Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6730
Título: Os perímetros irrigados como estratégia geopolítica para o desenvolvimento do semiárido e suas implicações à saúde, ao trabalho e ao ambiente
Título em inglês: Irrigated perimeters as a geopolitical strategy for the development of the semi-arid region and its implications for health, labor and the environment
Autor(es): Pontes, Andrezza Graziella Veríssimo
Gadelha, Diego Gadelha
Freitas, Bernadete Maria Coêlho
Rigotto, Raquel Maria
Ferreira, Marcelo José Monteiro
Palavras-chave: Saúde da População Rural
Processo Saúde-Doença
Saúde Ambiental
Data do documento: Nov-2013
Editor: Ciência & Saúde Coletiva
Citação: PONTES, A. G. V. ; GADELHA, D. ; FREITAS, B. M. C. ; RIGOTTO, R. M. ; FERREIRA, M. J. M. (2013)
Resumo: Objetiva-se analisar os perímetros irrigados enquanto estratégia geopolítica para a expansão da fronteira agrícola brasileira e o “desenvolvimento” do semiárido nordestino, em sua relação com os determinantes sociais da saúde em comunidades camponesas. Trata-se de pesquisa realizada na Chapada do Apodi, nos estados do Ceará e Rio Grande do Norte, entre 2007 e 2011. Adotaram-se variados desenhos, técnicas e instrumentos de pesquisa, como pesquisa-ação, estudo etnográfico, questionário e exames laboratoriais, análise de contaminação de águas, cartografia social e grupo focal. Identificou-se que, na conjuntura da expansão do agronegócio, as políticas públicas de irrigação trouxeram consequências para a saúde, o trabalho e o ambiente, com a implantação do Perímetro Irrigado Jaguaribe-Apodi, no Ceará. São expressivos o contexto de conflito socioambiental e a resistência na fase prévia à instalação do Perímetro Irrigado Santa Cruz do Apodi no Rio Grande do Norte, o que traz consequências para o processo saúde-doença em comunidades camponesas. É importante a avaliação da política pública de irrigação considerar os impactos dos perímetros sobre o modo de vida, o trabalho, a saúde e o ambiente nesses territórios atingidos.
Abstract: An analysis was made of irrigated perimeters as a geopolitical strategy for expanding Brazilian agricultural frontiers and the “development” of the northeastern semi-arid region with respect to social determinants in health in rural communities. Research was conducted in the Chapada do Apodi in the states of Ceará and Rio Grande do Norte between 2007 and 2011. Various research techniques and tools were adopted, such as research-action, ethnographic studies, questionnaires and laboratory exams, water contamination analyses, social cartography and focal groups. In the context of agribusiness expansion, it was revealed that public policies of irrigation have had consequences for health, labor and the environment with the implementation of the Jaguaribe-Apodi Irrigated Perimeter in Ceará. The social and environmental conflict and resistance in the phase prior to the installation of the Santa Cruz do Apodi Irrigated Perimeter in Rio Grande do Norte was significant as it had consequences for the health-disease process on rural communities. It is important for the evaluation of public irrigation policies to consider the impacts of the perimeters on the lifestyle, labor, health and the environment of the affected territories.
Descrição: PONTES, Andrezza Graziella Veríssimo ; GADELHA, Diego ; FREITAS, Bernadete Maria Coêlho ; RIGOTTO, Raquel Maria ; FERREIRA, Marcelo José Monteiro. Os perímetros irrigados como estratégia geopolítica para o desenvolvimento do semiárido e suas implicações à saúde, ao trabalho e ao ambiente. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, RJ, v. 18, n. 11, p. 3213-3222, nov. 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6730
ISSN: 1413-8123
Aparece nas coleções:DSC - Artigos publicados em revista científica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_art_agvpontes.pdf97,3 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.