Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6132
Título: Reflexões sobre a (in)coerência na fala do esquizofrênico
Título em inglês: Reflexion about (in)coherence schizophrenics speech
Autor(es): Brito, Mariza Angélica Paiva
Orientador(es): Cavalcante, Mônica Magalhães
Palavras-chave: Linguistica
Esquizofrenia
Coerência
Psicanálise
Referenciação
Schizophrenics
Psychoanalysis
Referential Processes
Coherence
Análise do Discurso
Coesão (Lingüística)
Psicolingüística
Sociolingüística
Esquizofrênicos - Linguagem
Data do documento: 2005
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: Brito, M. A. P.; Cavalcante, M. M. (2005)
Resumo: Nesta pesquisa, elaboramos uma revisão crítica das características de linguagem que têm sido apontadas, nas áreas de Lingüística de Texto e da Psicanálise, para a conceituação da fala do esquizofrênico. A revisão crítica feita da base teórica foi também realizada a partir de nossa experiência clínica com os pacientes diagnosticados como esquizofrênicos, que atendemos em um hospital psiquiátrico, com o propósito de conseguir caracterizar e entender as especificidades da linguagem dos psicóticos. Os estudos realizados seguiram duas orientações. Por um lado, tentaram comprovar que o discurso do psicótico era incoerente. Para tanto se valeram do formalismo lingüístico, principalmente dos conceitos de competência e desempenho em Chomsky e da pragmática com as máximas conversacionais de Grice. Por outro lado, tentaram comprovar que o “discurso do psicótico” era coerente, a partir das considerações sobre manutenção do tópico e sobre digressão postuladas pela Sociolingüística Interacional e seu modelo de interação face-a-face. Este trabalho traz uma contribuição quase que essencialmente teórica, mas apresenta também alguma confirmação empírica pautada pelo acompanhamento que fizemos a psicóticos e pela análise dos processos referenciais construídos na fala de cada um. Defendemos a tese de que mais importante do que avaliar a tessitura do texto do louco é proporcionar uma escuta pautada pela ética de um desejo, não importa se advindo de um psicótico ou neurótico
Abstract: In this research we elaborate a critical review of language characteristics that has been pointed highlighted out in the areas of Text Linguistics and Psychoanalysis concerning the conceptuation of the schizophrenics speech. The critical review of the theoretical framework was also based on our own clinical experience with patients diagnosed as, which we assist in a psychiatric hospital, with the intent to characterize and understand the particularities of the psychotics language. The studies we carried out followed two lines. On one hand, they tried to reinforce the hypothesis that the psychotic discourse was incoherent. In order to do so that werelied on lingüistic formalism, especially the concepts of competence and performance found in Chomsky, and pragmatics, with Grice’s conversational principles. On the other hand, they tried to prove that the psychotic discourse was coherent, taking into consideration the maintenance of topic and the digression postulated by the Interational Sociolingüistic approach and its model of face to face interaction. This work brings almost essentially a theoretical contribution, but also presents some empirical confirmation given by the observation of the psychotics we kept up with and by the analysis of the referential processes constructed in the speech of each patient. We defend the thesis that, rather than evaluating the organization of the text of the psychotic, it is more important to provide a listening approach guided by the ethics of a desire, no matter if it concerns a psychotic or a neurotic person
Descrição: BRITO, Mariza Angélica Paiva. Reflexões sobre a (in)coerência na fala do esquizofrênico. 2005. 112f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Fortaleza-CE, 2005.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6132
Aparece nas coleções:PPGL - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2005_dis_mapbrito.pdf576,62 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.