Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6046
Título: Práticas de clientelismo, educação planejada e sonho da redenção humana em torno do PLAMEG – Plano de Metas do Governo Virgílio Távora (Ceará, 1963-66)
Título em inglês: Clientelist practices, planned education and the dream of human redemption around the PLAMEG - Plan Targets Government Virgilio Távora (1963 - 66)
Autor(es): MELO, Francisco Egberto de
Orientador(es): RODRIGUES, Rui Martinho
Palavras-chave: Educational projects
Teaching history
Plano de Metas do Governo (Ceará)
Planejamento educacional - política governamental - Ceará - 1963-1966
Educação e estado - Ceará - 1963-1966
Ceará - política e governo - 1963-1966
Data do documento: 2013
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: MELO, F. E.; RODRIGUES, R. M. (2013)
Resumo: o início dos anos de 1960, vivenciaram-se, no Brasil, diversos projetos de sociedade e de educação. No Ceará, o governador Virgílio Távora, representando a “União pelo Ceará”, iniciou o processo de implantação do seu Plano de Metas de Governo (Plameg), cujos objetivos principais eram o desenvolvimento do estado por meio da industrialização e a racionalização da máquina administrativa com vistas à intervenção nos rumos da economia e da modernização desenvolvimentista. Para o campo educacional, foram convidados professores vinculados aos projetos de educação popular, principalmente do Movimento de Educação de Base (Meb), que desenvolviam práticas educacionais referenciadas no solidarismo cristão sob a influência das encíclicas de João XXIII e nos princípios de Piaget e de John Dewey. O resultado foi a elaboração do Plano Estadual de Educação (PEE) e o Livro da Professora. Com base nestes três documentos, nas palestras e discursos do governador, em documentos administrativos e jornais da época, analiso como os projetos de educação, de sociedade e de formação humana se complementavam e se contradiziam no contexto de indefinições que culminou com o Golpe Civil-Militar de 1964. Fundada nas premissas de uma nova história política, a análise se desenvolve em três tessituras que se complementam: as práticas políticas fundadas no coronelismo, patrimonialismo e política de parentela com os projetos de modernização do Plameg; os projetos de modernização voltados para a industrialização e os projetos educacionais que visavam formar um homem cristão e solidário com o seu meio; as propostas de educação libertadora resultantes da circulação de ideias pelo Nordeste Brasileiro e as práticas habituais educativas da época.
Descrição: MELO, Francisco Egberto de. Práticas de clientelismo, educação planejada e sonho da redenção humana em torno do PLAMEG – Plano de Metas do Governo Virgílio Távora (Ceará, 1963-66). 2013. 284f. – Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6046
Aparece nas coleções:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013-TESE-FEMELO.pdf3,07 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.