Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6636
Título: Gramaticalização e auxiliaridade: um estudo pancrônico do verbo chegar
Título em inglês: Grammaticalization and auxiliarity: a panchonical study of the verb chegar
Autor(es): Ferreira, Ediene Pena
Orientador(es): Nogueira, Márcia Teixeira
Palavras-chave: Linguistica
Gramaticalização
Auxiliaridade
Pancronia
Verbo Chegar
Verbo chegar
Gramática comparada e geral - Gramaticalização
Língua Portuguesa - Verbo - Séc. XIII-XX
Grammaticalization
Auxiliarity
Panchrony
Verb to Arrive
Data do documento: 2007
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: Ferreira, E. P.; Nogueira, M. T. (2007)
Resumo: Esta pesquisa, apoiada nos pressupostos teóricos do funcionalismo lingüístico de vertente norte-americana (Hopper, 1991; Hopper e Traugott, 1991; Bybee, 1994, 2003; Givón,1995), investiga construções com o verbo chegar, sob a perspectiva do processo de mudança lingüística conhecido por gramaticalização. Por meio de um estudo de natureza pancrônica, o objetivo desta investigação é flagrar os diferentes usos de chegar e sua ampliação funcional, observando, entre outras coisas, como se manifesta o processo de auxiliarização na mudança de seu estatuto categorial, de modo a identificar em que medida esse item pode ser considerado auxiliar. Com esse propósito, este trabalho utilizou o Corpus Mínimo de Textos Escritos da Língua Portuguesa – COMTELPO (Figueiredo-Gomes e Pena-Ferreira, 2006), constituído por diferentes gêneros mais freqüentemente usados na sociedade em diferentes épocas – em Portugal, desde o século XIII, e no Brasil, do século XIX ao XX. Os gêneros que compõem este corpus foram agrupados da seguinte forma: Gêneros da ordem do narrar (GON), gêneros da ordem do relatar (GOR), gêneros da ordem do argumentar (GOA), gêneros da ordem do expor (GOE) e gêneros da ordem do instruir ou prescrever (GOP). Como corpus de apoio foram utilizadas amostras de fala do projeto NURC. Embora o objeto desse estudo não se caracterize como um fenômeno variável, na acepção clássica da teoria da variação lingüística, foram utilizados como instrumental estatístico dois programas do pacote varbrul. Assume-se que necessidades comunicativas e cognitivas intervêm nos diferentes usos de chegar, que se caracterizam por um percurso de abstratização crescente. A hipótese de que chegar está em processo de gramaticalização foi confirmada pelos resultados obtidos, e, depois de aplicados critérios de identificação de auxiliares, revelou-se o comportamento híbrido de chegar, o que o faz ser considerado, nesta pesquisa, um verbo semi-auxiliar. Não sendo auxiliar prototípico, chegar não expressa funções gramaticais prototípicas, como Tempo, Aspecto e Modo, mas, sim, funções gramaticais ligadas à construção textual-discursiva, como a de marcar mudança temporal na narração de eventos, limite, contra-expectativa e conseqüência.
Abstract: This research, based on theoretical presuppositions of linguistic functionalism (Hopper, 1991; Hopper e Traugott, 1991; Bybee, 1994, 2003; Givón, 1995) investigates constructions with the verb chegar, in a processual perspective of linguistic change in grammaticalization. Through a study of panchronical character, the aim of this investigation is to identify different uses of the verb chegar and its functional amplitude, observing, in particular, how the auxiliarity process is manifested in categorial status change and in which manner this item can be considered an auxiliary verb. With that purpose in view, this work has used the Minimal Corpus of Portuguese Written Texts (By Figueiredo-Gomes and Pena-Ferreira, 2006), collected from the most frequent and different genres used in society in different centuries – in Portugal, since the 18th Century, and in Brazil, since 19th and 20th Centuries. The genres that compose this corpus were grouped in the following manner: narrating genres, reporting genres, arguing genres, exposing genres and instruction and prescribing genres. As supporting corpus, some speech samples from project NURC were also used. Although the object of this study is not characterized as a variable phenomenon, in the classic linguistic variation theoretical perspective, two Varbrul programs were used as statistical instruments. It is assumed that communicative and cognitive necessities intervene in the different uses of the verb chegar, which are characterized by an ongoing abstract continuum. The hypothesis that the verb chegar is in grammaticalization process was confirmed by the results obtained. The criteria applied to auxiliary verb identification, revealed a hybrid behavior of the verb chegar, this finding signals to the possibility of considering it a semi-auxiliary verb. As a non-prototypical auxiliary, the verb chegar does not express grammatical function such as Tense, Aspect and Mode, but a textual and discoursive one in order to mark temporal changing in narration of events, limits, contra-expectations and consequences.
Descrição: FERREIRA, Ediene Pena. Gramaticalização e auxiliaridade: um estudo pancrônico do verbo chegar. 2007. 272f. Tese (Doutorado em Linguística) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza-CE, 2007.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6636
Aparece nas coleções:PPGL - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2007_tese_epferreira.pdf1,95 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.