Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6370
Título: A Insuficiência da ordem: discursos e reformas policiais (Fortaleza 1930-1945)
Título em inglês: The failure of the Order: speeches and police reforms (Fortaleza 1930-1945)
Autor(es): GONÇALVES, Daniel da Costa
Orientador(es): BARREIRA, César
Palavras-chave: Police reforms
Segurança pública - Fortaleza(CE) - 1930-1945
Relações policiais-comunidade - Fortaleza(CE) - 1930-1945
Fortaleza(CE) - Condições sociais - 1930-1945
Brasil - Política e governo - 1930-1945
Data do documento: 2011
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: GONÇALVES, D. C.; BARREIRA, C. (2011)
Resumo: A perspectiva que orienta este trabalho faz uma análise de discurso sobre as reformas policiais em Fortaleza (CE) na Era Vargas (1930-1945). Fundamentamos nossa análise tomando como fontes principais os jornais locais, a Revista Policial e os Relatórios dos Chefes de Polícia, espaços discursivos de construção da legitimidade e credibilidade da instituição policial em sua empreitada reformista na produção de uma ordem social. As reformas policiais realizadas nesse período, culminada com a construção do Palácio da Polícia Central, foram a tentativa prática de uma ordem que vinha sendo demandada pela imprensa, proprietários de estabelecimentos comerciais do centro da cidade, políticos conservadores católicos e pelos “altos funcionários” da polícia. O mundo da ordem/desordem foi nomeado, classificado e inventado discursivamente como aquele que se caracteriza pela presença/ausência da polícia. O desdobramento histórico desse processo foi repleto de descompassos, tensões, limites e insuficiências de uma ordem fundada no investimento do Estado em reformas dos aparatos técnicos-policiais no controle social da cidade e sua população. Em Fortaleza, desde então, ordem social se confundiu com “sociedade policiada”.
Abstract: The point of view that guides this work is a discourse analysis on reforms applied to the police force in the city of Fortaleza, State of Ceara, during the Vargas Era (1930-1945). The analysis is based on main sources from local newspapers, the Revista Policial (The Police Magazine) and Reports from Police Chiefs, which are discursive instances for the buildup of legitimacy and credibility involving the police institution in its reforming quest for production of social order. Reforms of the police structure that took place during this period, highlighted by construction of the Palacio da Policia Central (Palace of Central Police) were part of a practical attempt aiming at establishing an order that had been claimed by downtown stores, catholic conservative priests and “highly placed public servants” attached to the police force. The world of order and lawlessness was nominated, classified and invented as a discourse that propounded presence and absence of police. The historical unfolding of this process is full of misunderstandings, tensions, breaking of deadlines and inadequacies of an order based on investments by the State involving reforms to the police-technical apparatus aimed at social control of the city and its population. Since then, in Fortaleza, social order is misapprehended as “police-controlled society”.
Descrição: GONÇALVES, Daniel da Costa. A Insuficiência da ordem: discursos e reformas policiais (Fortaleza 1930-1945). 2011. 170f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Sociologia, Fortaleza (CE), 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6370
Aparece nas coleções:DCSO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011-DIS-DCGONCALVES.pdf2,66 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.