Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/602
Título: Bem estar social, mercado de trabalho e o desequilíbrio regional brasileiro
Autor(es): Barreto, Flávio Ataliba Flexa Daltro
Manso, Carlos Alberto
França, João Mário Santos de
Palavras-chave: Pobreza
Mercado de trabalho
Data do documento: 2010
Editor: Estudos Econômicos
Citação: BARRETO, Flávio A.F.D.; MANSO, Carlos A.; FRANÇA, João Mário Santos de (2010)
Resumo: Este trabalho contribui para a literatura empírica sobre o desequilíbrio regional brasileiro, ao analisar, no período pós-Plano Real, o desempenho econômico de cada região do País em termos do crescimento pró-pobre – crescimento econômico acompanhado de redução na desigualdade – e do bem-estar social.Para tanto, utiliza-se metodologia presente em Kakwani, Neri e Son (2006) para avaliar o comportamento do bem-estar social a partir das distribuições da renda familiar e da renda salarial em cada região do País.Investiga-se também a contribuição de indicadores do mercado de trabalho nas performances das regiões. De uma forma geral, os resultados apontam que os maiores impactos na renda dos trabalhos e no bem estar social deveram-se à taxa de participação de trabalhadores por família e, principalmente, aos ganhos de produtividade dos trabalhadores a partir de 2003, que, por sua vez, foram motivados principalmente pelos acréscimos nos retornos médios provenientes da educação das pessoas ocupadas. Porém, esses ganhos não foram suficientes para o estabelecimento de um padrão de crescimento mais intensamente pró-pobre no Norte e no Nordeste, o que poderia ter contribuído para uma maior aproximação em termos de renda e bem-estar social destas regiões em relação às outras do País.
Abstract: This paper contributes to the empirical literature about the Brazilian regional disequilibrium, once it examines,in the post-Real Plan period, the economic performance of each region of the country in terms of pro-poor growth - growth with reduced inequality - and of the social welfare. To this, it is used the methodology present in Kakwani, Neri and Son (2006) to evaluate the behavior of social welfare from the distributions of familiar income and wage income in each region. Furthermore, it is investigated the contribution of labor market indicators in the performance of regions. In general, the results indicate that the greatest impacts on employment income and on social welfare were due to the labour force participation rate, and mainly, to increased productivity of workers from 2003, which in turn, were mainly motivated by increases in the average returns from the education of employed persons. However,these gains were not sufficient to establish a pattern of growth more strongly pro-poor in the North and Northeast, which could have contributed to a closer in terms of income and welfare of these regions for other Brazilian regions
Descrição: BARRETO, Flávio A.F.D.; MANSO, Carlos Alberto; FRANÇA, João Mário Santos de. Bem estar social, mercado de trabalho e o desequilíbrio regional brasileiro. Estudos econômicos, v.40, n.2, p.401-443, jun.2010
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/602
Aparece nas coleções:CAEN - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_art_fafdbarreto.pdf517,06 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.