Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6614
Título: Modalidade deôntica e persuasão no discurso publicitário
Título em inglês: Deontic modality and persuasion in advertising discourse
Autor(es): Pessoa, Nadja Paulino
Orientador(es): Nogueira, Márcia Teixeira
Palavras-chave: Lingüística, Letras e Artes
Anúncios em revistas – Brasil
Língua portuguesa – Modalidade
Análise linguística
Funcionalismo(Lingüística)
Persuasão(Retórica)
Publicidade – Brasil
Data do documento: 2007
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: Pessoa, N. P.; Nogueira, M. T. (2007)
Resumo: Este trabalho tem por objetivo analisar o uso dos modalizadores deônticos no discurso publicitário, considerando os meios lingüísticos, os valores semânticos e os possíveis efeitos de sentido obtidos na construção da persuasão. Dessa forma, procuramos estabelecer relações entre o tipo de alvo deôntico, o tipo de fonte deôntica, os valores instaurados (obrigação – permissão - proibição), a posição do enunciador na incidência dos valores deônticos, os tipos de modalizadores deônticos, bem como as marcas de mitigação e asseveração que auxiliam na argumentatividade do discurso publicitário. Para a análise dos dados, adotamos o enfoque teórico funcionalista, na tentativa de integrar os componentes sintáticos, semânticos e pragmático-discursivos. Além disso, a consideração de que a estrutura frasal está organizada em camadas possibilita analisar a modalidade em diversos níveis de atuação, bem como permite observar as relações entre outras categorias como modo, tempo e aspecto. Para o exame da manifestação da modalidade dêontica, utilizamos 144 anúncios publicitários impressos, veiculados em revistas nacionais. Este corpus foi montado a partir da Literatura de Propaganda (LP) do Banco de Dados de língua escrita, armazenado no Centro de Estudos Lexicográficos do Departamento de Lingüística da Faculdade de Ciências e Letras da UNESP de Araraquara. A análise dos dados revelou-nos que a obrigação externa é o valor deôntico mais instaurado nesse tipo de discurso. Quanto ao alvo deôntico, constatamos que a maior parte dos valores instaurados incide sobre o indivíduo. Verificamos, ainda, uma alta freqüência da não-especificação da fonte deôntica, uma vez que isto confere objetividade ao enunciado, o que constitui um recurso de menor comprometimento. A opção por um posicionamento de exclusão do enunciador da incidência dos valores instaurados foi a que adquiriu maior relevo, uma vez que, em grande parte, os falantes instauram obrigações, permissões ou proibições sobre os outros. Sendo assim, a modalidade deôntica se presta à persuasão do leitor-consumidor como prevíamos.
Abstract: This works aims to analyze the use of deontic modal markers in advertising discourse, taking into account the linguistic expressions, the semantic values and the possible sense effects obtained in the construction of persuasion. Therefore, we have tried to establish relationships between the type of deontic target, the type of deontic source, the ascribed deontic values (obligation – permission – prohibition), the speaker’s position in the ascribing of deontic values, the types of deontic modal markers, as well as markers of mitigation and assertiveness that play a role in the argumentativeness of the advertising discourse. For data analysis, the functionalist perspective has been adopted in an attempt to integrate syntactic, semantic and pragmatic-discursive components. Furthermore, to bear in mind that the clausal structure is organized in layers enables the analysis of modality in different levels of acting, as well as allows for observation of the relationships between other categories as mood, time and aspect. In order to evaluate the manifestation of deontic modality, we have made use of 144 advertising texts that were published in national magazines. This corpus was built from the written language database Literatura de Propaganda (LP) available at the Lexicographic Studies Center of the Linguistics Department of Faculdade de Ciências e Letras da UNESP de Araraquara. The data analysis revealed that external obligation is the most ascribed deontic value in this type of discourse. As to the deontic target, the majority of the ascribed values converge on the individual. Furthermore, it has been verified that a non-specification of the deontic source is highly common, once it conveys objectivity to the utterance, thus constituting a means of lesser commitment. Opting for the speaker’s exclusion from the ascribing of the deontic values was the most relevant feature, for speakers frequently establish obligations, permissions and prohibitions among themselves. Therefore, as predicted, the deontic modality helps to achieve the reader-consumer’s persuasion.
Descrição: PESSOA, Nadja Paulino. Modalidade deôntica e persuasão no discurso publicitário. 2007. 151 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Fortaleza - CE, 2007.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6614
Aparece nas coleções:PPGL - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2007_dis_nppessoa.pdf601,47 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.