Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6816
Título: Considerações Éticas sobre o Centro de Atenção Psicossocial no contexto cearense: o olhar do supervisor clinico institucional
Título em inglês: Ethical Considerations on the Center for Psychosocial Care in the Context of Ceará: the look of the clinical-institutional supervisor
Autor(es): LEMOS, Patrícia Mendes
Orientador(es): FREIRE, José Célio
Palavras-chave: Psychosocial Care Center. Ethics. Late-modern demands. Clinical-institutional supervision
Saúde mental - Ceará
Doenças mentais - Aspectos morais e éticos - Ceará
Centros de atenção psicossocial
Ética
Data do documento: 2012
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: LEMOS, P. M.; FREIRE, J. C. (2012)
Resumo: A pesquisa versa sobre o sofrimento e o adoecimento psíquicos no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e os seus desdobramentos éticos. Em meio às demandas e produções subjetivas de um contexto social entendido como tardomoderno, às quais nomeamos como demandas tardomodernas em Saúde Mental, este dispositivo assume a responsabilidade pela compreensão, acolhimento e tratamento de um sujeito historicamente excluído por sua relação com a loucura, constituindo-se como o lugar por excelência do cuidado do outro-alteridade. Parte-se dos seguintes pressupostos: 1) existe uma ética que subsidia práticas específicas de Saúde Mental desenvolvidas no CAPS; 2) as demandas tardomodernas em Saúde Mental são constituídas em sua relação com o contexto histórico-social e; 3) este contexto produz modos específicos de sofrimento e adoecimento psíquicos. Diante disto, logrou-se a compreensão da dimensão ética nos CAPS, chegando ao questionamento primordial: Qual a relação entre a dimensão ética presente nos CAPS e as demandas tardomodernas em Saúde Mental? No decorrer do contato com a alteridade dos textos dos autores que concederam sustentação teórica ao estudo, assim como com o elemento diferença presente nos discursos/textos dos entrevistados, pôde-se constatar que a dimensão ética não seria apreendida, a não ser na singularidade e na complexidade de sua relação com as demandas em questão. Em decorrência disto, adotou-se o objetivo geral de: compreender a dimensão ética no Centro de Atenção Psicossocial em sua relação com as demandas tardomodernas em Saúde Mental. Definiu-se, ainda, como objetivos específicos: caracterizar as demandas tardomodernas em Saúde Mental a partir dos horizontes apresentados pelos supervisores de CAPS e compreender a dimensão ética em sua relação com o CAPS no âmbito da prática de supervisão clínico institucional. Ante a aspiração de captar dimensões compreensivas acerca da temática, elegeu-se a hermenêutica filosófica de Hans-Georg Gadamer como possibilidade metodológica, por meio do processo de fusão dos diferentes horizontes apresentados, bem como dos elementos de alteridade e historicidade velados nos textos/discursos. A escolha dos supervisores de CAPS como possibilidade de acesso a práxis e às reflexões que permeiam a realidade destes dispositivos deveu-se ao fato de estes sujeitos ocuparem uma posição externa (pois não atuam diretamente no contato com os usuários através de condutas terapêuticas, diferentemente dos técnicos), assim como por sua função prioritária de questionamento e intervenção, a qual, em última instância, visa ao cumprimento dos princípios ético-políticos que os CAPS propugnam em consonância com os objetivos da Reforma da Saúde Mental. Foram então realizadas sete entrevistas semi-estruturadas, que serviram ao exercício interpretativo de cunho filosófico. As questões suscitadas e os elementos dados à nossa compreensão constituíram um tripé de análise, cujas resultantes foram condensadas em temáticas específicas, sendo estas reveladoras dos objetivos almejados em relação à dimensão ética subjacente ao CAPS. Tais temáticas configuraram: os aspectos deontológicos e os limites éticos do sistema de Saúde Mental, as demandas tardomodernas e a exigência ética do outro e, o lugar da ética no Centro de Atenção Psicossocial. Perpassando uma pertinente discussão sobre o lugar do sofrimento e do adoecimento psíquicos nos CAPS, sua relação inseparável com o contexto histórico-social e a complexidade de aspectos que envolvem dimensões éticas, chegou-se a apontar a radicalidade ética levinasiana como parâmetro, a partir do qual as práticas de Saúde Mental pudessem ser repensadas e reinventadas, para o alcance de respostas mais pertinentes e consonantes com a grandeza do outro-alteridade, cuja presença impõe-se de modo irrecusável aos atores participantes de um processo de mudança em permanente construção.
Abstract: The research deals with the suffering and mental illness at the Center for Psychosocial Care (CAPS) and its ethical ramifications. Amid the demands and subjective productions of a social context understood as late-modern, which we named as a late-modern demands in Mental Health, this device takes responsibility for understanding, care and treatment of a subject historically excluded by its relationship with madness, establishing itself as the place par excellence for the care of the other-otherness. We set the following assumptions: 1) there is an ethic that subsidizes specific practices of Mental Health developed by CAPS, 2) the demands of late-modern mental health are made in relation to the socio-historical context and 3) this context produces specific ways of distress and mental illness. Given this, we were encouraged to achieve an understanding of the ethical dimension in CAPS, reaching the primary question: What is the relationship between the ethical dimension present in the CAPS and the demands of late-modern mental health? During the contact with the otherness of the texts of authors who have given theoretical support to the study as well as with the difference element seen in the discourses / texts of the respondents, we found that the ethical dimension could not be understood, unless in the uniqueness and complexity of its relationship with the demands. As a result, we adopt the general goal: to understand the ethical dimension in Psychosocial Care Center on its relationship with the late-modern demands in Mental Health. And we also take specific objectives: to characterize the late-modern demands in Mental Health from the horizons presented by CAPS supervisors and understand the ethical dimension in their relationship with the CAPS in the practice of clinical-institutional supervision. Faced with the aspiration to capture understanding dimensions about the theme, we chose the philosophical hermeneutics of Hans-Georg Gadamer as a methodological possibility, through the process of fusion of different horizons presented, as well as the elements of otherness and history hidden in the texts / discourses. The choice of supervisors of CAPS, as the possibility to access the practice and reflection that pervade the reality of these devices, due to the fact that these subjects occupy an external position (they do not act directly in contact with users through therapeutic unlike the technical), as well as its primary function of inquiry and intervention, which ultimately aims to comply with the ethical-political principles that the CAPS advocate in line with the objectives of the Mental Health Reform. We then conducted seven semi-structured interviews, which served for the interpretive philosophical exercise. The issues raised and the elements to our understanding constitute a tripod of analysis, whose result was condensed into specific themes, which are revealing of the objectives pursued in relation to the ethical dimension of the CAPS. These themes shaped: aspects of ethics and the ethical limits of the system of Mental Health, the late-modern demands and ethical requirement of the other, and the place of ethics in the Psychosocial Care Center. Running along a pertinent discussion on the place of suffering and mental illness in CAPS, its inseparable relationship with the socio-historical context and the complexity of issues that involve ethical dimensions, we point out the radical Levinasian ethics as a parameter, from which the practices of mental health could be rethought and reinvented in order to reach the most relevant answers and consonant with the magnitude of the other-alterity, whose presence imposes so irresistible to the actors who participate in a process of change in permanent construction.
Descrição: LEMOS, Patrícia Mendes. Considerações Éticas sobre o Centro de Atenção Psicossocial no contexto cearense: o olhar do supervisor clinico institucional. 2012. 186f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Psicologia, Fortaleza (CE), 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6816
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012-DIS-PMLEMOS.pdf1,76 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.