Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6852
Title in Portuguese: Avaliação in vitro do efeito de agentes clareadores na microdureza do esmalte dental
Title: In vitro evaluation of the effect of agents in whitening microhardness of dental enamel
Author: Silva, Ticiana Pessoa Tabosa e
Advisor(s): Moraes, Maria Elisabete Amaral de
Co-advisor(s): Casselli, Denise Sá Maia
Keywords: Clareadores
Esmalte Dentário
Issue Date: 2013
Citation: SILVA, T. P. T. e. Avaliação in vitro do efeito de agentes clareadores na microdureza do esmalte dental. 2013. 109 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2013.
Abstract in Portuguese: O uso do peróxido de carbamida a 10% em moldeiras para o clareamento caseiro por 2 a 8 horas diárias, de 2 a 6 semanas pode resultar em grande satisfação do paciente. A associação de dentes brancos a um aumento da autoestima do indivíduo promoveu o aparecimento de agentes clareadores disponíveis para a compra sem, necessariamente, passar pela supervisão do dentista. Como consequência, podem surgir efeitos adversos na estrutura dental. Baseado nesse contexto, o presente estudo avaliou a microdureza do esmalte após a utilização de agentes clareadores. 70 amostras de esmalte humano, com 4x4mm, foram divididas em sete grupos (G1 a G7). Cada grupo recebeu três tratamentos por 28 dias: G1: pasta não clareadora, água destilada e gel placebo; G2: pasta clareadora, água destilada e gel placebo; G3: pasta não clareadora, enxaguatório clareador e gel placebo; G4: pasta não clareadora, água destilada e gel peróxido de carbamida a 10%; G5: pasta clareadora, água destilada e gel de peróxido de carbamida a 10%; G6: pasta não clareadora, enxaguatório clareador e gel de peróxido de carbamida a 10%; G7: pasta clareadora, enxaguatório clareador e gel de peróxido de carbamida a 10%. A microdureza foi aferida antes dos tratamentos, com 14 dias e no 28°dia. Através da análise de variância ANOVA verificou-se diferença entre os tipos de tratamento. Para os níveis de tempo, o teste de Tukey mostrou diferenças significativas nas medidas antes, após 14 e 28 dias. O G2 se comportou estatisticamente semelhante ao G1. O G3 e G6 se mostraram estáveis durante todo o tratamento. O G4 e G5 não mostraram diferença significativa entre si. O único grupo que desmineralizou significativamente entre os três níveis de tempo foi o G7. Logo, demonstra-se que a redução da microdureza ocorreu de forma mais intensa pelo uso coletivo de agentes clareadores durante o tratamento.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6852
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_dis_tptsilva.pdf2,55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.