Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6889
Título: Diagnóstico laboratorial de dengue e leptospirose em pacientes com síndrome febril aguda
Título em inglês: Laboratory diagnosis of dengue and leptospirosis in patients with acute febrile syndrome
Autor(es): Bezerra, Laiane Fernanda de Melo
Orientador(es): Lima , Danielle Malta
Palavras-chave: Dengue
Leptospirose
Diagnóstico Diferencial
Data do documento: 2012
Citação: BEZERRA, L. F. M. (2012)
Resumo: Dentre as arboviroses, a dengue apresenta-se como a mais importante, constituindo um grave problema de saúde pública a nível mundial. As regiões tropicais e subtropicais são as mais afetadas, ocorrendo aproximadamente 100 milhões de infecções por ano. Os principais sintomas que caracterizam a infecção são febre, cefaléia, dor retro-orbitária, mialgia, artralgia, prostração e exantema. No entanto, outras infecções apresentam sintomas bastante semelhantes com a dengue, como a leptospirose. Ambas, dengue e leptospirose, podem causar surtos durante as estações chuvosas, visto que é o melhor período para a disseminação do mosquito Aedes aegypti e a contaminação de áreas alagadas pela bactéria Leptospira sp.. Dessa forma, este estudo teve como objetivo empregar diferentes métodos para o diagnóstico laboratorial de dengue e leptospirose em pacientes com síndrome febril. Oitenta e seis amostras de 86 pacientes com suspeita de dengue foram analisadas por meio do teste imunocromatográfico NS1, ELISA-NS1, teste imunocromatográfico de captura de IgM e IgG, ELISA-IgM e RT-PCR. Dentre os 86 pacientes avaliados, 48 (55,8%) foram positivos para pelo menos um dos testes diagnósticos realizados. Após testados para dengue, 68 pacientes foram avaliados pelo teste imunocromatográfico de captura de IgM e pelo teste de ELISA-IgM, ambos para identificação de anticorpos anti-Leptospira. Cinco (7,3%) foram positivos para esta infecção. É de grande importância pesquisar outras causas infeciosas, como a leptospirose, que também é uma doença febril, em pacientes com suspeita clínica de dengue, pois o controle das doenças mais prevalentes só se torna possível quando conhecemos os agentes infecciosos responsáveis por elas. Portanto, faz-se necessário o uso de diagnósticos específicos para cada infecção, permitindo com que os programas de controle epidemiológicos sejam realizados.
Abstract: Among the arboviruses, dengue is the most important, constituting a serious public health problem worldwide. The tropical and subtropical regions are most affected, occurring approximately 100 million infections per year. The main symptoms that characterize the infection are fever, headache, retro-orbital pain, myalgia, arthralgia, prostration and rash. However, other infections have very similar symptoms to dengue, such as leptospirosis. Both dengue and leptospirosis, can cause outbreaks during the rainy seasons, since it is the best period for the dissemination of Aedes aegypti and contamination of wetlands by Leptospira sp.. This study aimed to employ different methods for the laboratory diagnosis of dengue and leptospirosis in patients with febrile syndrome. Eighty-six samples of 86 patients suspected of being infected with dengue were analyzed by NS1 immunoassay, NS1-ELISA, immunoassay IgM and IgG capture, IgM-ELISA and RT-PCR. Among the 86 patients evaluated, 48 (55.8%) were positive for at least one of diagnostic tests. After tested for dengue, 68 patients were evaluated by immunoassay IgM capture and by ELISA-IgM, both for identification of anti-Leptospira. Five (7.3%) were positive for this infection. It is very important to search for other infectious causes, such as leptospirosis, which is also a febrile illness, in patients with clinical suspicion of dengue, since the control of diseases prevalent only becomes possible when we know the infectious agents responsible for them. Therefore, it is necessary to use specific diagnoses for each infection, allowing epidemiological control programs can be carried out.
Descrição: BEZERRA, Laiane Fernanda de Melo. Diagnóstico laboratorial de dengue e leptospirose em pacientes com síndrome febril aguda. 2012. 117 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6889
Aparece nas coleções:DPML - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_dis_lfmbezerra.pdf2,3 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.