Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6850
Título: Estratégias de flexibilização de projetos residenciais iniciadas na década de 1990 no Brasil: tão somente um recurso mercadológico?
Título em inglês: Design flexibility strategies started in the nineties in Brazil: a mere marketing resource?
Autor(es): Brandão, Douglas Queiroz
Heineck, Luiz Fernando Mählmann
Palavras-chave: Habitação
Arquitetura - Projeto
Mercado imobiliário
Estratégia - Marketing
Projeto arquitetônico
Data do documento: Out-2007
Editor: Ambiente Construído
Citação: BRANDÃO, D. Q. ; HEINECK, L. F. M. (2007)
Resumo: A partir da década de 1990, o mercado imobiliário passou a adotar projetos residenciais flexíveis, com a participação do cliente na definição do arranjo espacial e dos materiais de acabamento. O produto personalizado passou a ser uma tendência que também atingiu o setor de edificações. Este artigo discute variados aspectos da flexibilidade, focalizando a habitação como produto, com três objetivos principais: (a) os discutir conceitos de flexibilidade da indústria de manufatura e discutir sua aplicação na construção civil; (b) resgatar aspectos históricos relacionados ao surgimento e à manutenção das estratégias de flexibilização dos projetos habitacionais; e (c) apresentar um quadro geral de conceitos e formas de aplicação da flexibilidade que passaram a ser adotados. O artigo sugere que a flexibilidade é mais que um mero recurso mercadológico, na medida em que possibilita atender às incertezas de uma demanda sociodemográfica mais diversificada e prover qualidade ao espaço residencial, tanto na ocupação inicial quanto ao longo do uso da habitação. Aponta-se também para a relevância do tema, pelo seu impacto no desenvolvimento da área de projeto habitacional, dadas as implicações na tecnologia, nos sistemas e processos construtivos e no gerenciamento das construções.
Abstract: In the beginning of the nineties, Brazilian real estate supply started to adopt housing flexible plans. Since then, clients have been able to participate in the design of their units and in the selection of finishings. Customized products have become a trend also in construction sector. This article discusses various aspects of the flexibility, focusing on the product, and has three main objectives: (a) to present flexibility concepts from the manufacturing industry and discuss its application in the construction sector; (b) to review historical aspects related to origin and continuation of flexible housing design strategies; and (c) to present an overview of flexibility concepts and strategies that have been eventually adopted. The article suggests that flexibility is not a simple marketing resource since it makes possible to respond to uncertainties related to the diverse socio-demographic demand, improving the quality of housing spaces, both in the first occupation and along the use phase. It is also pointed out the relevance of this theme, due to its impact in the development of housing design, considering implications on construction technology, construction systems and processes, and construction management.
Descrição: BRANDÃO, D. Q. ; HEINECK, L. F. M. Estratégias de flexibilização de projetos residenciais iniciadas na década de 1990 no Brasil: tão somente um recurso mercadológico?. Ambiente Construído, Porto Alegre, v. 7, n. 4, p. 71-87, out./dez. 2007.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6850
ISSN: 1678-8621
Aparece nas coleções:DECC - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2007_art_lfmheineck.pdf168,7 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.