Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/644
Título: Instituições financeiras públicas de fomento: exagero de conservadorismo da política de investimentos ?
Autor(es): Matos, Paulo Rogério Faustino
Lima Filho, José Valente de
Palavras-chave: Finanças
Data do documento: 2010
Citação: MATOS, Paulo R. Faustino; LIMA FILHO, J. V. (2010)
Resumo: Este artigo analisa a questão do conservadorismo no que concerne à gestão de recursos por tesourarias de instituições financeiras públicas, que incorrem em um trade-off por não ter essa gestão como prioridade, mas sim as atividades associadas ao desenvolvimento.Fazendo-se uso do capital asset pricing model (CAPM), as evidências para o Banco do Nordeste do Brasil, o maior banco de desenvolvimento regional da América Latina, sugerem que sejam viáveis as mudanças institucional e na legislação que restringe a política de investimentos dessas organizações.
Abstract: This article analyzes the conservative behavior of public financial institutions’ treasuries, which incur a trade-off for prioritizing their development-related activities instead of their funds management. Using the capital asset pricing model (CAPM),evidence from the Northeast Bank of Brazil, the largest regional development bank in Latin America, suggests that changes in the institutions, as well as in the legislation that restricts their investment policy, are feasible.
Descrição: MATOS, Paulo R. Faustino; LIMA FILHO, José Valente de. Instituições financeiras públicas de fomento: exagero de conservadorismo da política de investimentos ? Revista de Administração Pública, v.44, n.2, p.415-436, abr. 2010
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/644
ISSN: 00347612
Aparece nas coleções:CAEN - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_art_prfmatos.pdf308,62 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.