Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6894
Título: Avaliação do mecanismo de modulação da resposta imunológica à Leishmaniose visceral chagasi in vitro em indivíduos baixos produtores de INF-Y
Título em inglês: Modulation of in vitro immune response to low ifn-γ responsres against leishmania chagasi
Autor(es): Frutuoso, Mércia Sindeaux
Orientador(es): Pompeu, Margarida Maria de Lima
Palavras-chave: Leishmania
Imunomodulação
Data do documento: 2009
Citação: FRUTUOSO, M. S (2009)
Resumo: Introdução: Nas leishmanioses, proteção e cura se correlacionam com o desenvolvimento de resposta imune tipo Th1, e IFN-γ é considerada uma molécula chave nesta resposta. Ao contrário, a resposta Th2, resulta na progressão da doença. Vale ressaltar que a produção de IFN-γ, após o contato com a Leishmania, difere entre indivíduos sadios, alguns apresentam alta produção de IFN-γ (AP), enquanto outros respondem com baixa produção (BP). Isto tem sido observado com diversas espécies de Leishmania, assim como na infecção natural, na fase inicial da doença. A ativação do linfócito T pode ser modulada por coestimuladores, presentes na superfície de linfócitos e nas APCs, a exemplo da molécula sinalizadora na ativação de linfócitos T (SLAM). Evidências apontam para o envolvimento dessas moléculas na regulação da resposta imunológica. Objetivo: Avaliar o papel da via de sinalização de SLAM na modulação da resposta imune em células mononucleares de sangue periférico (CMSP) de indivíduos BP, frente à estimulação in vitro por Leishmania chagasi. Metodologia: CMSP de indivíduos sadios BP foram estimuladas in vitro com L. chagasi na ausência ou na presença do anticorpo monoclonal anti-SLAM (α-SLAM), com ou sem tratamento por citocinas proinflamatórias (rIFN-γ ou rIL-12). Os sobrenadantes das culturas foram analisados por ELISA para IFN-γ e interleucina (IL)-10. Resultados: Sob estimulação de L. chagasi, o bloqueio da via SLAM não modificou a síntese de IFN-γ e IL-10, independente do tratamento com rIL-12. No entanto, o tratamento com rIFN-γ reduziu a síntese de IL-10 e elevou a secreção de IFN-γ endógeno, independente do bloqueio da via SLAM. Conclusões: O bloqueio da via SLAM, com adição de α-SLAM (10µg/mL), não interfere significativamente na produção de IFN-γ e IL-10. O tratamento das CMSP com rIFN-γ é capaz de induzir a redução da produção de IL-10 e o aumento de IFN-γ de forma significativa, enquanto que o tratamento com rIL-12 aumenta a produção de IFN-γ, mas não interfere na produção de IL-10 dos indivíduos baixos produtores. Faz-se necessário ampliar o estudo da ação imunomoduladora da SLAM frente à Leishmania chagasi, para um melhor entendimento do papel desta via de sinalização na resposta imunológica dos BP.
Abstract: Introduction: Visceral leishmaniasis is a serious public health problem in several parts of the developing world. In leishmaniasis, protection and healing correlate with the development of Th1 immune response, and IFN-γ is considered a key molecule in this response. In contrast, the Th2 response results in disease progression. It is noteworthy that after contact with Leishmania the production of IFN-γ differs between healthy individuals. Some of them are high IFN-γ producer (HIFN-γP), while others respond with low IFN-γ producer (LIFN-γP). This has been observed in the in vitro response to several species of Leishmania, as well as in the early phase of the disease in patients with leishmaniasis. The activation of T lymphocytes can be modulated by immunomodulatory receptors present on the surface of lymphocytes and antigen presenting cells (APCs). Signaling lymphocytic activation molecule (SLAM, CD150) is a transmembrane protein that promotes Th2 differentiation. Evidences support the involvement of this molecule in the immune response against parasites. Objective: To evaluate the role of SLAM signaling pathway in the modulation of immune response of peripheral blood mononuclear cells (PBMC) from individuals low IFN-γ producers (LP) against Leishmania chagasi. Methodology: Healthy individuals’ PBMC were stimulated in vitro with L. chagasi and monoclonal anti-SLAM (α-SLAM), in the presence or not of inflammatory cytokines (rIFN-γ or rIL-12). The supernatants of the cultures were analyzed by ELISA for the determination of IFN-γ and interleukin 10 (IL-10) concentrations. Results: Upon stimulation of PBMC with L. chagasi, the blocking of the SLAM signaling pathway with α-SLAM did not affect the synthesis of IFN-γ and IL-10, regardless of treatment with rIL-12. However, after rIFN-γ treatment of antigen stimulated cells it occurred a download of IL-10 synthesis and upload IFN-γ secretion, regardless of the blockade of SLAM signaling pathway. Conclusions: The blocking of SLAM signaling pathway with α-SLAM at the concentration of 10μg/mL does not interfere significantly in the IFN-γ and IL-10 production of PBMC from individuals LP stimulated with Leishmania chagasi promastigotes. Treatment of PBMC with rIFN-γ is able to induce a reduction of IL-10 and an increment of IFN-γ in the supernates cultures, whereas treatment with rIL-12 enhanced IFN-γ production, but does not interfered with IL-10. It is necessary to make further studies to better understand the role of the SLAM signaling pathway in the immune response of LP against Leishmania chagasi.
Descrição: FRUTUOSO, Mércia Sindeaux. Avaliação do mecanismo de modulação da resposta imunológica à Leishmaniose visceral chagasi in vitro em indivíduos baixos produtores de INF-Y. 2009. 114 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6894
Aparece nas coleções:DPML - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_dis_msfrutuoso.pdf2,21 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.