal – Fortaleza(CE)
Professores e alunos – Fortaleza(CE)
Professores de inglês – Fortaleza(CE)
Análise de interação em educação
Aquisição da segunda língua
Data do documento: 2009
Editor: www.biblioteca.ufc.br
Citação: Lopes, M. F. V.; Nogueira, M. T. (2009)
Resumo: Esta pesquisa, concebida sob o enfoque funcionalista e norteada pelos trabalhos de Lyons (1977), Almeida (1988), Palmer (1986), Bybee, Perkins & Pagliuca (1994), Bybee & Fleischman (1995) e Verstraete (2004), objetivou discutir os marcadores de modalidade deôntica veiculados no discurso de professores e alunos no contexto interativo da sala de aula de inglês como língua estrangeira (LE) em três (03) escolas públicas da cidade de Fortaleza, Ceará. Vale salientar que no contexto instrucional aqui considerado, as aulas de inglês como LE são ministradas em português por professores com pouquíssima/nenhuma exposição imersiva à língua que ensinam, conforme revelado pelo questionário Perfil do professor. Para o desenvolvimento deste estudo, tendo como norte a língua como um instrumento de interação verbal, foram considerados os aspectos sintáticos, semânticos e pragmático-discursivos. Para a constituição do corpus, foram observadas e gravadas três (03) aulas geminadas de cada um dos seis professores que aceitaram participar da pesquisa, contabilizando portanto, um total de 1.620 minutos de aula. O estudo revelou que durante o processo interativo aqui considerado, professores e alunos fizeram uso de diversos tipos de marcadores da modalidade deôntica tais como modais (poder), expressões (ter quer), imperativos e outros empreendendo-lhes cargas semânticas dependentes do contexto situacional de uso e/ou da intenção do falante. A pesquisa revelou ainda que na interação assimétrica que se estabelece no contexto de sala de aula, o professor é a fonte e o aluno, o alvo deôntico mais freqüente, sendo que o professor pouco se inclui na instauração do valor deôntico. Tais resultados poderiam indicar uma postura autoritária por parte do professsor, entretanto, o uso de marcas de atenuação do valor deôntico no discurso dos professores-sujeitos (por meio de verbos de carga semântica modalizadora deôntica baixa ou da manifestação da força ilocucionária manifestada por (por favor) evidencia uma outra realidade: a suavização da carga semântica dos marcadores da modalização deôntica; trata-se de um recurso estratégico utilizado pelo professor de inglês como LE para, entre outras coisas, envolver seu aluno na aula, chamá-lo a participar ativamente da interação, orientar suas atitudes e condutas, facilitar sua aprendizagem, instruí-lo no uso da língua. Dessa forma foi possível concluir que, embora os professores participantes da pesquisa tivessem pouca ou nenhuma imersão na língua inglesa, conseguiram manusear os marcadores da modalização deôntica em português de forma adequada a fim de garantir a eficácia de suas instruções e explicações sobre a língua inglesa. Por fim, o estudo se revelou fértil para a elaboração de uma proposta tipológica para a modalidade deôntica na área do ensino
Abstract: This research, developed under the light of Functionalism and guided by the works of Lyons (1977), Almeida (1988), Palmer (1986), Bybee, Perkins & Pagliuca (1994), Bybee & Fleischman (1995) and Verstraete (2004), aims at discussing the deontic modality markers conveyed in the discourse of teachers and students in the interactional context of English as a foreign language (EFL) in three public schools in the city of Fortaleza, Ceará. It is important to mention that in the instructional context taken into consideration for purposes of this research, the EFL classes are given in Portuguese by teachers with very little or no foreign-language immersion, in accordance with the Teacher-profile questionnaire. Having as major guideline the fact that the language is as verbal interactional means, aspects such as a syntactic, semantic and pragmatic-discursive ones were considered. For corpus constitution, three (03) 90-minute classes were observed and recorded for each of a total of six (06) teachers who accepted to take part in this research, amounting to a total of 1.620 minutes of class. The study revealed that during the interactional process considered for the purpose of this research, teachers and students made use of various types of deontic markers such as modals (poder) , expressions (ter que), imperatives and others, to convey shades of semantic load dependent on the situational context of use and/or speaker´s intention. The research also revealed during the asymmetric interaction which is established between the participants of the process here focused on, the teacher is the source and the student, the most frequent deontic target. In addition, the study also showed that the teacher plays a non-inclusive role in the instauration of deontic value. The above listed results would lead to the conclusion that teachers adopt authoritarian postures in class. However, the use of markers of mitigation of deontic value in the discourse of teachers-subjects (by means of verbs of low deontic semantic load or the manifestation of illocucionary force expressed by (por favor) reveals another reality: the softening of the semantic load of deontic modality markers can be considered a strategic means used by the EFL teacher to, among other things, involve students, invite them to actively participate in the activities, ease their learning, instruct them in the use of the foreign language. Thus, it was possible to conclude that despite the teachers’ little or no immersion in the English language natural environment, they manage to use the deontic modality markers in Portuguese adequately in order to guarantee the effectiveness of their instructions and explanations about the English language. Moreover, the study revealed itself productive in the elaboration of a typology of deontic modality in the field of teaching
Descrição: LOPES, Maria Fabiola Vasconcelos. A modalidade deôntica na aula de inglês ministrada em português . 2009. 264 f. Tese (Doutorado em Linguística) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza-CE, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5913
Aparece nas coleções:PPGL - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_tese_mfvlopes.pdf1,93 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.